Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

A única amiga que vai estar com você nas fases boas e ruins é a sua mãe

Entre todos os amores, o que tende a ser mais forte é o de mãe.

A história nos mostra vários exemplos de mulheres no mundo todo amando seus filhos incondicionalmente.

O instinto protetor já nasce quando o bebê ainda está no ventre.

Durante a gestação, o sentimento vai crescendo e a criança se torna a maior prioridade na vida da mulher.

Não é preciso ver para que o amor floresça.

As grávidas e as mamães adotivas são prova disso.

Os laços criados entre uma mãe e seu filho são indestrutíveis.

Nas conquistas ou na queda, não importa, a mãe muito provavelmente estará lá.

Nem sempre a mulher se torna mãe de forma esperada.

Algumas são pegas de surpresa com uma gravidez ou adoção não planejada.

Seja como for, mãe é quem ama, cria e cuida.

E elas sempre vão arrumar um jeitinho de vencer as dificuldades para que os filhos cresçam da melhor forma possível.

Mãe transmite segurança.

Quantas não são capazes de dar a própria vida pelos filhos?

Elas amam dar conselho, apoio emocional e passar valores que devemos levar para sempre.

Esse relacionamento forte pode parecer excessivo às vezes.

Algumas mães temem que estejam mimando demais os filhos e contribuindo para que fiquem mais sensíveis e facilmente manipuláveis por outras pessoas.

Se você é mãe e não deixa de demonstrar autoridade, não tem com que se preocupar.

Pode encher seus filhos de beijos, carinhos e muitos abraços – principalmente nos primeiros anos de vida.

A única amiga que vai estar com você nas fases boas e ruins é a sua mãe - Cura pela Natureza

CURA PELA NATUREZA – LEIA AQUI AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Quando uma mulher se torna mãe, ela descobre um amor sem medidas.

Veja a história de Cecília, que descobriu que a filha, Aitana, sofria com insuficiência hepática fulminante.

 A pequena só tinha 5 anos quando foi diagnosticada.

Ela precisava de um transplante de fígado com urgência ou morreria.

Cecília não pensou duas vezes e doou parte do próprio fígado para Aitana.

Hoje a menina brinca normalmente, corre, pula, como qualquer outra criança.

Felizmente, muitos finais felizes como este ocorreram e ocorrem na história porque mães se entregam por seus filhos.

Você concorda que o amor de mãe é provavelmente o mais intenso do mundo, não é?

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

VEJA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

PUBLICIDADE