Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Top 8 alimentos para melhorar a memória, o foco e o humor

Com o passar dos anos, não só a nossa aparência envelhece, mas também  nossa memória e funções cognitivas, como atenção, percepção, linguagem e funções executivas.

Uma das maneiras de viver muito e com saúde é praticar exercícios físicos, socializar-se com amigos e familiares e se engajar em atividades intelectualmente estimulantes, como leitura, xadrez e quebra-cabeças.

Mas todos sabemos que os alimentos que comemos também são fundamentais para a função cognitiva.

Por isso, fique atento!

Se você comer regularmente os oito alimentos listados abaixo, conseguirá manter uma mente saudável por muito mais tempo.  

1. Peixes gordurosos

Os ácidos graxos ômega 3 são alimentos poderosos para o cérebro.

Eles são encontrado em frutos do mar e marisco, sendo as melhores fontes os peixes gordurosos como salmão, atum, arenque, anchova, sardinha, cavala e truta.

Pesquisas comprovaram que, durante a gravidez, as mulheres que consumiam frutos do mar regularmente ou tomavam suplemento com óleo de peixe tinham aumentado o crescimento fetal no útero, o que proporcionou um aumento no desenvolvimento do cérebro e dos olhos do bebê.

Mães que tomaram óleo de peixe durante a amamentação tiveram filhos com maior inteligência verbal e memória de reconhecimento visual aos quatro anos de idade; mulheres que não consumiram ômega 3 durante o mesmo período viram seus filhos tendo habilidades sociais reduzidas e QI mais baixo.

Mesmo na fase adulta, nosso cérebro ainda se beneficia com os ácidos graxos ômega 3.

Tomar um suplemento diário de óleo de peixe por mais de 30 dias gera um aumento considerável para o desempenho cognitivo, atenção e tempo de reação em comparação com um placebo.

Indivíduos com idade de 50 a 75 anos experimentaram melhor função executiva e memória e um aumento no volume de massa cinzenta.

Além de aumentar a capacidade intelectual, os ácidos graxos ômega 3 ajudam a estabilizar o humor e são um preventivo eficaz para a depressão clínica e outras doenças psiquiátricas graves.

2. Frutas vermelhas

Uma fonte abundante de antioxidantes e fitoquímicos, as pequenas frutas vermelhas são excelentes alimentos para o cérebro.

Enriquecidas com antocianinas, ácido cafeico, catequina, quercetina, kaempferol e taninos, elas não apenas protegem o cérebro de doenças neurodegenerativas, mas também melhoram a memória, o aprendizado e as habilidades cognitivas gerais.

Morango, mirtilo, amora, framboesa e outros tipos de frutos silvestres alteram a forma como os neurônios do cérebro se comunicam, diminuindo processos inflamatórios que podem danificar os neurônios, aumentando a neuroplasticidade e a neurotransmissão.

As frutas vermelhas também podem prevenir ou retardar o aparecimento de doenças relacionadas com a idade, como a doença de Alzheimer e a doença de Parkinson.

O motivo são as suas propriedades antioxidativas, anti-inflamatórias e antivirais.

3. Nozes

São ricas em nutrientes, proteínas, fibras, vitaminas, antioxidantes e outros fitoquímicos que contribuem para a saúde metabólica e cardíaca.

Geralmente, todos os tipos de castanhas – amendoins, amêndoas, nozes e noz-pecã, por exemplo – contêm ácidos graxos monoinsaturados e poli-insaturados que melhoram a sensibilidade à insulina, reduzem o risco de câncer e diminuem a inflamação crônica.

Em um estudo, 2.613 homens e mulheres com idade de 43 e 70 anos foram submetidos a uma bateria de testes neuropsicológicos duas vezes, com cinco anos de intervalo.

Aqueles que comiam nozes regularmente tiveram melhor funcionamento cognitivo (memória, velocidade de processamento de informações e flexibilidade cognitiva) no início e tinham um menor risco de declínio mental durante testes subsequentes.

4. Cúrcuma (açafrão-da-terra)

O açafrão, aquele tempero amarelo e picante, é mesmo uma das ervas mais curativas e dinâmicas plantas do planeta.

Estudos sobre a curcumina, seu principal componente medicinal, mostraram que ela reforça a saúde física para melhorar a imunidade, defender-se da depressão, ajudar na digestão e proteger o coração.

Aplicado topicamente, é um excelente tônico para a pele com fortes propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes, antienvelhecimento e anticâncer.

A curcumina também protege contra o aparecimento da doença de Alzheimer, pois alivia o estresse oxidativo, neutraliza os radicais livres, inibe enzimas pró-inflamatórias e retarda a degradação dos neurônios.

5. Vegetais Crucíferos

Os vegetais crucíferos, como brócolis, couve, couve-flor e couve-chinesa e couve-de-bruxelas, fornecem uma boa fonte de vitamina K – um nutriente essencial para a sinalização de células cerebrais.

Embora os dados sobre o papel da vitamina K na cognição e no comportamento sejam limitados, novas evidências sugerem que ela pode melhorar a memória em adultos mais velhos.

Uma análise com 320 homens e mulheres saudáveis ​​com idade entre 70 e 85 anos descobriu que aqueles que tinham maior concentração de vitamina K no corpo tinham melhor memória episódica – a capacidade de codificar, armazenar e recuperar eventos e experiências recentes ou passados.

6. Café

Beber algumas xícaras de café todos os dias tem grandes benefícios para a saúde do cérebro.

Embora a bebida seja uma boa fonte de vários antioxidantes, é a cafeína do café que é boa para a sua massa cinzenta: aumenta o estado de alerta, o que melhora o tempo de reação, a atenção visual e o aprendizado passivo.

Quando consumido com moderação, o café aumenta o humor e diminui o risco de depressão.

A cafeína também fornece efeitos neuroprotetores: melhora a memória de trabalho e o tempo de reação em adultos mais velhos (particularmente mulheres).

Beber uma xícara de café pela manhã pode prevenir o declínio cognitivo entre a manhã e a tarde nos idosos.

Pesquisas defendem a tese de que aqueles que bebem café habitualmente têm um risco significativamente reduzido de desenvolver a doença de Alzheimer e a doença de Parkinson.

Mas cuidado!

Muita cafeína pode causar ansiedade e insônia.

Top 8 alimentos para melhorar a memória, o foco e o humor - Cura pela Natureza

7. Chocolate amargo

Quando composto de 70% a 100% de cacau puro, o chocolate é uma excelente fonte de flavanóis, polifenóis, proantocianinas e outros antioxidantes.

Em um grande estudo longitudinal envolvendo 968 participantes entre 23 a 98 anos de idade, o consumo regular de chocolate amargo foi associado com melhor desempenho cognitivo e proteção contra o declínio cognitivo relacionado à idade.

Os participantes que consumiram o chocolate mais escuro apresentaram melhores escores na memória de trabalho, memória episódica, memória visual-espacial, organização e raciocínio abstrato.

8. Sementes de girassol, linhaça e abóbora

A semente de girassol é uma boa fonte de vitamina E e tiamina, ambas vitais para uma mente em pleno funcionamento.

Estudos têm mostrado que a vitamina E suporta a função cerebral saudável, melhora o desempenho cognitivo e reduz o risco de demência mais tarde na vida.

Da mesma forma, pessoas com deficiência de tiamina correm um risco muito maior de desenvolver a doença de Alzheimer e Parkinson.

Sementes de girassol também são ricas em triptofano, um aminoácido essencial que estimula os receptores de serotonina no cérebro.

A serotonina está envolvida tanto no humor quanto no aprendizado, com níveis mais baixos associados a várias deficiências cognitivas e níveis mais altos, tendo um impacto benéfico na memória e na atenção.

A semente de linhaça é uma das melhores fontes vegetais para alimentar o cérebro com ácidos graxos ômega 3.

A linhaça também é uma excelente fonte de tiamina e vitamina K.

Sua riqueza de outras vitaminas do complexo B, como folato e niacina, garante a proteção do cérebro contra o declínio cognitivo.

A sementes de abóbora não só contém vitamina K, ácido fólico e tiamina, mas também está cheia de minerais benéficos para o cérebro, como magnésio, ferro e  cobre.

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO