Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Suco de luz do sol

O suco luz do sol é um coquetel de vitaminas, minerais e clorofila.

Ele é muito forte e, por isso, nutre e desintoxica ao mesmo tempo.

Este suco pode ser consumido por pessoas de todas as idades, desde os 6 meses (quando sai do peito materno) até 80 ou mais anos.


O único cuidado é que para crianças (e iniciantes) precisamos pôr mais maçã, ervas mais doces e não exagerar na couve.

Crianças de colo, a partir dos 6 meses de vida, devem consumir de 1 a 2 colheres (sopa) a no máximo uma mamadeira de 150 ml.

Modo de fazer

Cortar uma maçã em pedaços pequenos e tirar as sementes grandes.

Colocar no liquidificador.

Usar um pepino como socador para auxiliar a extrair o líquido que mora dentro das hortaliças.

Acrescentar os grãos germinados, 1 folha verde comestível, 1 legume e 1 raiz escolhida, variando as hortaliças sempre que possível e privilegiando as de produção orgânica.

Coar em um pano e beber logo em seguida.

Sugestão de legumes, folhas e raízes: cenoura, couve, acelga, salsão, aipo, abóbora, maxixe, batata-doce, inhame, quiabo, couve-flor, abobrinha, nabo, beterraba. 
Como germinar grãos

1 – Colocar de uma a três colheres de sopa de grãos em um vidro e cobrir com água limpa. A semente de girassol a ser germinada deve ser sem casca.

2 – Deixar de molho por uma noite (8 horas).

3 – Cobrir o vidro com filó e prender com elástico. Despejar a água e enxaguar bem sob a torneira.

4 – Colocar o vidro inclinado em um escorredor em um lugar sombreado e fresco.

5 – Enxaguar pela manhã e à noite. Nos dias quentes, é preciso lavar mais vezes. Os grãos iniciam sua germinação em períodos variáveis. Em geral, estão com sua potência máxima logo que sinalizam, o processo do nascimento, quando ficam prontos para serem consumidos.
Sugestões de sementes – todas as sementes comestíveis tanto pelo homem como pelos pássaros: girassol, painço, niger, colza, aveia, trigo, linhaça, arroz, soja, centeio, gergelim, grão-de-bico, amendoim, lentilha, nozes, castanha-do-pará, amêndoas, ervilha, feno-grego, etc.

 Um dos ingredientes mais importantes é a “grama” do trigo. Muito rica em clorofila, é encontrada em mercados e muito fácil de ser plantada em casa. É só comprar sementes de trigo e colocar em bandejas de isopor ou copos plásticos. Basta regar que ela brota, nem precisa de terra. O ideal é comer enquanto está verdinha, até a altura de cerca de um palmo.

Receita de Ana Branco, designer e professora da PUC-RJ.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM