PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Trabalhar em casa: como ser produtivo sem afetar a saúde e o bem-estar

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Fazendo boas escolhas, é possível manter-se saudável e produtivo para aproveitar as vantagens que trabalhar em casa oferece.

Home Office é uma expressão que, desde alguns anos, vem se tornando cada dia mais popular.

Entretanto, com a enorme transformação que a pandemia causou ao redor de todo o mundo, este método de trabalho deixou de ser apenas uma possibilidade em crescimento para se tornar a realidade da grande maioria dos profissionais.

Com isso, surge uma pergunta: como, afinal, administrar bem a tarefa de trabalhar em casa?

O desafio não é pequeno.

Aliar ambiente profissional e pessoal, em uma constante luta para equilibrar as duas coisas, pode gerar tensões.

Consequentemente, a saúde física e a mental podem ser abaladas. Para que isso não aconteça, adotar algumas medidas é fundamental.

Selecionamos alguns hábitos simples que você pode assumir para conseguir manter a produtividade no trabalho remoto sem que sua saúde e seu bem-estar sejam ameaçados.

Quer conhecê-los?

Veja agora!

Defina horários

Pode parecer óbvio à primeira vista, mas o estabelecimento de horários é uma das maiores dificuldades de quem trabalha em esquema de home office.

Como existe uma autonomia muito grande na hora de decidir quando e quanto trabalhar, é mais fácil errar a mão e alcançar algum extremo: excesso ou falta.

Planejar seus horários permite que você consiga trabalhar em casa por tempo o suficiente para alcançar os resultados desejados sem exagerar e afetar o período que dedica a outras esferas da sua vida.

Procure fazer um planejamento semanal ou mensal com a quantidade de horas que serão trabalhadas e não caia na tentação das horas extras.

Sua mente agradece!

Eleja um lugar específico da casa

Trabalhar em casa dá uma sensação maior de liberdade nós sabemos. Mas isso não quer dizer que manter uma rotina não é importante.

Trabalhar cada dia em um cômodo diferente ou escolher a cama como local de trabalho pode fazer com que seja complicado enxergar sua atividade como um trabalho de fato.

O risco a longo prazo é surgir uma sensação de pouca produtividade, que é capaz de gerar estresse e ansiedade.

Como se esse já não fosse problema suficiente, surge também a sensação de não desligamento.

Quando você trabalha em um escritório, chega em casa e deita na sua cama, há uma desconexão das tarefas do dia e a imersão em um ambiente de conforto.

Seu cérebro separa as duas coisas.

O que não acontece se o seu cenário de serviço e descanso passarem a se tornar uma coisa só.

Por isso, selecione um espaço específico da casa onde realizar suas tarefas.

Não precisa ser nada grandioso, uma mesinha em um cantinho mais tranquilo e iluminado já é o suficiente.

Deixe ali tudo o que precisa e reconheça-o como seu espaço de trabalho.

Cuide da postura e crie intervalos

Quando falamos sobre risco à saúde física no trabalho remoto o primeiro fator que surge na cabeça são as horas passadas de frente para o computador, sentado em uma cadeira.

Com o tempo, essas atividades podem se transformar em um perigo para a coluna e o corpo em geral.

Para minimizar os efeitos nocivos da combinação, fique sempre de olho na postura.

Mantenha ombros e quadris alinhados, os pés apoiados no chão, joelhos abaixo do quadril, e opte por uma cadeira cujo encosto se adapte à curvatura de sua coluna.

Fazer pausas de tempos em tempos para pequenas caminhadas por outros cômodos da casa também ajuda.

Inclusive, elas são extremamente necessárias para que você não descuide da alimentação e da água.

Não abra mão dos intervalos!

Considere criar o próprio som ambiente

Sentar para trabalhar em casa e se deparar com toda uma sinfonia de barulhos no trânsito ou obras no vizinho é desanimador.

Além do mais, a poluição sonora gera bastante irritação e ainda provoca uma baita dor de cabeça no fim do expediente.

Para impedir que ela atrapalhe seu desempenho e seu bem-estar, que tal abafá-la com seu próprio som ambiente?

Anular o ruído externo não é uma missão tão difícil.

Aposte no fone de ouvido e invista no tipo de som que melhor faz parceria com sua tranquilidade, concentração e produtividade.

Pode ser uma playlist de músicas instrumentais, sons da natureza (chuva, vento, cachoeira ou passarinhos cantando, por exemplo) ou até mesmo o ruído branco — sinais sonoros em que todas as frequências têm a mesma potência, como nos casos de um ventilador ou ar-condicionado ligado.

É só escolher seu estilo favorito e contar com o YouTube ou com aplicativos de celular para ter acesso aos sons.

Valorize o contato social

Um dos pontos fracos do trabalho home office é a facilidade com que o profissional pode se sentir sozinho ou isolado em determinados momentos.

Afinal de contas, o contato e interação com colegas de serviço é consideravelmente menor.

A situação ainda se agrava quando levamos em conta a atual situação e o contexto da pandemia.

Pensando nisso, valorize sempre as possibilidades de contato social feitas de forma virtual.

Procure participar das reuniões, busque conversar e estabelecer conexões com quem trabalha da mesma forma que você, forme parcerias.

Dentro desse contexto, saber equilibrar vida profissional e pessoal também é crucial.

Curta os momentos em família e esteja sempre em contato com os amigos.

Fazendo boas escolhas, é possível manter-se saudável e produtivo para aproveitar as vantagens que trabalhar em casa oferece.

Não deixe de seguir as recomendações e um ótimo trabalho!

Mais Lidas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade.