Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Terapia reiki: a experiência de transformar-se


O reiki, originado das tradições tibetanas, é um sistema de cura natural que une os princípios da medicina oriental às antigas práticas dos samurais e à filosofia da psicologia budista.


Sistematizado no século XIX no Japão pelo monge budista tendai Mikao Usui, o reiki tem por objetivo regularizar o fluxo energético do corpo, desobstruir os meridianos e equilibrar os chacras.


O reiki funciona em perfeita harmonia com todas as terapias, inclusive com a terapia floral, e é um excelente e já comprovado apoio na cicatrização pós-cirúrgica e no tratamento complementar contra o câncer.


O tempo do tratamento, como qualquer outro, depende única e exclusividade da situação individual de cada um. Todo ser humano é pura energia, e é por isso que o reiki funciona fantasticamente.


Reiki é luz e saúde. Acalma, relaxa, traz de volta a essência perdida. É extremamente válido como prevenção dos desequilíbrios e também para a harmonização deles.


Atua maravilhosamente em todo ser humano e é fundamental para o equilíbrio dos centros energéticos dos nossos corpos sutis – chacras. A primeira sensação de quem sai de uma sessão de reiki é de leveza, alegria e beleza.


O reiki não tem contra-indicação nem efeitos colaterais, mas é preciso saber a história do paciente para uma melhor atuação. O reiki puxa da memória das células os desequilíbrios mais antigos, de forma que é comum virem à tona antigos problemas psicossomáticos. Nesses casos, a pessoa deve continuar com as aplicações do reiki até que essas manifestações desapareçam.


Esse é um caminho leve e descontraído. O reiki nos leva a um processo profundo e incessante de transformação.


* Texto adaptado de:
http://luz-a-zul.blogspot.com
http://somostodosum.ig.com.br/f.asp?i=10631

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO