Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Receitas de papinhas naturais para bebês

Entendemos que, para seu bebê crescer forte e saudável, é preciso cuidar principalmente da alimentação.

A partir dos 6 meses de idade, as papinhas naturais devem entrar na dieta do seu filho.

Mas não deixe de amamentar, pois o leite é essencial para a boa saúde do bebê.

Como é necessário estimular a mastigação, os pediatras recomendam que o alimento não passe pelo liquidificador, mas que seja amassado com o garfo.

É preciso ter paciência para que o bebê se acostume e descubra novos sabores.

Por isso, inicialmente, prefira papinhas mais doces, feitas com frutas (banana, maçã e mamão, por exemplo), pois o sabor se aproxima ao do leite materno.

Mas atenção: não acrescente mel nem açúcar – eles são contraindicados para crianças com menos de 1 ano de idade.

Veja algumas receitas naturais que podem ajudar no processo de nutrição do seu filho:

Papinha de cenoura e chuchu

INGREDIENTES

2 batatas  

2 cenouras  

2 chuchus  

300 ml de água filtrada

Um pouquinho de sal marinho

MODO DE PREPARO


Lave, descasque e corte em pequenos pedaços, as batatas, cenouras e chuchus, que preferencialmente devem ser orgânicos.

Em seguida, cozinhe até que fiquem bem macios.

Amasse a mistura com o garfo, até que ela fique bem pastosa.

Guarde na geladeira dentro de recipientes de vidro e os mantenha fechados.

Papinha de inhame

300 gramas de inhame

2 beterrabas

1 cebola

3 folhas de alface

1 colher (sopa) rasa de azeite extravigem de oliva

Um pouquinho de sal marinho

salsinha a gosto

MODO DE PREPARO

Lave bem todos os legumes e folhas (orgânicos, de preferência). 

Descasque-os e corte em pedaços pequenos.

Coloque-os para ferver em água filtrada.

Cozinhe até que os legumes fiquem bem macios. 

Depois, amasse tudo com o garfo, até que a papinha fique bem pastosa.

Guarde na geladeira dentro de recipientes de vidro e os mantenha fechados.

A alimentação de seu bebê tem que ser o mais fresca possível.

Por isso o ideal é ele consumir apenas papinhas feitas na hora.

Mas, se isso não for possível,  as papinhas salgadas podem ser congeladas por pouco tempo para não perderem o valor nutritivo.

Congele-as, porém, no máximo por 1 semana.

O mesmo não vale para as papinhas doces.

Estas têm que ser consumidas na hora e não podem ser congeladas.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM