Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Receita de sopa especial para combater e aliviar fibromialgia

A fibromialgia na verdade não é uma doença, e sim uma síndrome.

Ou seja, um conjunto de sintomas que incluem dor nas articulações, dor muscular, fadiga crônica e muitas dores inexplicáveis no corpo.

E esses sintomas (constantes) podem levar uma pessoa à depressão e ao esgotamento físico e mental.

A fibromialgia ataca mais as mulheres: 90% das vítimas são mulheres entre 35 e 50 anos.

E pode ter como causa fadiga, distúrbios do sono, depressão e ansiedade.

Mas a sua real causa real, porém, ainda não foi esclarecida.

O que se observa é que os níveis de serotonina são mais baixos nos portadores da doença e que desequilíbrios hormonais, tensão e estresse podem estar relacionados com a doença.

O tratamento natural da da fibromialgia prioriza uma melhora do estado emocional, o uso de vitamina D (sol e suplemento), a prática de exercícios físicos e da acupuntura.

E, como todo tratamento natural, o da fibromialgia exige especial atenção quanto à alimentação.

Assim, há seis alimentos que devem fazer parte da dieta de quem padece da doença:

– cravo

– couve

– cúrcuma (açafrão-da-terra)

– pimenta-caiena

– sálvia

– gengibre

Todos esses alimentos contêm substâncias muito úteis ao tratamento da fibromialgia.

A cúrcuma, o cravo e o gengibre, por exemplo, têm forte atividade anti-inflamatória.

E a couve é boa fonte de magnésio, que, só para você ter ideia da importância dele, participa de mais de 300 reações bioquímicas do organismo.

É importante também evitar o consumo destes alimentos:

– leite e derivados

– açúcar branco

– café e tudo que tenha cafeína

– glúten

– carnes processadas (salsicha, linguiça, fiambre, presunto, mortadela…)

– alimentos com glutamato monossódico

Nós vamos ensinar agora uma sopa que tem forte ação anti-inflamatória pela presença da cúrcuma (açafrão-da-terra) e do gengibre.

Esta sopa é, portanto, muito indicada aos portadores da doença, pois seu consumo frequente pode, em razão dos anti-inflamatórios naturais contidos nela, aliviar as dores da fibromialgia.

Eis a receita:



INGREDIENTES

1 colher (sopa) de azeite extravirgem de oliva ou óleo de coco

2 talos de cebolinho

1 folha de couve

1 pedaço de 4-5 centímentros de raiz de gengibre ou 1 colher (chá) de gengibre em pó

1 pedaço de 4-5 centímetros de raiz de cúrcuma ou 1 colher (chá) de cúrcuma em pó

1 litro de caldo de legumes (receita abaixo)

MODO DE PREPARO

Comece preparando o caldo de legumes: cozinhe em 1 litro de água 2 cenouras, 1 cebola, meio chuchu, alguns pedaços de abóbora e de inhame e uma pitadinha de sal.

Quando estiverem “al dente”, ou seja, nem muito duros nem muito macios, desligue o fogo e separe a parte líquida dos sólidos.

É esse líquido, o caldo de legumes, que você vai usar na sopa.

A parte sólida, você pode guardar na geladeira e usar no almoço ou no jantar.

Vamos começar de fato agora a preparar a nossa sopa.

Aqueça a panela em fogo médio.

Adicione o o azeite extravirgem de oliva ou o óleo de coco com um pouco de gengibre ralado ou em pó.

Coloque o caldo de legumes e deixe ferver.

Depois de ferver, ponha o açafrão e abaixe o fogo.

Pique o cebolinho e a couve e misture-os na sopa, espere um pouco e desligue o fogo.

Pronto!

Você já pode desfrutar desta sopa medicinal.

Se tiver salsinha em casa, use para decorar seu prato de sopa.

Pode tomá-la diariamente (ou sempre que possível) no almoço e/ou no jantar.

Se tiver problemas de tireoide, faça sem couve.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM