Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Saiba como evitar o ressecamento das mãos pelo uso do álcool gel

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O uso contínuo do álcool em gel exige cuidados para evitar o ressecamento das mãos.

O novo coronavírus, além de colocar o país em quarentena, elevou a demanda por álcool em gel nas farmácias e supermercados de todo o Brasil.

Isso porque, segundo o Ministério da Saúde, o uso do produto na versão 70% ajuda a evitar o contágio pelo vírus.

Entretanto, apesar do efeito positivo para evitar a contaminação, o uso excessivo de álcool em gel deixa as mãos ressecadas.

Isso porque a pele possui uma camada externa que é responsável pela hidratação e proteção.

Porém, essa barreira cutânea acaba ficando prejudicada devido à perda dos hidratantes naturais da pele por causa da ação antisséptica do álcool.

Além disso, o uso mais constante de sabão também acaba afetando a pele e contribuindo para que ela fique ressecada.

Portanto, nesta época de uso de álcool em gel é muito importante intensificar a hidratação, para evitar o ressecamento e o surgimento de doenças como dermatite.

Veja a seguir como fazer a prevenção e evitar que suas mãos fiquem ressecadas devido ao uso de álcool em gel.

Como evitar as mãos ressecadas

Opte em usar sabonetes com função hidratante.

Além disso, após cada lavagem ou aplicação de álcool, passe um hidratante.

Uma boa dica é fazer a hidratação das mãos antes de dormir.

Isso porque o hidratante ficará por mais tempo agindo na pele.

Alguns hidratantes que apresentam bons resultados são aqueles que possuem glicerina, ceramidas, óleos hidratantes e silicones em sua composição.

Quando estiver em casa, procure usar apenas sabonetes específicos para seu tipo de pele, reservando o álcool gel para situações em que você estiver fora.

Além disso, não lave as mãos na água muito quente.

Outra dica importante é estar atenta na hora da faxina, evitando o contato com substâncias, como detergente e produtos de limpeza.

Para isso, recomenda-se utilizar luvas para proteger as mãos.

Outra alternativa é fazer uma esfoliação a cada 15 dias para remover as células mortas da pele e potencializar a absorção dos agentes hidratantes.

Incorpore essas dicas simples ao seu dia a dia para manter suas mãos livres de vírus e bactérias e deixá-las hidratadas e macias.