Secador solar para desidratação de alimentos | Cura pela Natureza.com.br

Secador solar para desidratação de alimentos

-->
Os alimentos desidratados são valiosa fonte de nutrientes. A perda de água pela secagem deixa-os concentrados, e por isso eles podem ser usados em menor quantidade do que os outros alimentos.

Com a secagem ao sol, os alimentos passam por um processo de energização e adquirem especial capacidade de vitalizar corpos sutis. A versatilidade desses alimentos e as possibilidades de conservação que oferecem os tornam extremamente úteis para os tempos atuais. Frutas, legumes e vegetais em geral podem ser desidratados em um eficiente e prático secador solar doméstico. O processo permite que o sabor e a qualidade nutricional sejam mantidos sem o uso de técnicas artificiais nocivas à saúde.


MATERIAIS
  • Três placas de isopor de 1 m x 0,50 m, com espessura de 30 mm
  • Três tubos de cola para isopor
  • 1 m de tela de náilon fina
  • 1 vidro plano transparente de 3 mm de espessura, do tamanho da caixa de isopor
  • 200 g de pregos torcidos de 18 mm x 27 mm (telheiro onda 24)
  • 1 pincel de 3 cm
  • Papel-alumínio para forrar a caixa
COMO FAZER

  • Use uma placa de isopor inteira para o fundo da caixa.
  • Corte outra placa ao meio para os dois lados maiores.
  • Corte outra placa para os dois lados menores.
  • Cole as partes, formando uma caixa de 94 cm x 44 cm. Coloque os pregos nos cantos, para deixá-la firme.
  • Corte duas aberturas de 30 cm x 4 cm nos lados menores da caixa: uma na parte de baixo e outra na de cima, a partir do quarto centímetro, tanto de baixo para cima quanto de cima para baixo.
  • Recorte dois pedaços de tela e prenda-os com alfinetes no isopor, tampando as aberturas descritas no item anterior. Recorte, do isopor que sobrou, pedaços de 3 cm de largura e cole-os nas extremidades das aberturas, fazendo uma moldura para a tela.
  • Forre todo o interior da caixa com papel-alumínio, deixando as duas aberturas laterais livres.
  • Faça uma armação retangular de madeira, de 90 cm x 40 cm, e acrescente-lhe pés de 10 cm de altura. Cubra-a com a tela, que deve ser presa na parte de baixo. Essa armação revestida com a tela deverá ficar dentro do secador. Sobre a tela se colocarão frutas ou legumes para desidratar. Faça outra armação de madeira, 1 cm maior que a caixa, para receber o vidro que servirá de tampa. Essa armação deve ter baguetes laterais para fixar o vidro.
PREPARO DE ALGUMAS FRUTAS PARA DESIDRATAÇÃO

Abacaxi

Descasque e corte a fruta em rodelas de aproximadamente 1 cm de espessura. Retire o miolo com um vazador. Corte as fatias em três ou quatro pedaços iguais e coloque no secador. Desidrate os miolos separadamente. Você pode fazer o vazador com um tubo de PVC de 1 ou 1 ½ polegada, lixando uma das extremidades para torná-lo cortante.


Banana

A banana que melhor responde à secagem é a banana-caturra ou banan-nanica. Corte-a ao meio nos dois sentidos para facilitar a secagem, mas ela pode ser desidratada inteira. A banana-ouro, por ser pequena, não precisa ser cortada. A banana-da-terra e a banana-marmelo também podem ser desidratadas, mas devem ser cortadas em rodelas.

Caqui

Corte ao meio ou em quatro partes. Seque com a face cortada virada para cima. Retire uma parte da casca para facilitar a secagem. A fruta deve estar semimadura. Você também pode bater o caqui no liquidificador, formando uma pasta bem grossa, e colocá-lo no secador em uma assadeira.

Maçã

Descasque a fruta, corte em quatro partes ou em rodelas finas. As cascas podem ser desidratas à parte e servem para fazer chá, colocadas em granola ou transformadas em pó. Mas só use a casca se a maçã for orgânica.


Manga

Corte a fruta em fatias, no sentido mais largo da polpa, e divida em patês iguais. As cascas também podem ser desidratadas, como as da maçã.

Uva

Lave bem as uvas, retire-as do cacho, mergulhe em meio litro de água com suco de um limão. Dê preferência a uva sem sementes.

Legumes

Os legumes que crescem sob a terra, como beterraba, cenoura, nabo e batatas em geral, precisam ser descascados. Os aéreos, como jiló, chuchu, pepino, tomate e berinjela, podem ser preparados com casca. Todos devem ser cortados em rodelas finas ou em palitos.
USO DE ALIMENTOS DESIDRATADOS

Os alimentos desidratados podem ser transformados em pó e adicionados a sopas, caldos e mingaus. Em forma granulada, podem ser cozidos com arroz ou outros cereais.
Em pó ou em pedaços, podem ser usados como ingredientes de pães, bolos e biscoitos.
As frutas desidratadas podem ser ingeridas em pedaços, cruas. Devem ser bem mastigadas, para que se reidratem na boca.


Texto adaptado do Boletim de Sinais n°. 13, maio a agosto de 2002.