Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

SUS oferecerá seis fitoterápicos em 2010

Mais seis medicamentos fitoterápicos passarão a ser oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) a partir de 2010. No total, o SUS contará com oito remédios desse tipo.
Serão incluídos na relação oferecida à população remédios feitos com alcachofra, aroeira, cáscara-sagrada, garra-do-diabo, isoflavona da soja e unha-de-gato. Desde 2006 medicamentos produzidos com guaco e espinheira-santa estão disponíveis na rede. Os fitoterápicos só podem ser consumidos com orientação médica.
A médica Ceci Mendes Carvalho Lopes, presidente da Associação Médica Brasileira de Fitomedicina (Sobrafito), acredita que a medida pode diminuir o preconceito dos próprios médicos em relação aos fitoterápicos: “Existe um preconceito imenso que, na realidade, não tem sentido, mas está baseado no fato de muitas faculdades não terem fitoterapia no currículo. O médico tem receio de se comprometer com uma coisa que ele não conhece”.
Para a médica, se o medicamento existe e tem efeito comprovado, não há motivos para não usá-lo. “Não pode acreditar só na tradição popular. Desde que exista o respaldo científico, o fitoterápico é uma opção para o médico conforme cada caso”, afirma Ceci.
Lista de medicamentos oferecidos pelo SUS
Alcachofra – Tratamento de dores na região abdominal associadas a disfunções relacionadas ao fígado e à bile.
Aroeira – Usada na fabricação de produtos ginecológicos anti-inflamatórios.
Isoflavona da soja – Indicada no climatério (coadjuvante no alívio dos sintomas).
Unha-de-gato – Anti-inflamatório (oral e tópico) nos casos de artrite reumatoide, osteoartrite (artrose) e como imunoestimulante.
Guaco – Indicado para tosse, bronquite, asma, pigarro, rouquidão e inflamação na garganta.
Espinheira-santa – Indicada no combate a úlceras e problemas estomacais.
Cáscara-sagrada – Indicada na constipação ocasional (prisão de ventre).
Garra-do-diabo – Anti-inflamatório (oral) para dores lombares e osteoartrite (artrose).
Fonte de consulta:
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM