Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Um truque para usar sempre – como cortar cebola sem chorar

Você já se deu conta do quanto a culinária depende da cebola?

Pense bem: preparo de carnes, molhos e saladas ficam mais saborosos com esse ingrediente especial.

O interessante é que a cebola é democrática.

Está na mesa de todo mundo, desde as barraquinhas de cachorro-quente até os restaurantes mais caros da cidade.

Portanto, ela é mesmo indispensável na nossa cozinha.

Acontece que muita gente é sensível ao sumo da cebola.

Como você já deve saber, a cebola, quando é cortada, libera uma substância que faz arder os olhos e nos faz chorar.

O segredo está na forma como ela é cortada, acredite.

Você não precisa evitar usar esse ingrediente tão saboroso por causa do desafio que é ficar perto dele.

As pessoas costumam recomendar que a cebola seja descascada e cortada dentro d’água.

Isso não é bom!

Além de tirar o sabor,  tira muitas propriedades.

O chef Jack Scalfani, dono de um dos melhores molhos do mundo, sabe o truque certo para cortar cebolas.

Segundo ele, a substância que nos faz chorar é liberada quando cortamos aquela parte “cabeluda” da cebola, sabe?

Sim, estamos falando do bulbo.

Portanto, se você remover o bulbo da cebola, logo, não vai sentir necessidade de lacrimejar.

Veja o vídeo e depois leia nossa explicação – em português – logo abaixo.

Vamos lá!

1. Coloque a cebola com a raiz para cima.

2. Feito isso, fure profundamente a cebola com a ajuda de uma faca.

3. O corte deve ser feito em todo o redor da cebola, de forma que, quando for tirar o bulbo, ele saia no formato de uma coxinha – largo em cima e fino embaixo.

4. Para não estragar o bulbo, você pode colocar num triturador ou liquidificador.

Saiba que este é justamente o pedaço perigoso, que elimina o “gás”.

5. O que sobrar basta descascar e cortar, conforme pede a receita.

Agora não tem desculpas!

Já pode usar um dos melhores temperos na sua cozinha e sem chorar!

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO