A artrite é um distúrbio caracterizado por dor e inflamação nas articulações, que são as "juntas" entre dois ossos. Apesar de existir mais de 100 tipos diferentes de artrite, como psoriática, reumatoide e osteoartrite, por exemplo, o tratamento para todos os tipos tem o mesmo objetivo: reduzir a inflamação.

E, para isso, é preciso investir em uma alimentação específica e balanceada.

É que certos alimentos geralmente provocam inchaço doloroso e devem ser evitados.
 
Vale dizer que nenhuma dieta pode curar a artrite, mas o fato de você consumir - ou não - certos alimentos pode ajudar a controlar as crises de inflamação.  

Veja a lista dos 11 alimentos que devem ser evitados por quem tem artrite:

1. Produtos lácteos

Produtos lácteos contêm um tipo de proteína que irrita o tecido ao redor das articulações.
 
Substitua a proteína dos produtos lácteos por alimentos como quinoa, gergelim, lentilha, feijão e arroz (estes dois últimos sempre juntos).

2. Açúcar

Uma alta ingestão diária de açúcar leva diretamente a uma grave inflamação.
 
Isso é devido a um aumento nos produtos finais de glicação avançada (ou AGEs).

As AGEs são responsáveis pelo envelhecimento acelerado, aumento dos fatores de risco para doenças cardíacas e diabetes e, claro, inflamação.

O açúcar processado também provoca a liberação de citocinas, mensageiros inflamatórios do corpo.

3. Glutamato monossódico

O glutamato monossódico é um pó à base de sal adicionado a muitos alimentos asiáticos, como o molho de soja, principalmente.
 
É provável que você encontre o glutamato em muitos molhos para saladas, sopas, fast foods e carnes embutidas.

O principal problema é provavelmente o teor de sódio, que pode causar retenção de água e inchaço.

Há também pesquisas associando o glutamato ao câncer.
 
4. Tabaco
 
O cigarro não é tecnicamente um alimento, mas é muito prejudicial para a saúde, inclusive para os artríticos.  

Estudos revelam que os fumantes apresentam um risco maior de artrite reumatóide, e é prejudicial às articulações, ossos e tecido conjuntivo.

E mais:  o cigarro não só causa sintomas dolorosos, mas torna o tratamento da artrite menos eficaz, além de provocar complicações adicionais se você precisar de cirurgia.

5. Álcool

Beber álcool frequentemente aumenta a probabilidade de desenvolver gota, uma doença que pode causar artrite, particularmente nos pés.

Quando você tem gota, o ácido úrico não é metabolizado corretamente, criando pequenos cristais que irritam as articulações e levam à inflamação.

O excesso de álcool também força o fígado a trabalhar horas extras, enfraquecendo-o e causando ainda mais inflamação.

6. Sal

Sal é outra coisa que o seu médico vai recomendar que você minimize, já que ele é um poderoso causador de inflamação nas articulações.

Reduzir o sódio em sua dieta é uma boa ideia por muitas razões de saúde.

A maneira mais fácil de fazer isso é cozinhar a maior parte de suas refeições em casa com alimentos integrais.

Os produtos embalados geralmente contêm uma quantidade exagerada de sal, além de conservantes artificiais.

7. Gorduras saturadas

Comer alimentos ricos em gordura saturada piora a inflamação da artrite, especialmente no tecido adiposo (gordura).

A inflamação adiposa também é um indicador de doença cardíaca.

As fontes mais carregadas de gorduras saturadas são produtos lácteos, carne vermelha e alimentos fritos e processados.

Um estudo da Escola de Medicina Mount Sinai, em 2009, descobriu que diminuir consideravelmente a quantidade de gordura saturada em sua dieta também reduz a inflamação e mantém as defesas naturais do corpo fortes.

CURA PELA NATUREZA - LEIA AQUI AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

8. Ômega 6

Precisamos de ácidos graxos ômega 6 em nossa dieta para promover o crescimento e desenvolvimento saudáveis.

No entanto, não precisamos tanto de ômega 6 quanto necessitamos de ômega 3 (encontrado no óleo de peixe).

O ômega 6 é encontrado em óleos como girassol, milho, linhaça, soja, amendoim, canola, semente de uva, além de produtos como molhos para salada e maionese.

O ômega 6 ativa substâncias químicas inflamatórias a serem liberadas em seu corpo.

Por isso, substitua os óleos vitais citados pelo azeite e adicione sementes de abóbora à sua dieta.

9. Aspartame

Outro aditivo químico que você deve evitar é o aspartame.

Ele contém nutrição zero, é produzido em laboratório, e pode fazer com que o corpo reaja como se um invasor externo tivesse atacado, o que causaria a temida reação inflamatória.

10. Carboidratos refinados

A farinha de trigo branca, base muitos produtos como pão, bolachas, bolos e cereais, é tão processada que não possui quase nenhum valor nutritivo.

Carboidratos refinados aumentam o teor de açúcar no sangue e causam inflamação interna, que por sua vez aumenta as citocinas e outros compostos pró-inflamatórios em sua corrente sanguínea.
 
Em vez disso, mude para opções saudáveis e integrais de pão, cereais, massas e arroz.

11. Alimentos cozidos em alta temperatura

Já falamos sobre AGEs (produtos finais de glicação avançada) e a forma como eles causam inflamação no corpo.

Existe, porém, utra forma de AGEs ocorrer: é quando o alimento é aquecido a uma temperatura alta.

Todos esses saborosos itens grelhados, fritos ou pasteurizados liberam citocinas quando ingeridos e transmitem mensagens inflamatórias por todo o corpo.

Adicione mais saladas saudáveis com vegetais crus ou levemente cozidos à sua dieta.
 
Importante: entender qual é o tipo específico da sua artrite e o que a desencadeia pode minimizar a dor e proporcionar uma qualidade de vida muito melhor.

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Loading...

TV Cura pela Natureza - assista agora




Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.