segunda-feira, 27 junho 2022
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Xarope caseiro de malva: melhora os sintomas de intestino preso

A malva tem ação laxativa e, por isso, ajuda na prevenção e tratamento da prisão de ventre.

A constipação, conhecida popularmente como prisão de ventre, é uma condição que afeta o funcionamento intestinal e dificulta a evacuação.

Entre as causas mais comuns do problema, os maus hábitos alimentares são os principais responsáveis.

Já em relação aos sintomas, os principais são:

  • Apenas uma ou duas evacuações semana;
  • Fezes ressecadas e sem volume;
  • Desconforto para evacuar;
  • Excesso de gases;
  • Distensão abdominal;
  • Sensação de esvaziamento incompleto mesmo após evacuar.

Felizmente é possível encontrar soluções caseiras para aliviar esse desconforto.

Por meio de plantas medicinais, é possível preparar alguns remédios naturais para facilitar a eliminação das fezes ressecadas.

Um exemplo é o xarope de malva, comprovado cientificamente que é capaz de melhorar os sintomas da prisão de ventre.

Benefícios do xarope de malva

A malva é uma planta medicinal com ação laxativa, antioxidante e diurética, ajudando a manter o funcionamento do trato gastrointestinal. 

Dessa forma, auxilia no processo de digestão e ajuda na prevenção e tratamento da constipação (prisão de ventre).

Um estudo da Universidade de Ciências Médicas do Irã, concluiu que o xarope de malva aumentou a frequência de defecação e reduziu formas duras de fezes.

Em resumo, observou-se melhora em todos os sintomas de constipação (prisão de ventre) em pacientes adultos.



Xarope de malva para constipação

Devido à sua ação laxante, a malva ajuda a regular o intestino, prevenindo e auxiliando o tratamento do intestino preso.

Ingredientes:

  • 30 a 40 folhas de malva
  • 1 xícara de açúcar

Observação: a malva pode ser encontrada em lojas de produtos naturais, farmácias, feiras ou supermercados.

Pode usar também a folha fresca.

Modo de preparo:

Coloque os ingredientes em uma panela, porém, de forma alternada, ou seja, uma camada de folhas de malva e outra camada de açúcar.

Em seguida, leve ao fogo médio até desidratar e ficar em uma consistência viscosa, semelhante a um mel. 

Armazene o xarope em um frasco de vidro esterilizado – recomenda-se um recipiente escuro, caso não tenha, enrole um papel alumínio.

Consuma em até um mês – uma colher (sopa) três vezes ao dia, da seguinte maneira:

  • Primeira: duas horas após o café da manhã;
  • Segunda: duas horas após o almoço;
  • Terceira: duas horas após o jantar.

Contraindicações

 As ervas medicinais também podem causar efeitos colaterais, porém, no caso da malva, ainda não há nada conhecido ou comprovado cientificamente.

No entanto, recomenda-se que gestantes, lactantes e crianças consultem um médico antes de consumir remédios à base da planta.

Veja também:

- PUBLICIDADE -

Veja Também

Redes Sociais

3,436,539FãsCurtir
159,642SeguidoresSeguir
582,076SeguidoresSeguir
522SeguidoresSeguir
3,916SeguidoresSeguir
564,000InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -