A humanidade sofreu grande mudança depois da tecnologia moderna.

As crianças já não pensam, falam e se comportam do mesmo jeito.

Isso torna a educação doméstica muito mais desafiadora.

Pense bem: agora os pais não precisam se preocupar apenas com amiguinhos da rua e da escola.

O perigo pode estar dentro de casa, na internet.

De toda forma, não devemos abrir mão da formação moral de nossos filhos.

Não importa em qual ano estamos.

A pergunta deve ser sempre esta: “Que tipo de pessoa quero que meu filho seja?”

Pensando nisso, um grupo de pesquisadores da Universidade de Harvard pensou em algumas atitudes que os pais podem tomar para ajudar na educação dos filhos.

Separamos, então, os cinco passos mais importantes:

1. Ofereça qualidade de tempo

Não adianta levar para passear, se não curte o momento com a criança.

Mostre a ela que você pode oferecer, naquele momento, todo o suporte físico e emocional que precisa.

As crianças são insistentes e repetitivas, mas tenha paciência.

Ouça tudo o que elas têm a dizer e preste atenção em suas necessidades.

Certifique-se de não se distrair com o celular ou com a televisão, enquanto se comunica com seu filho.

Isso é importante para que ele se sinta amado e saiba como valorizar outras pessoas.

2. Seja um modelo positivo

As crianças são como esponjas, absorvem tudo o que veem e ouvem.

É por isso que todo cuidado é pouco.

Tudo elas copiam, tanto as coisas boas como as ruins.

Então seja exemplo de conduta.

Fale com as crianças do jeito que quer que elas falem com os outros.

E o mais importante: peça desculpa quando estiver errado.

Essa humildade será importante na formação de caráter do seu filho.

CURA PELA NATUREZA - LEIA AQUI AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

3. Ensine a seu filho os valores da vida

Você precisa ensinar seu filho a compartilhar e se comunicar com os outros desde muito cedo.

Ele deve aprender a valorizar os sentimentos dos outros, para não crescer descompromissado com a sociedade.

4. Ensine seu filho a ser grato pelo que tem

Não importa se tem muito ou pouco – todos precisam ser gratos.

Fale sobre humildade, respeito e a importância de valorizar o que se tem.

5. Mostre fotos e fale de outras pessoas

Criança que tem empatia recebe bem os amigos e parentes e não se fecha para conhecer novas pessoas.

Assim, tem mais chance de ser um adulto agradável.

Fale sobre os coleguinhas que sofrem bullying, sobre a situação desconfortável dos novatos na escola e de tudo que ele pode fazer para melhorar o espaço que frequenta, seja um clube de esportes ou a escola.

Não deixe de falar da diversidade cultural, religiosa e social, por exemplo.

Fale e permita que seu filho interaja com pessoas diferentes dele.  

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Seção: 

TV Cura pela Natureza - assista agora




Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.