Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Receita com alho para eliminar herpes

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O herpes é uma doença que afeta muitas pessoas.

Ele se caracteriza por um leve ardor ou formigamento seguido por vermelhidão e edema, sintomas que duram cerca de três dias. 

Em casos mais graves, pode haver febre e dor de cabeça.

Após esta fase, nota-se o aparecimento de pequenas bolhas, na pele ou mucosas.

Depois, as bolhas se rompem liberando um líquido que contém novos vírus.

Esta é a fase mais contagiosa.

Por fim, as bolhas secam e formam crostas que se soltam e se cicatrizam.

O contágio da doença se dá, principalmente, através do contato físico (beijo e relação sexual). 

Há pessoas que têm quatro ou cinco crises anuais; outras apresentam crises frequentemente.

As formas mais comuns da doença são o herpes labial (foto) e o genital.

Existe outro tipo de herpes, conhecido popularmente de cobreiro, provocado por um vírus chamado varicela zoster. 

Este tipo de herpes é caracterizado por dor muito intensa.

Quais as causas da reativação do vírus?

A principal delas é a queda da imunidade, normalmente causada por estresse.

É por isso que é muito importante manter o corpo e a mente em equilíbrio, com boa alimentação, exercícios físicos e atitude positiva diante dos problemas da vida. 

Se o herpes atacar, tente a cura por meio de tratamentos naturais.

Uma excelente receita é a que vamos ensinar agora.

Ela é muito simples e, quem já fez, garante que ela é “batata”.

Anote:

Você vai pegar um dente de alho.

Vai descascar e dividir ao meio.

Uma das metades desse alho você vai espetar num garfo.

E vai levá-la ao fogo para dar uma leve aquecida e, depois, colocar em cima da ferida.

Segure uns três minutos em cima.

Se doer um pouco, não se preocupe, é normal.

Faça isso três vezes por dia.

Normalmente, no segundo dia do tratamento a pessoa já está curada.

DEIXE SEU COMENTÁRIO