Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Se você tem insônia, cuidado: estas 6 doenças podem ser causadas pela falta de sono

Qualidade de sono é algo que devemos preservar com bastante zelo.

Se você é uma pessoa que dorme pouco e não se importa com uma noite maldormida, cuidado!
 
Há pelo menos 6 doenças que podem se desenvolver como consequência desse descuido.
 
Preocupações cotidianas são os principais motivos que causam insônia.
 
Então, por causa delas, muita gente acaba não dormindo as 7 ou 8 horas ideais (diariamente).
 
Veja os riscos:
 
1. Diabetes
 
A insônia geralmente nos faz "atacar" a geladeira de madrugada e dificilmente é para consumirmos alimentos saudáveis.
 
O comum mesmo é o consumo de alimentos doces, como chocolate e sorvete, que causam diabetes.
 
2. AVC
 
Derrames e pressão alta estão ligados à falta de sono, que libera altos níveis de substâncias químicas em nosso organismo.
 
 
3. Osteoporose
 
A falta de sono durante a noite causa a diminuição da densidade mineral óssea, favorecendo a formação desta doença.
 
4. Perda de memória
 
O cérebro não funciona bem quando não descansamos durante a noite.
 
O resultado disso é uma perigosa perda de memória, que se agrava com o passar dos anos.
 
5. Bexiga desregulada
 
Algumas pessoas sempre acordam de madrugada para fazer xixi, o que acaba interrompendo o sono.
 
Isso pode se tornar um círculo vicioso e a frequência da necessidade de ir ao banheiro pode ficar fora de controle.
 
6. Câncer de mama
 
Quem já sofreu deste mal sabe (ou devia saber) que a má qualidade do sono pode fazer o tumor retornar.
 
Isso porque o sono é fundamental para o correto funcionamento do nosso sistema de hormônios.
 
Como podemos ver, dormir mal não é brincadeira.
 
Se você tem problemas para dormir, detecte a causa e garanta sua saúde e qualidade de vida.
 
Para ajudar, clique <AQUI> e conheça um excelente método para combater a insônia.​
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO