PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

O que o ciclo menstrual diz sobre sua saúde – 5 importantes informações

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

O ciclo menstrual pode dizer muito sobre a sua saúde. Conheça aqui as cinco principais informações que ele nos traz.

Como mulher, você já deve saber a importância que o ciclo menstrual possui para a sua saúde.

Afinal, é ele quem irá regular os hormônios femininos que o corpo produz, e que são muito necessários para manter a saúde da nossa pele, nossos ossos, dos nossos sistemas nervoso e circulatório e, até mesmo, para a nossa saúde mental!

Portanto, ele não existe apenas para possibilitar a gravidez, mas também para nos ajudar a regular esses hormônios.

Por isso, é muito importante ter ciclos menstruais saudáveis e regulares.

Ou seja, menstruar e ovular regularmente, sempre ficando de olho em mudanças que possam aparecer.

Falhas e desvios do ciclo menstrual de uma mulher são sinais de que algumas funções do corpo não estão em equilíbrio.

Ou de que existem problemas e doenças se manifestando no organismo da mulher.

Para saber identificar esses desvios e alterações, a mulher precisa conhecer o padrão do seu ciclo menstrual.

Assim, qualquer mudança que comece a acontecer, será mais fácil identificar.

Além disso, também será mais fácil descobrir doenças e problemas que sejam mais fáceis de tratar logo no início, para impedir que se tornem algo muito mais sério!

O ideal é sempre procurar um médico ginecologista caso você perceba alguma alteração no seu ciclo menstrual, e que esteja se repetindo por mais de 3 meses consecutivos.

Mas, para ajudar a entender melhor o que você pode observar, separamos aqui algumas informações que o seu ciclo menstrual pode lhe mostrar.

5 importantes informações que o ciclo menstrual diz sobre a sua saúde

Veja abaixo cinco importantes informações que o seu ciclo menstrual diz sobre a sua saúde.

Cólicas

A dismenorreia, ou cólica, como é mais conhecida, é aquela que não é causada por nenhuma doença, enquanto a cólica secundária é aquela que pode representar algum problema, principalmente no útero da mulher.

A cólica é resultado do exagero de uma substância chamada de prostaglandina, que age contraindo o útero para expelir a menstruação.

Algumas mulheres produzem essa substância na medida normal. Mas uma grande parte produz em excesso, causando essas dores e cólicas no útero durante o período menstrual.

Por isso, é importante procurar um médico caso você sinta muita cólica.

Se ela for intensa, e se repetir por mais de três meses, pode ser um sinal de cólica secundária.

Ou seja, pode ser o seu corpo avisando sobre a existência de algum problema, doença ou infecção.

Fluxo

Durante o período menstrual, é normal menstruar em torno de 80 ml de sangue, mas isso varia de acordo com os dias da menstruação.

Além disso, também costuma ser menos intenso em mulheres que utilizam métodos contraceptivos.

Qualquer alteração do fluxo menstrual pode indicar a presença de pólipos, miomas, menopausa, adenomiose, endometriose, bem como alterações anatômicas do útero e até câncer.

Por isso, se você reparar que houve alguma mudança, é importante consultar um médico.

Periodicidade

O ciclo menstrual é marcado pelo primeiro dia da menstruação e o último dia sem menstruar.

Em média, ele dura em torno de 25 a 35 dias.

Se você anotar por três meses seguidos, você descobre a média de dias do seu ciclo.

É importante ter essas informações, pois qualquer alteração nos dias do ciclo (para mais ou para menos) e, principalmente, se essa alteração durar mais de três meses, pode ser sinal da presença de problemas hormonais, da tireoide, de prolactina, ovários policísticos, endometriose e diversas outras doenças.

Desse modo, sabendo da sua média, você consegue perceber se algo está errado.

Escapes menstruais

Os escapes são aqueles “pinga-pinga” que, às vezes, duram alguns dias após o fim da menstruação e não são nada confortáveis para a mulher.

No caso de mulheres que utilizam métodos contraceptivos, a principal causa é errar o horário de tomar a pílula, que faz cair a quantidade de hormônio ideal.

Outras razões de escapes são: feridas no colo do útero, alterações hormonais, alterações da tireóide, inflamações, infecções, bactérias no colo do útero, entre diversas outras razões.

Sendo assim, se você tiver esses escapes mais de três dias antes, depois da menstruação, ou no meio do ciclo menstrual, é muito importante consultar o seu ginecologista.

Cheiro forte

Toda mulher conhece o cheiro da sua menstruação.

Esse cheiro é característico e próprio de cada mulher.

No entanto, se o cheiro estiver muito forte, pode indicar algumas coisas.

Na maioria das vezes, esse cheiro é causado pelo uso muito prolongado dos absorventes.

O ideal é não ultrapassar seis horas com os absorventes externos e quatro horas com os internos.

Outros motivos são infecções na vagina, que são bem fáceis de identificar.

Pois, geralmente, a menstruação acaba, mas o cheiro continua.

Se você passa por isso, é importante relatar ao seu ginecologista.

Mais Lidas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade.