Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Por que consumir alimentos orgânicos?

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email




A agricultura orgânica não agride o solo, deixando-o sempre fértil.

A agricultura orgânica não contamina as fontes de água potável: solo limpo, água limpa.

A agricultura orgânica respeita o equilíbrio da natureza e cria ecossistemas saudáveis.

O alimento orgânico não é, na realidade, mais caro que o alimento convencional se consideramos que, indiretamente, estaremos reduzindo nossas despesas com médicos e medicamentos e os custos com a recuperação ambiental.

Atualmente mais energia é consumida para produzir fertilizantes artificiais do que para plantar e colher todas as safras.

Enfim, consumindo orgânicos estamos exercitando nosso papel social, contribuindo com a conservação e preservação do meio ambiente.


Em outras palavras, os alimentos orgânicos fazem bem à saúde. Saiba que vários pesticidas utilizados atualmente no Brasil estão proibidos em muitos países, pelas conseqüências provocadas à saúde, como câncer, alergia e asma. Sem falar nos alimentos de origem animal, que estão contaminados pelos perigosos coquetéis de antibióticos, hormônios e outros medicamentos aplicados na pecuária convencional, quer o animal esteja doente ou não.




A agricultura orgânica não agride o solo, deixando-o sempre fértil.

A agricultura orgânica não contamina as fontes de água potável: solo limpo, água limpa.

A agricultura orgânica respeita o equilíbrio da natureza e cria ecossistemas saudáveis.

O alimento orgânico não é, na realidade, mais caro que o alimento convencional se consideramos que, indiretamente, estaremos reduzindo nossas despesas com médicos e medicamentos e os custos com a recuperação ambiental.

Atualmente mais energia é consumida para produzir fertilizantes artificiais do que para plantar e colher todas as safras.

Enfim, consumindo orgânicos estamos exercitando nosso papel social, contribuindo com a conservação e preservação do meio ambiente.




Em outras palavras, os alimentos orgânicos fazem bem à saúde. Saiba que vários pesticidas utilizados atualmente no Brasil estão proibidos em muitos países, pelas conseqüências provocadas à saúde, como câncer, alergia e asma. Sem falar nos alimentos de origem animal, que estão contaminados pelos perigosos coquetéis de antibióticos, hormônios e outros medicamentos aplicados na pecuária convencional, quer o animal esteja doente ou não.




A agricultura orgânica não agride o solo, deixando-o sempre fértil.

A agricultura orgânica não contamina as fontes de água potável: solo limpo, água limpa.

A agricultura orgânica respeita o equilíbrio da natureza e cria ecossistemas saudáveis.

O alimento orgânico não é, na realidade, mais caro que o alimento convencional se consideramos que, indiretamente, estaremos reduzindo nossas despesas com médicos e medicamentos e os custos com a recuperação ambiental.

Atualmente mais energia é consumida para produzir fertilizantes artificiais do que para plantar e colher todas as safras.

Enfim, consumindo orgânicos estamos exercitando nosso papel social, contribuindo com a conservação e preservação do meio ambiente.

Devemos comer alimentos orgânicos porque eles são nutritivos e saborosos, pois com solos balanceados e fertilizados com adubos naturais se obtêm alimentos mais nutritivos e a comida conserva suas propriedades naturais, como vitaminas, minerais, carboidratos e proteínas. Consumindo produtos orgânicos é possível apreciar o sabor natural dos alimentos.




Em outras palavras, os alimentos orgânicos fazem bem à saúde. Saiba que vários pesticidas utilizados atualmente no Brasil estão proibidos em muitos países, pelas conseqüências provocadas à saúde, como câncer, alergia e asma. Sem falar nos alimentos de origem animal, que estão contaminados pelos perigosos coquetéis de antibióticos, hormônios e outros medicamentos aplicados na pecuária convencional, quer o animal esteja doente ou não.




A agricultura orgânica não agride o solo, deixando-o sempre fértil.

A agricultura orgânica não contamina as fontes de água potável: solo limpo, água limpa.

A agricultura orgânica respeita o equilíbrio da natureza e cria ecossistemas saudáveis.

O alimento orgânico não é, na realidade, mais caro que o alimento convencional se consideramos que, indiretamente, estaremos reduzindo nossas despesas com médicos e medicamentos e os custos com a recuperação ambiental.

Atualmente mais energia é consumida para produzir fertilizantes artificiais do que para plantar e colher todas as safras.

Enfim, consumindo orgânicos estamos exercitando nosso papel social, contribuindo com a conservação e preservação do meio ambiente.