domingo, 17 outubro 2021
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Pré-poo: saiba mais sobre a técnica capilar e como fazer para ter cabelos saudáveis

Esta técnica é perfeita para proteger e nutrir os fios, mantendo seus cabelos bonitos e saudáveis.

Cuidar bem dos cabelos vai muito além da estética e boa aparência, é uma questão de saúde e autoestima.

É por esse motivo que o mercado cosmético está cada vez mais aquecido, oferecendo inúmeros tratamentos e produtos capilares.

Porém, a maioria desses procedimentos custa caro e também o excesso de química acaba danificando os fios.

Por isso, é necessário estar sempre atento ao que vai usar em seus cabelos.

Sendo assim, hoje vamos ensinar uma técnica conhecida como pré-poo, que é perfeita para proteger e nutrir os fios.

Qualquer mulher pode se beneficiar da técnica pré-poo para ajudar a maximizar o condicionamento dos fios.

Porém, é mais indicado para quem tem fios ressecados, com muita química, cabelos cacheados, crespos e quem faz uso de chapinha e modelador de cachos.

Afinal, o que é pré-poo?

Da abreviação de pré-shampoo, o pré-poo é um tratamento capilar realizado antes de lavar o cabelo.

Ele ajuda a cuidar dos fios e protegê-los das ações causadas pelos surfactantes presentes nos produtos de lavagem.

  • Surfactante: são substâncias utilizadas para a limpeza dos fios e do couro cabeludo. 

O pré-poo oferece benefícios como:

  • Protege o cabelo das agressões causadas pelo shampoo;
  • Combate o ressecamento dos fios;
  • Previne e repara as pontas duplas;
  • Mantém a oleosidade natural dos cabelos;
  • Auxilia no tratamento da porosidade;
  • Proporciona brilho e maciez aos fios;
  • Encorpa e dá volume ao cabelo – nesse caso, é ideal para quem sofre com cabelo ralo, fino e fraco;
  • Trata e evita a quebra.

Pré-poo caseiro

Esta técnica é perfeita para proteger e nutrir os fios, mantendo seus cabelos bonitos e saudáveis.

Ingredientes:

  • 100 ml de creme para pentear
  • 2 colheres (sopa) de gel de babosa (aloe vera)
  • 2 colheres (sopa) de mel
  • 1 colher (chá) de óleo de rícino

Dica: você pode extrair o gel da babosa direto da planta, porém é necessário remover a aloína.

Essa substância é tóxica e pode causar irritações alérgicas no couro cabeludo – aqui no Cura pela Natureza ensinamos o passo a passo correto para eliminar a aloína.

Mas também, você pode usar o gel industrializado comprado em farmácias e lojas de produtos naturais.

Como fazer e aplicar:

Coloque todos os ingredientes em um recipiente, misture bem e está pronto para o uso.

Aplique nos cabelos sempre antes de lavar – por todo o comprimento até as pontas -, deixe agir por 15 minutos e lave em seguida, como de costume.

Conserve seu produto em um recipiente fechado, de preferência, um frasco de plástico.

Benefícios dos ingredientes

Os ingredientes usados nesse pré-poo caseiro são ricos em benéficos para a saúde capilar, protegendo e mantendo seus cabelos saudáveis.

Confira!

Babosa (aloe vera)

A babosa, também conhecida como aloe vera, contém vitaminas A, do complexo B, C, E, minerais como cálcio, cobre, ferro, magnésio, manganês, potássio, sódio e zinco.

Além disso, possui 18 aminoácidos e antioxidantes que contribuem para a saúde capilar.

Desse modo, auxilia no fortalecimento da raiz do cabelo, acelera o crescimento, reduz a quebra e também a queda.

Também, cria uma camada de proteção contra os danos causados pelos raios UV, evita a caspa e o ressecamento.

Por ser rica em nutrientes, a babosa ajuda a combater o excesso de oleosidade, fecha as cutículas, hidrata os fios e dá brilho aos cabelos.

Mel

O mel é rico em enzimas, aminoácidos, enzimas, ácidos orgânicos, minerais e vitaminas do complexo B, C, D e E.

Também possui propriedades adstringentes e antioxidantes, que ajudam a nutrir e a dar brilho aos cabelos.

Além disso, contribui com a produção de queratina e crescimento dos fios, deixando-os mais fortes e menos quebradiços.

O mel também purifica e desintoxica o cabelo, pois contém propriedades antissépticas que atuam na limpeza profunda dos folículos capilares.

Suas propriedades antifúngicas e hidratantes auxiliam no combate à caspa e evitam o frizz.

Outra vantagem do mel para os cabelos é que ele atrai umidade para os fios, mantendo-os hidratados e macios.

Suas vitaminas e minerais nutrem o couro cabeludo e as raízes do cabelo, o que ajuda a reduzir a quebra e a queda.

Por fim, devido aos antioxidantes, combate o envelhecimento precoce do cabelo, que ocorre por causa da poluição e produtos químicos.

Óleo de rícino

O óleo de rícino tem ação anti-inflamatória, antioxidante, antifúngica e antimicrobiana.

Por ser um produto bem nutritivo, estimula a circulação sanguínea no couro cabeludo, ajudando no crescimento dos fios.

Desse modo deixa os cabelos mais fortes, espessos, hidratados, com brilho e maciez.

Além disso, este óleo contém ômega 3, 6 e vitamina E, nutrientes que ajudam a  reduzir a queda, as pontas duplas e o frizz.

Ele também forma uma película protetora que previne os danos causados pelo excesso de produtos e tratamentos químicos, raios UV e poluição.

Ademais, ajuda a impedir a perda de água do couro cabeludo, controlando e repondo a oleosidade natural.

Já suas propriedades antifúngicas e antimicrobianas previnem e combatem a caspa.

Cuidados extras

Para manter a saúde do couro cabeludo e, consequentemente, dos fios, existem alguns cuidados básicos no dia a dia que são essenciais.

Listamos alguns deles:

  • Não lave os cabelos com água muito quente, pois o excesso de calor aumenta a produção das glândulas sebáceas e a oleosidade.
  • Evite usar de forma excessiva o secador e/ou chapinha próximo ao couro cabeludo para não causar o ressecamento.
  • Higienize o couro cabeludo corretamente, utilizando shampoos adequados para cada tipo de cabelo.
  • Faça massagens estimulantes no couro cabeludo, além de usar tônicos e loções capilares que ajudam a aumentar a circulação sanguínea nos folículos pilosos.
  • Evite exposição excessiva aos raios UV para não queimar e agredir o couro cabeludo. 
  • Não aplique condicionador e/ou máscaras capilares diretamente no couro cabeludo, e sim somente nos fios, enxaguando com água em abundância.
  • Não durma e/ou amarre os cabelos molhados, pois, se permanecerem úmidos por muito tempo, isso irá favorecer  a proliferação de fungos, provocando doenças como a caspa.
- PUBLICIDADE -

Veja Também

Redes Sociais

3,436,539FãsCurtir
159,642SeguidoresSeguir
569,157SeguidoresSeguir
522SeguidoresSeguir
3,861SeguidoresSeguir
564,000InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

Últimas Publicações

- PUBLICIDADE -