Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Roer as unhas revela algo muito sério sobre a personalidade de quem tem este hábito!

Roer as unhas é um hábito muito comum entre muitas pessoas.

Esse curioso comportamento despertou o interesse de alguns pesquisadores e eles acabaram descobrindo que quem rói as unhas diz muito sobre sua personalidade.

Se você pensa que roer unhas só está ligado ao nervosismo e à ansiedade, engana-se!

Segundo um estudo publicado no Journal of Behavioral Therapy and Experimental Psychology, quem tem unhas roídas podem ser pessoas perfeccionista.

Dá para acreditar?

A pesquisa chamou a ação de “comportamento repetitivo centrado no corpo".

Outros comportamentos parecidos, que se encaixam nessa classificação, são o de mexer no cabelo e o de coçar a pele.

Um grupo de 48 voluntários fiz participou de um experimento: metade do grupo sofria com comportamentos repetitivos e outra metade não.

Todos se submeteram a um processo avaliativo, com questionários e outras atividades para que os profissionais observassem as emoções e personalidade de cada indivíduo.

Depois disso, todos foram colocados em cenários diferentes, a fim de se manifestarem com emoções específicas, como estresse, relaxamento, frustração e tédio.

Diante das circunstâncias, os que possuíam comportamentos repetitivos sentiram muita impaciência e insatisfação – exceto no espaço que estimulava o relaxamento.

Os perfeccionistas não conseguem ficar tranquilos quando realizam uma atividade.

O desejo de que tudo saia em perfeito estado faz com que a pessoa sempre esteja num ritmo acelerado e sofra com frustrações.

O corpo, para aliviar a sensação de urgência, estimula os comportamentos repetitivos.

Por isso, dependendo do caso, pode não ser um hábito maléfico, já que proporciona relaxamento como uma válvula de escape.

Mas esse não é o caso de quem rói unhas, porque o costume faz muito mal à saúde.

Isso porque colocar os dedos na boca cria um ambiente favorável à proliferação de fungos e bactérias.

Além disso, os ferimentos que podem causar nas cutículas são dolorosos e tendem a infeccionar.

Ou seja, roer unhas não é nada inofensivo.

É um hábito que representa uma ameaça à saúde.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO