quarta-feira, 25 maio 2022
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Vinho caseiro de amora: ajuda a controlar o diabetes

O vinho de amora pode auxiliar no controle do diabetes, ajudando a reduzir os níveis de açúcar no sangue.

Você tem amora no seu quintal? ou conhece alguém que tenha e não consegue consumir tudo?

Essa frutinha encanta pelo seu sabor doce e azedo ao mesmo tempo, porém, possui inúmeros benefícios para a saúde.

A fruta pode ser consumida in natura, adicionada em iogurte, em forma de suco e sobremesas.

Além disso, é possível fazer vinho de amora, no entanto, é necessário usar a amora preta, devido ao sabor e cor mais pronunciados.

Benefícios da amora

A amora é rica em vitaminas A, B3, C, E, K, minerais como ferro, zinco, manganês e magnésio.

Além disso, é fonte de antioxidantes naturais, propriedades anti-inflamatórias e fibra dietética.

Veja a seguir os benefícios da fruta para a saúde, os benefícios do vinho de amora e como fazer em casa.

Melhora a pressão sanguínea

A amora contém resveratrol, um antioxidante flavonóide que auxilia na regulação da vasoconstrição das veias sanguíneas.

Desse modo ajuda a reduzir a ação do angiotensin, hormônio que causa a elevação da pressão nos vasos.

Além disso, aumenta a produção de óxido nítrico, hormônio que provoca a vasodilatação. 

A fruta também é rica em potássio, magnésio e manganês, minerais essenciais para o bom funcionamento da circulação sanguínea.

Por isso, a amora ajuda na prevenção de doenças cardíacas, infarto e acidente vascular cerebral (AVC).

Fortalece o sistema imunológico

A amora é rica em vitamina C, que tem ação protetora contra doenças infecciosas. 

Por isso, age como um excelente antioxidante, ajudando a fortalecer o sistema imunológico.

Favorece a saúde dos olhos

Os radicais livres aceleram o envelhecimento da retina, uma camada fina de tecido nervoso que reveste a parte posterior do olho.

No entanto, a amora possui carotenóides que ajudam a reduzir os danos causados pelos radicais livres, melhorando a visão.

Além disso, a fruta é rica em zea-xanthin, um antioxidante que age diretamente na retina, prevenindo doenças como a catarata. 

Ótima fonte de ferro

A amora é rica em ferro, mineral essencial para manter a boa circulação sanguínea.

Além disso é o principal componente da hemoglobina, uma proteína cuja principal função é transportar oxigênio no sangue.

Desse modo, a amora ajuda a prevenir anemia, doença causada pela deficiência de ferro no organismo.

Fortalece os ossos

Juntamente com o ferro, a amora também é fonte de cálcio e vitamina K, elementos que ajudam na regeneração de tecido ósseo. 

Por isso, previne o desgaste natural dos ossos e auxilia na prevenção de osteoporoses.

Combate o envelhecimento

As vitaminas A e C presentes na amora agem como excelentes antioxidantes, combatendo os radicais livres.

Por isso, evita os danos às células, prevenindo o envelhecimento precoce, doenças neurológicas e inflamações.

Benefícios do vinho de amora

Pesquisadores da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, avaliaram componentes bioativos do vinho de amora.

Eles descobriram que a bebida contém compostos que ajudam a inibir a ação de enzimas responsáveis pela absorção de carboidratos. 

Dessa forma, podem ajudar no controle do diabetes, proporcionando uma bebida saudável para os diabéticos reduzir os níveis de açúcar no sangue.

Além disso, na pesquisa foi descoberto que a fermentação da amora melhora ainda mais seu potencial diabético.

Por fim, foram encontrados antioxidantes, polifenóis e antocianina, compostos bioativos saudáveis que possuem efeito anti-inflamatório.

Vinho caseiro de amora

O vinho de amora pode auxiliar no controle do diabetes e, por isso, os  diabéticos , têm uma alternativa saborosa para reduzir os níveis de açúcar no sangue.

Ingredientes:

  • 2,5 kg de amoras maduras
  • 200 g de açúcar cristal
  • 50 g de açúcar para usar no final da preparação

Processo de fabricação:

Lave bem as amoras, coloque em uma bacia de plástico limpa e amasse as frutas com uma colher de madeira ou silicone, para extrair bem o suco.

Em seguida, transfira o suco e as bagas da amora para uma garrafa de plástico com capacidade de cinco litros – pode ser aquela de água mineral.

Caso não tenha, divida o conteúdo (suco e bagas das amoras) em duas garrafas pets de dois litros.

Adicione o açúcar, tampe e agite um pouco – se usar mais de uma garrafa, divida os 200 g de açúcar proporcional a quantidade de garrafas.

Depois é necessário abrir a garrafa, ou seja, não pode lacrar, apenas coloque a tampa para escapar o gás da fermentação.

É importante deixar esse “respiro” para evitar que a garrafa exploda.

Coloque em um local limpo, seco, arejado e escuro para fermentar.

Esse processo demora em média de cinco a dez dias – depende da temperatura (quanto mais calor, mais rápido fermenta).

O líquido irá separar do mosto – líquido embaixo, no fundo da garrafa e o mosto por cima.

Após a fermentação, agite a mistura e coe usando uma peneira e um tecido limpo, sem odor de produto de limpeza.

Coloque o suco coado em um garrafão esterilizado – pode usar um garrafão de vinho.

Adicione 50 g de açúcar, agite, tampe com aquela tampa de plástico que vem no garrafão (não pode lacrar).

Ou seja, apenas coloque a tampa, para que o gás possa escapar e o garrafão não explodir.

Deixe fermentar por 30 a 40 dias aproximadamente e somente após a fermentação envase.

É importante dizer que a fermentação “anula” o açúcar, viabilizando o consumo desta bebida por quem tem diabetes.

Coloque em garrafas de vidro esterilizadas (podem ser aquelas de vinho), tampe com a  rolha e, caso queira, deixe envelhecer por seis meses a um ano.

Beba um cálice, meia hora antes do almoço ou jantar.

- PUBLICIDADE -

Veja Também

Redes Sociais

3,436,539FãsCurtir
159,642SeguidoresSeguir
580,645SeguidoresSeguir
522SeguidoresSeguir
3,908SeguidoresSeguir
564,000InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -