Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Um antigo remédio da vovó para você parar de sofrer com dor no joelho!

Para a maioria dos atletas, o joelho é a articulação mais importante do corpo.

Com ele, podemos correr, agachar, sentar e fazer muitos outros movimentos comuns no dia a dia.

Portanto, lesionar o joelho é sempre um grande problema.

Infelizmente, com tantas atividades, a pressão sobre os joelhos é grande e isso resulta no desgaste – principalmente entre os idosos.

Neste post, daremos uma solução que foge dos tradicionais anti-inflamatórios farmacêuticos.

Trata-se de um remédio natural que alivia a terrível dor.

No entanto, antes de mais nada, procure rever sua rotina e descobrir a causa desse desconforto.

Consulte um bom médico, investigue.

Geralmente, a dor é resultado de alguma lesão, excesso de esforço, excesso de peso ou artrite.

Se você está com excesso de gordura, lembre-se de que os joelhos suportam grande parte do seu peso.

Isso significa que pessoas obesas acabam desgastando muito mais essa região do que quem é mais leve.

Aqui está a receita:

INGREDIENTES

1 gema de ovo

2 colheres (chá) de sal do Himalaia ou outro sal integral; nunca com sal comum)

MODO DE PREPARO

Misture os dois ingredientes e mexa bem.

Com a ajuda de um pedaço de algodão, passe a mistura nos joelhos, fixando esse algodão com um elástico.

Deixe agir por 2 horas e depois remova.

Repita o procedimento quatro vezes por dia.

A receita funciona porque o sal integral, graças à presença do magnésio, é capaz de combater inflamações e aliviar as dores.

Já a gema de ovo fornece ao corpo vitaminais e minerais, fortalecendo os ossos, tecidos e ligamentos.

Se desejar, aplique uma pedra de gelo nas articulações 4 ou 5 vezes por dia.

E, para reforçar, passe óleo essencial de mostarda (vende-se em lojas de produtos naturais).

São três tratamentos simples que juntos fazem toda a diferença.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM