Pouca gente realmente se importa com os malefícios que as frituras causam.
 
Nesta matéria, falaremos de todos os prejuízos causados por elas, incluindo doenças cardíacas e obesidade.

Um estudo com 4.440 voluntários, com idade entre 45 e 79 anos, analisou formas de prevenir e tratar a osteoartrite do joelho.

Os pesquisadores acompanharam os participantes durante um período de oito anos e analisara a dieta deles,  incluindo a quantidade de batata frita consumida.

O autor do estudo, Nicola Veronese, cientista do Instituto de Pesquisa Clínica e Educação em Medicina, em Pádua, na Itália, disse que  se concentrou na batata frita porque a ligação entre elas e o maior risco de morte ainda não havia sido estudada.

Mesmo assim, sabia que alguns estudos já haviam descoberto que as frituras aumentam as chances de ter doenças cardíacas e outras condições.

Oito anos depois, observou-se que a chance de morte prematura era duas vezes mais alta no grupo que comia batata frita mais de duas vezes por semana.

Uma coincidência ou a fritura pode ter contribuído para a morte prematura dos participantes?

Segundo o médico, a fritura causa vários problemas de saúde, aumentando o risco de morte.

Além disso, as batatas fritas são cheias de óleos insalubres ricos em gorduras trans.

A alta quantidade  de sal, para quem não sabe, aumenta ainda mais o risco de morte precoce.

Bom, mas antes de jurar que nunca mais vai comer batatinha  ou qualquer outra fritura, saiba que o estudo não sabe exatamente exatamente como os participantes  morreram.

Isto é, as mortes podem não ter nada a ver com a dieta.
 
Dizer que só a fritura causou a morte dessas pessoas seria uma afirmação muito simplória.

De toda forma, também não devemos sair comendo qualquer fritura sem preocupação alguma.

Até porque, como já dissemos, alguns alimentos fritos são ricos em gordura, calorias e muitas vezes sal.

Alguns estudos, incluindo um publicado em 2014, ligaram os alimentos fritos a sérios problemas de saúde como diabetes tipo 2 e doenças cardíacas .

É importante salientar que alimentos fritos servidos em restaurantes e fast-foods são frequentemente cozidos em óleos hidrogenados, que também são ricos em gorduras trans.
 
O óleo pode até dar um sabor especial e ser mais econômico, mas é péssimo para a saúde.
 
As gorduras trans aumentam os níveis de colesterol ruim (LDL), baixam os níveis de colesterol bom (HDL) e aumentam a chance de ter doenças cardíacas

Para piorar, o óleo hidrogenado é especialmente nocivo quando reutilizado, que é justamente o que os restaurantes costumam fazer.

Outra preocupação com os alimentos fritos é a acrilamida, uma substância química que se forma em alimentos cozidos em altas temperaturas, como alimentos fritos e assados.

CURA PELA NATUREZA - LEIA AQUI AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A acrilamida, segundo experimentos feitos com animais de laboratório, estimula o desenvolvimento de câncer.

Quando o alimento é cozido em fogo muito alto, um aminoácido - asparagina - no alimento reage com açúcares para produzir acrilamida.

Este produto químico pode aparecer em qualquer alimento frito e assado (como pão, bolacha, pizza), mas é especialmente comum na batata frita.

Quem leva uma estilo de vida mais saudável, não tem risco de sofrer se consumir uma ou outra fritura.

No entanto, se você já consome muitos alimentos fritos e tem casos de câncer na família, melhor evitar.

Uma boa opção é usar, na hora de fritar alimentos, azeite extravirgem de oliva, banha de porco e a manteiga clarificada (ghee), pois produzem poucas substâncias tóxicas (como a acrilamida) durante o processo de fritura.

Além de tudo isso, nunca reutilize óleo e sempre use uma toalha de papel para eliminar o excesso de gordura da comida.  

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

TV Cura pela Natureza - assista agora




Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.