A impotência é um problema cada vez mais comum nos dias de hoje.

E não é de se estranhar, pois fatores como estresse, alimentação e poluição, muito comuns na vida moderna, estão fortemente associados ao problema.

O que fazer?

Hoje em dia já existem drogas que ajudam a corrigir o problema.

Mas essas drogas normalmente causam efeitos colaterais que vão de moderados a grave.

Melhor mesmo é tentar uma solução natural, como este vinho de catuaba e marapuama.

É uma receita que é muito bem avaliada por quem a usa e, além de combater a impotência, dá uma melhorada no ânimo, fazendo-nos sentir com mais pique e energia para todas as atividades.

Antes da receita, vamos falar um pouco dos dois ingredientes-chave da receita.

A catuaba tem uso consagrado no tratamento da impotência (disfunção erétil) e prostatite.

Além disso, há estudos sobre seus possíveis benefícios de proteção contra contra infecções oportunistas em portadores do vírus HIV (aids).

A catuaba é comumente usada para tratar impotência, agitação, nervosismo, dores, fraquezas, falta de memória ou esquecimento e fraqueza sexual.

A catuaba é um afrodisíaco bastante seguro, sem nenhum efeito nocivo.

Aqui no Brasil é considerado um afrodisíaco com “eficácia comprovada” e, além de tratar a impotência.

Na Europa é feito um chá da casca de catuaba para tratar fraqueza sexual, impotência, debilidade nervosa e exaustão.

Nos Estados Unidos, a catuaba é usada por herbalistas e profissionais de saúde como um tônico estimulante do sistema nervoso central, tônico para a impotência sexual, cansaço geral e fadiga, insônia relacionada à hipertensão arterial, agitação e falta de memória.

A catuaba é benéfica tanto para homens como para mulheres, mas é em casos de impotência masculina que os resultados mais marcantes foram relatados.

Não há evidências de efeitos colaterais, mesmo após o uso a longo prazo.

A marapuama é uma planta nativa da região da floresta amazônica, há muito tempo conhecida e utilizada por índios nativos brasileiros. 

As cascas e raízes da marapuama são usadas no tratamento da impotência sexual e problemas de ereção.

A marapuama é considerada um afrodisíaco natural, aumentando a libido.

Na Europa é comum o uso dessa planta para casos de disenteria.

A marapuama também é recomendada para casos de estresse, fadiga, depressão e perda de memória.

No Brasil, existem pesquisas sendo realizadas com o extrato de marapuama no combate à celulite.

Importante! A marapuama e a catuaba são contraindicadas às mulheres grávidas.

Agora vamos à receita do vinho de catuaba e marapuama.

INGREDIENTES

30 gramas da casca de catuaba

30 gramas da casca de marapuama

Meio litro de água

1 copo de vinho tinto

1 pedaço de canela em pau

8 colheres de mel

MODO DE PREPARO

Cozinhe a casca de catuaba e a de marapuama em meio litro de água.

Deixe esfriar e coe.

Coloque dentro desse chá o vinho tinto (1 copo), a canela, o mel e misture bem.

Tome 3 cálices do vinho diariamente.

Seção: 

TV Cura pela Natureza - assista agora




Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

contato@curapelanatureza.com.br

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.