Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Óleo de girassol ozonizado tem ação antimicrobiana

Uma pesquisa realizada pela Universidade José do Rosário Vellano (Unifenas) constatou a atividade antimicrobiana do óleo de girassol ozonizado nos casos de infecção nosocomial (IN), infecção contraída pelo paciente que foi internado em decorrência de outra patologia.

Com a finalidade de avaliar o óleo de girassol ozonizado como um novo medicamento para a IN, ele foi testado em algumas cepas de microrganismos in vitro.

O óleo de girassol ozonizado apresentou atividade antimicrobiana in vitro significativa para as cepas testadas. Por isso sugere-se a utilização dele no tratamento de infecções por microrganismos multirresistentes, como Staphylococcus aureus, Candida albicans, Salmonella tiphymurium e Escherichia coli.

Em outra pesquisa, realizada pelo Centro de Oleozon, em Cuba, na qual se avaliou o efeito antimicrobiano do óleo de girassol ozonizado (oleozon) em diferentes espécies bacterianas isoladas, como estafilococos, estreptococos, enterococos, Pseudomonas e Escherichia coli, o óleo de girassol ozonizado mostrou uma valiosa atividade antimicrobiana contra todos os microrganismos testados.

O óleo de girassol ozonizado, por seu poder germicida, é muito utilizado em ginecologia em Cuba. Um estudo feito por pesquisadores da Clínica Central Cira García, de Cuba, com 320 pacientes com micose ou vulvovaginite constatou a eficiência do óleo comparado a medicamentos tradicionais, como nistatina. O óleo foi aplicado diariamente durante sete dias.

O grande problema, porém, para nós brasileiros, é a dificuldade de encontrar o produto.

Fontes de pesquisa:http://www.unifenas.br/pesquisa/semic/isemic/nut2.htbm

http://www.ingentaconnect.com/search/article?title=oleozon&title_type=tka&year_from=1998&year_to=2009&database=1&pageSize=20&index=3

http://www.the-o-zone.cc/HTMLOzoneF/abstractsm/abm68.pdf

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

VEJA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

PUBLICIDADE