Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Os benefícios e os efeitos colaterais da melatonina

Os benefícios e os efeitos colaterais da melatonina

A melatonina é um hormônio muito importante para o sono, mas seu uso sob a forma de suplemento oferece riscos.

Como muitos sabem (já falamos aqui no Cura pela Natureza sobre isso algumas vezes), a melatonina é um importante hormônio do sono, fundamental para ajudar a redefinir os ritmos circadianos.

Fabricada pelo próprio corpo, a melatonina não só regula o momento de dormir como auxilia na reparação das nossas células, expostas a estresse, poluição e outros elementos nocivos.

Em muitos casos,  pode ser ingerida em forma de pílula como um suplemento para ajudar no sono.

Além de ser um excelente antioxidante, que combate os radicais livres que agridem o organismo, e ajudar a regular o sono, a melatonina proporciona muitos outros benefícios à saúde.

Veja alguns:

 Degeneração macular relacionada à idade 

A melatonina pode reduzir o risco de doenças oculares, incluindo a degeneração macular relacionada à idade (DMRI). 

Em um pequeno estudo publicado nos Anais da Academia de Ciências de Nova York , 100 pacientes com DMRI receberam 3 mg de melatonina diariamente por 6 a 24 meses.

Os pesquisadores descobriram que a melatonina ajudou a proteger as retinas de danos ainda maiores na maioria dos pacientes. 

É que, além de ser um poderoso antioxidante, a melatonina pode ajudar a controlar a pigmentação do olho e regular a quantidade de luz que chega aos fotorreceptores.  

Autismo

Pesquisas sugerem que a melatonina não só melhora o início, a qualidade e a duração do sono, como também está associada a melhores comportamentos durante o dia. 

Isso porque muitas pessoas com autismo não produzem melatonina suficiente, resultando em distúrbios do sono.

Jet lag

O jet lag é causado por viagens rápidas em vários fusos horários, resultando em sono perturbado, fadiga diurna e sensação de desconforto geral. 

A melatonina é eficaz no combate aos sintomas do jet lag, segundo pesquisas.

Zumbido nos ouvidos

A  melatonina pode aliviar os sintomas de zumbido constante nos ouvidos.

Em um estudo, 61 pacientes com zumbido que receberam 3 mg de melatonina na hora de dormir relataram uma redução no ruído e melhoraram a qualidade do sono após 30 dias.

 Possíveis efeitos colaterais

É preciso ficar atento aos possíveis efeitos colaterais da melatonina.

Apesar de muito raros, eles podem acontecer, e incluem sonolência, dor de cabeça, tontura ou náusea. 

E mais: a melatonina pode causar efeitos de ressaca matinal se a dose ideal for excedida.

Mas se for usada a curto prazo, parece ser bastante segura. 

Profissionais de saúde normalmente recomendam começar com doses mais baixas e aumentar gradualmente sua ingestão até encontrar a quantidade que funciona para você.

Em estudos de pesquisa, 3 mg de melatonina foi a dose padrão.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM