- PUBLICIDADE -

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Descubra se o mel que você comprou é puro ou foi adulterado

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Existem testes que ajudam a revelar se um mel é verdadeiro ou falsificado.

O mel possui propriedades que tornam seu uso muito recomendado para várias situações.

Entre os fatores que explicam os vários benefícios do mel, está a composição química criada pelas abelhas.

Por exemplo, o mel pode ficar armazenado por um bom tempo sem estragar

Ele é extremamente ácido, o que ameaça as bactérias e outros microrganismos.

As abelhas também adicionam a enzima enzima glicose oxidase, originando o peróxido de hidrogênio, que é um poderoso bactericida, fungicida e antiviral.

O mel possui ação anti-inflamatória, antibacteriana e é rico em diversos minerais e nutrientes, com destaque para o potássio e carboidratos.

Infelizmente, estamos vivendo em um época em que grande parte da comida, além de não ser natural, muitas vezes é falsificada.

Com isso, infelizmente, existem no mercado diversas marcas que adulteram seu produto.

No caso do mel, geralmente adicionam soluções de glicose ou até mesmo produtos com alto teor de água e pouca qualidade.

Mas alguns truques podem revelar se o mel adquirido é de boa qualidade ou sofreu alguma adulteração durante o processamento.

Leia o rótulo

Sempre leia a lista de ingredientes.

Fazendo isso, você já vai ter uma ideia se está comprando um produto puro ou modificado.

 Analise se não contém nenhum ingredientes como xarope de milho ou glicose.

Geralmente esses dois aditivos são usados para liquidificar o mel, impedindo a solidificação.

Todo mel sempre está em estado líquido, mas, quando se inicia o processo de solidificação, ele deve se cristalizar.

Portanto, ao observar o mel antes de comprar, se o conteúdo estiver cristalizado significa que é puro.

Caso contrário, desconfie do que está adquirindo e, por via das dúvidas, evite a compra.

Teste da água

Primeiramente encha um copo de água e em seguida adicione uma colher de sopa de mel.

Se quando submergido na água ele permanecer unido, como um sólido, é sinal que o mel é puro.

Entretanto, caso ele se dissolva, significa que sofreu adulterações e não é um produto puro.

Teste com fósforo

Outra forma para descobrir se o mel é puro ou não é colocá-lo em uma xícara ou panela e tentar queimá-lo com um palito de fósforo.

Se o fósforo ficar aceso e queimar um pouco do mel, significa que o produto é puro.

Se o fogo se apagar imediatamente e não queimar, indica adulteração e baixa qualidade, pois a umidade decorrente da mistura de outros ingredientes impede a chama de queimar.

Teste da água com vinagre

Este teste para descobrir a originalidade do mel também é muito simples.

Misture uma colher (chá) de mel em um pouco de água, adicione cinco gotas de vinagre e observe a reação.

Caso ocorra a formação de espuma, é sinal que o produto foi modificado.

Se não ocorrer, significa que o mel é puro.

Essas são as formas mais simples para descobrir se o seu mel é de qualidade ou foi adulterado.

Dessa maneira, você terá mais segurança quando for comprar, aproveitando o máximo dos seus nutrientes e benefícios.

Mais Lidas