- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Seu cachorro é muito agitado? Saiba como melhorar isso naturalmente

Saiba como melhorar, utilizando métodos naturais, o comportamento do seu cãozinho se ele for muito agitado.

Não é incomum encontrar uma pessoa relatando que seu cãozinho é muito agitado ou até mal comportado.

Esse fenômeno ganha ainda mais proeminência em se tratando de algumas raças, como os pequenos Pinschers, ou até animais de grande porte, como os Rottweilers.

Ainda não há consenso entre os especialistas para apontar o que exatamente torna esses animais tão hiperativos e até agressivos.

Contudo, muito provavelmente fatores genéticos, alimentares e ambientais influenciam no comportamento dos cães.

Infelizmente em alguns casos o animal é tão agitado que os donos não conseguem lidar com ele e acabam o abandonando.

Porém, por outro lado existem pessoas que nem pensam em fazer isso, pois amam os seus cãezinhos.

Para ajudar essas pessoas, criamos este artigo.

Nele, apontaremos algumas ações que podem ser feitas por donos de cachorros agitados que estão atrás de uma solução alternativa para o problema.

Continue lendo!

Remédios naturais que podem regular o comportamento de cães hiperativos

Com toda certeza o segredo da hiperatividade canina passa pelas substâncias que circulam nos corpos desses animais.



Portanto, fornecer algumas substâncias que possam literalmente “acalmar os nervos” do seu cachorro pode ajudar, e muito.

Veja na lista abaixo alguns verdadeiros remédios naturais que podem acalmar o seu cãozinho agitado.

  • Aveia, por causa das suas propriedades calmantes;
  • Chá de camomila, também conhecida por ser um calmante natural;
  • Chá de valeriana, que pode reduzir o estresse a excitação dos cães;
  • Suplemento de L-Teanina, que pode atuar como um reorganizador das funções cerebrais do animal;
  • Suplemento de Tiamina, que ajuda a diminuir a irritabilidade do cão, atuando diretamente no seu sistema nervoso central.

Todos os remédios naturais apresentados podem ser misturados com a água que o cãozinho bebe, no caso dos chás, e com a sua comida, no caso das outras substâncias.

Além disso, uma outra boa dica é colocar um infusor com óleo essencial de lavanda ou camomila para incensar o local onde o animal dorme.

As propriedades do incenso também ajudarão a acalmá-lo.

Atenção: se o seu cachorro está passando pelo tratamento de alguma infecção fúngica, não coloque aveia em sua alimentação, pois ela pode aumentar ainda mais a infecção.

Hábitos saudáveis que podem acalmar o seu cachorro

Agora, conheça a seguir alguns hábitos que você pode passar a adotar junto com o seu cãozinho, a fim de torná-lo mais calmo.

Forneça uma alimentação saudável ao cãozinho

Assim como nós, os nossos animais de estimação também “são o que comem”.

Portanto, esteja atento aos alimentos que fornece para o seu cãozinho.

Comidas muito condimentadas e principalmente açucaradas podem aumentar o metabolismo dos animais, tornando-os hiperativos.

Além disso, conservantes e corantes também podem torná-los mais irritáveis, além de favorecer o aparecimento de doenças.

Prefira alimentos naturais e rações 100% orgânicas.

Leve-o para praticar atividades físicas

Outra grande semelhança que o organismo canino tem com o organismo humano é a necessidade de praticar atividades físicas.

Para cães menores que precisam ficar em casa a maior parte do tempo, é indicado comprar alguns brinquedos para que eles possam correr pela casa.

Já para animais de médio e grande porte, o ideal é uma caminhada de pelo menos 30 minutos.

Você pode fazer isso pela manhã, no final da tarde ou à noite, em sessões de passeio pelo quarteirão, por exemplo.

As atividades físicas têm o poder de estimular o corpo e também a mente dos animais agitados.

Faça treinamentos comportamentais com ele

Uma grande tática que pode regular definitivamente o comportamento do seu cão é exatamente treiná-lo para que se comporte adequadamente.

Você mesmo pode fazer isso, ou pode contratar um adestrador de cães.

Essa opção não é tão simples e cômoda, além de exigir bastante paciência, mas pode dar ótimos resultados.

Crie uma rotina para o animal

Por fim, mas não menos importante, uma maneira de adestrar o seu cão é criando uma rotina para ele.

Busque ter horários certos para alimentá-lo, para praticar atividades físicas com ele e também para treiná-lo, se isso for possível.

Caso o animal perceba uma irregularidade na rotina, pode acabar ficando estressado e irritado.

Em todo caso, leve o seu animal a um veterinário

Antes de finalizar o nosso artigo, queremos dar mais do que uma dica, mas um conselho: tenha um veterinário de confiança para acompanhar o seu cãozinho.

Alguns desses animais apresentam um mau comportamento por terem algum tipo de doença subjacente, que nem mesmo você percebeu.

Estamos falando de diabetes, hipertensão, tumores, parasitas intestinais e outras enfermidades.

Portanto, leve sempre o seu animal para consultas regulares com um médico veterinário, a fim de evitar que ele não apenas se comporte mal, mas que venha a falecer.

Se o animal apresentar mau comportamento repentino ou não melhorar com nenhum estímulo, acenda o sinal vermelho e procure um veterinário com urgência.

- PUBLICIDADE -

Veja Também

Redes Sociais

3,436,539FãsCurtir
159,642SeguidoresSeguir
583,795SeguidoresSeguir
522SeguidoresSeguir
3,927SeguidoresSeguir
564,000InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -