Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Os melhores remédios caseiros para você eliminar sem dor pedras dos rins

Os cálculos renais se formam quando ácido úrico, cálcio, fósforo e cistina estão tão concentrados na urina a ponto de se unir em forma de cristais.

Eles podem ser de vários tamanhos. 

Quanto maior eles forem, mais dolorosa será sua eliminação.

A dor que o cálculo renal provoca ao tentar passar com a urina pelo trato urinário é descrita como a pior que uma pessoa pode sentir e costuma ser na parte inferior das costas ou no abdome. 

Além do incômodo da dor em si, ela pode vir acompanhada de náuseas, vômitos ou sangue na urina. 

Quando os sintomas são acompanhados de odor bastante desagradável na urina, febre e calafrios, constata-se um quadro de infecção.

Por isso é muito importante o acompanhamento de um bom médico, para que você tenha a dimensão exata de seu problema.

Geralmente os homens são muito mais propensos a ter pedras nos rins do que as mulheres. 

Uma das melhores formas de prevenir o desenvolvimento de pedras nos rins, e recomendada por todos os médicos, é beber de 2 a 3 litros de água por dia.

Alguns alimentos favorecem o surgimento dos cálculos.

E, por isso, eles devem ser evitados especialmente por quem tem tendência a desenvolver pedras nos rins:

– beterraba 

– amendoim

– espinafre

– morangos

– chá mate

– café

O consumo excessivo de açúcar e sal também favorece o surgimento dos cálculos renais.

Agora, veja uma seleção epecial com excelentes remédios caseiros para eliminar pedras nos rins.


1. Caroço de abacate. 

O caroço de abacate dissolve os cálculos renais. 

Há várias receitas com ele, na medicina popular, para eliminar esse problema.

Uma das mais simples é esta: deixe secar bem o caroço de um abacate. 

Quando o caroço estiver bastante seco, rale-o fininho e tome uma colherzinha rasa (chá) desse pó em um copo de água morna.

Faça isso todas as noites antes de dormir e rale sempre na hora de consumir. 

2. Chá de quebra-pedra 

A planta quebra-pedra (Phyllantus niruri) evita que os cálculos se formem e relaxa o sistema urinário, ajudando a expeli-las.

Isso foi comprovado em um estudo realizado pela química Ana Maria Freitas, do Departamento de Nefrologia da Universidade Federal de São Paulo.

Segundo a pesquisa, o chá de quebra-pedra reduz a adesão de cristais de oxalato de cálcio às paredes do túbulo renal.

Para fazer o chá, ferva 1 colher (sopa) das folhas secas da quebra-pedra, por 10 minutos, em 1 litro de água. 

Beba  de 2 a 3 xícaras por dia. 

Precauções: não beba o chá de quebra-pedra por mais de 21 dias, pois em excesso ele pode enfraquecer os dentes. 

Por isso, recomenda-se tomar o chá por até três semanas, fazer uma pausa de uma semana e depois voltar a tomar o chá, outra vez por no máximo três semanas. 

Contraindicações: este chá não deve ser consumido por grávidas, crianças e mulheres que amamentam.

3. Chá de tomilho

Coloque para ferver 1 xícara de água.

Desligue o fogo, acrescente 1 colher (sopa) de tomilho seco e feche a panela.

Espere amornar e beba.

Tome uma xícara deste chá durante uma semana.

4. Suco de abacaxi verde

Pegue um abacaxi verde, bem verdinho mesmo, e com a casca.

Tente fazer com abacaxi orgânico.

A próxima etapa: você vai bater o abacaxi no liquidificador com um pouco de água ou ou extrair o suco dele numa centrífuga.

Não precisa ser todo o abacaxi.

Basta a quantidade suficiente para 1 copo.

Depois vai coar e beberá 1 copo diariamente por 15 dias ininterruptos.

Faça o suco e tome na hora, nada de guardar na geladeira.

O que essa bebida vai fazer?

Ela vai dissolver as pedras existentes nos rins ou na vesícula também.

Quem fez o tratamento nos garantiu: “Não falha”.

Outra efeito desse tratamento será sentido na balança: você vai perder alguns quilinhos e vai ficar mais “leve”.

Mas repetimos: o abacaxi tem que ser verde e com casca.

Ah, tem outra recomendação importante: nada de açúcar. 

5. Limonada 

Consumir limonada diariamente pode prevenir ou reduzir o desenvolvimento de cálculos renais.

O uso regular da limonada aumenta a quantidade de citratos na urina, inibindo a formação e precipitação de cristais, que ao longo do tempo aumentam de tamanho e se tornam pedras e cálculos.  

Como vimos no início desta matéria, os cálculos renais se formam quando a urina fica concentrada de sais.

Esses sais se cristalizam quando a urina não tem substâncias que evitam a formação deles, como o citrato.  

E o limão é rico em citrato de potássio.

Por isso, para quem sofre ou tem predisposição a pedras nos rins, é tão importante tomar limonada diariamente.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO