- PUBLICIDADE -

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Os 11 sintomas mais comuns de covid-19 que não devem ser ignorados

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Por se tratar de uma doença nova, o conhecimento a respeito da covid-19 está em constante evolução.

Quando começou a contaminação do novo coronavírus nos Estados Unidos, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) divulgou apenas três sintomas da doença: febre, tosse e falta de ar. 

Com o tempo e o aumento de casos, a lista cresceu, passando para 11 o número de sintomas da covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus).

Desses, três foram acescentados recentemente: congestão ou nariz escorrendo, náuseas ou vômitos e diarreia. 

Porém, estes sinais não foram anunciados oficialmente pelo CDC, eles apenas aparecem na lista da agência. 

Até porque, podem não ser exatamente novos, já que a Organização Mundial da Saúde havia identificado estes sintomas ainda no mês de fevereiro de 2020.

Por se tratar de uma doença nova, o conhecimento a respeito da covid-19 está em constante evolução.

É o que explica o especialista em doenças infecciosas e acadêmico sênior do Johns Hopkins Center for Health Security, Amesh Adalja, citado em uma matéria do site Prevention.

“Agora estamos aprendendo sobre todo o espectro de doenças”, explica ele. No início, a maior parte das nossas informações vinha de casos graves em hospitais. Agora que podemos testar de forma mais ampla, podemos ver todos os diferentes sintomas que podem não ter sido notados antes.”

Sintomas oficiais do covid-19

Segundo o Ministério da Saúde, os sintomas da covid-19 podem variar de um resfriado, a uma síndrome gripal (SG), que é a presença de um quadro respiratório agudo.

Este quadro se caracteriza  por, pelo menos, dois dos seguintes sintomas: 

sensação febril ou febre associada a dor de garganta.

Acompanhados desses dois, podem vir mais quatro:

  • Dor de cabeça
  • Tosse
  • Coriza
  • Pneumonia severa

De acordo com o CDC, os sintomas da doença podem surgir entre dois e 14 dias após o contato com o vírus.

Os 11 sinais mais comuns da covid-19  listados pela pela agência são:

Febre ou calafrios

De acordo com os médicos, a febre com temperatura de 38°C ou mais é um dos sintomas mais comuns da doença.

Tosse

Em pacientes infectados pelo novo coronavírus é comum haver tosse seca , sem catarro ou muco.

Falta de ar

Este sintoma é comum em casos mais graves da doença, podendo variar de acordo com a gravidade.

A falta de ar pode causar sensação de cansaço durante atividades normais (como subir escadas) até a dificuldade para respirar por conta própria.

Fadiga

Se o seu corpo estiver trabalhando muito para combater o vírus, você poderá se sentir exausto.

Com isso, não sobra muita energia para seu organismo, surgindo como consequência a sensação de fadiga.

Dores musculares ou corporais

Este sintoma já é comum em outros casos de infecções virais, como a gripe, por exemplo.

Ao ser infectado pelo novo coronavírus, a febre, devido a à resposta inflamatória do sistema imunológico, poderá causar dores por todo o corpo.

Dor de cabeça

A febre pode resultar em uma dor de cabeça persistente. 

Além disso, não dormir bem, se alimentar mal ou não tomar água o suficiente também podem causar dores de cabeça.

Perda do paladar e/ou olfato

Este sintoma pode acontecer sempre que alguém fica doente por causa de um vírus.

Os vírus podem inflamar o revestimento da cavidade nasal, fazendo com que ela inche.

Com isso, altera a sua capacidade de sentir o cheiro e sabor dos alimentos.

Dor de garganta

Como a covid-19 é causada por vírus que afeta a saúde respiratória, pode ocorrer de o excesso de muco escorrer pela parte de trás do nariz e garganta. 

Esses fatores, juntos com a tosse seca, às vezes podem ocasionar irritações na garganta.

Congestão nasal ou nariz escorrendo 

Em casos de covid-19 este sintoma é raro acontecer, tanto é que foi inserido recentemente na lista.

No entanto, eles são comuns em casos de infecções respiratórias virais, causando congestão e inchaço na cavidade nasal.

Náusea ou vômito 

Estes sintomas também foram adicionados recententemente, porém não está totalmente comprovado que eles podem ocorrer, embora haja relatos.

Isso pode ocorrer devido ao aumento da drenagem ou gotejamento pós-nasal para o estômago.

Segundo um estudo da Huazhong University of Science and Technology, da China, o vírus pode causar náuseas e vômitos.

Isso porque ele entra em seu sistema por meio de um receptor encontrado tanto no trato gastrointestinal superior quanto no inferior.

Além disso, outro estudo, esse do Hospital Zhongnan da Universidade de Wuhan, China, observou que, num grupo de 138 pessoas com coronavírus na cidade de Wuhan, 10% apresentaram náuseas antes de desenvolver os sinais clássicos de febre e dificuldade para respirar.

Diarreia 

A diarreia como sintoma da covid-19 segue a mesma teoria das náuseas e vômitos.

O mesmo estudo da  Huazhong University of Science and Technology concluiu que o vírus pode causar desequilíbrio no trato digestivo em um “subgrupo único” de pessoas.

Após analisar os sintomas em 206 pacientes infectados, os pesquisadores avaliaram que 67 apresentaram diarreia.

Desses, 19,4% tiveram diarreia como o primeiro sintoma no curso da doença e durou de 1 a 14 dias.

O estudo do Hospital Zhongnan da Universidade de Wuhan observou que o mesmo aconteceu com os pacientes com náuseas, pois 10% deles tiveram diarreia.

Nota:

A CDC afirma que alguns pacientes com covid-19 relataram uma erupção cutânea misteriosa, porém esse sintoma ainda não foi comprovado.

Com isso, a agência atualiza a lista de sintomas conforme as informações são disponibilizadas.

Como saber se seus sintomas são causados ​​por covid-19, resfriado ou alergias?

Infelizmente, o números de pessoas infectadas pelo novo coronavírus continua crescendo.

Mas, além desse vírus, outros microrganismos continuam circulando, causando doenças comuns do nosso dia a dia, como gripe, resfriado, alergias e dengue.

Essas três condições provocam reações parecidas com a covid-19, deixando muita gente confusa e preocupada.

Isso porque, em alguns casos, dificilmente se consegue, por exemplo, distinguir os sintomas de uma gripe dos de covid-19. 

Além disso, alergias não causam febre, mas podem provocar dores de cabeça e tosse.

Porém, recomenda-se levar em consideração o histórico de saúde do paciente.

Por exemplo, se você nunca teve alergias, mas de repente apresenta sintomas típicos de covid-19,  procure dar mais atenção a essa condição.

Recomenda-se que as pessoas não tirem conclusões precipitadas, principalmente se estiver mantendo todos os cuidados de prevenção contra o novo coronavírus, como por exemplo;

Porém, se você esteve em contato com alguém infectado e sentir febre com fadiga e dores no corpo, procure atendimento médico imediatamente.

Mais Lidas