- PUBLICIDADE -

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

O que fazer quando o gato não usa a caixa de areia

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Dificilmente um gato deixa de usar a caixinha de areia. No entanto, pode acontecer. Veja dicas de como resolver esse problema do seu bichano.  

Não é comum um gato doméstico fazer as necessidades fora da caixa de areia.

Desde pequeninos, os bichanos não dispensam um local específico para usar como banheiro.

Porém, por alguns fatores, um gato filhote pode ter dificuldade para usar a caixinha.

Ou um gato adulto, de repente, pode parar de usar a caixa de areia.

Mas, com algumas dicas, é totalmente possível fazer com que o gato aprenda ou volte a fazer as suas necessidades no local correto.

Veja a seguir como fazer esse trabalho com o seu bichano, os principais tipos de caixa e de areia!

O que fazer quando o gato não usa a caixinha de areia

Ensinando o gato a usar a caixa de areia

Quando se fala em gato filhote, pode ser que ele tenha algumas dificuldades iniciais para se sentir à vontade e usar a caixinha de areia.

[SIGA O CANAL DO CURA PELA NATUREZA NO TELEGRAM]

Mas isso é fácil de resolver.

Primeiro, coloque a caixa sempre com areia limpa perto dos locais onde o bichano costuma ficar.

Com o passar dos dias, vá mudando a caixa de local, até colocá-la no lugar onde ela ficará definitivamente.

Faça essas alterações enquanto o gatinho procura pela caixinha.

Em pouco tempo ele já irá diretamente ao lugar para fazer a suas necessidades.

Além disso, não se esqueça de que filhotes precisam de caixas mais baixas, a fim de facilitar a entrada e a saída do bichano.

Areia sempre limpa

É preciso limpar a areia da caixa constantemente.

Caso contrário, o gato pode sentir dificuldades de fazer as suas necessidades.

E como resultado, elke vai usar cômodos da casa, como os cantinhos.

Portanto, se o bichano anda fazendo xixi e cocô fora da caixa de areia, é fundamental rever a limpeza da caixinha.

Mais de um gato

Quem possui mais de um gato pode ter esse problema de os bichanos fazerem as necessidades fora da caixa de areia.

Uma dica, neste caso, é ter mais de uma caixinha.

Por exemplo, mantenha uma caixa para cada gato da casa.

Além disso, não se esqueça de recolher as necessidades com frequência.

Gato querendo marcar território

Este comportamento é mais comum aos cachorros, mas gatos também podem querer marcar território urinando pelo ambiente.

Até fêmeas felinas podem ter este tipo de comportamento.

Isso ocorre, em geral, quando um novo animal chega em casa.

Além disso, pode haver disputa de machos ou simplesmente de espaço.

Assim, o gato tende a se impor e acaba por urinar pela casa.

Neste caso, avalie a situação do seu bichano.

Entre as soluções, estão: castração, sociabilizar os animais, providenciar a caixas de areia individuais.

Presença de invasores

Não é comum que invasores, como ratos, baratas e outras pragas, entrem em ambientes conde há gatos.

O simples cheiro dos bichanos costuma evitar a invasão de animais e insetos.

No entanto, o problema pode ocorrer e o bichano começa a fazer as necessidades pela casa para espantar os invasores.

Portanto, descartadas as demais motivos pelos quais o gato não está usando a caixa de areia, faça uma inspeção na casa.

Além disso, recorra a dedetizações especiais para ambientes que tenham animais, a fim de eliminar invasores do local sem colocar a saúde do gato em risco.

Gatos idosos

Os bichanos de idade avançada podem perder a noção de espaço.

Assim, podem fazer as necessidades perto da caixa de areia, mas não dentro dela.

A solução, então, é forrar toda a superfície que acomoda a caixinha com jornal ou algum papel absorvente.

Dessa forma, as necessidades do gato não se espalharão pelo ambiente.

Não se esqueça também de trocar este forro.

Problemas de saúde

Estresse ou alguns problemas de saúde (por exemplo, renais) podem fazer com que o gato não consiga segurar as necessidades até chegar à caixa de areia.

Neste caso, é essencial levar o bichano a uma consulta com o médico veterinário, o quanto antes.

É fundamental tratar o problema do bichano para depois resolver a questão da caixa de areia.

Tipos de caixinha

Existem algumas variações de caixa de areia no mercado.

Para saber qual é a mais indicada para o seu gato, você deve testar.

  • Bandeja: é o tipo mais comum. É muito prática para o dono e para o gato.
  • Caixa de areia fechada: se parece com uma caixa de transporte. É útil, pois a areia não se espalha pelo ambiente. No entanto, alguns gatos não se adaptam.  
  • Caixa automática: acessório automatizado, que promove até a limpeza automática, separando as necessidades da areia e acomodando em um compartimento. É extremamente útil, em especial, para donos que ficam fora de casa por muito tempo. Porém, o custo desta caixa de areia é alto.

Tipos de areia para gato

Também há variedade de material para a caixa de areia do seu gato.

Confira as que são encontradas no mercado brasileiro e decida, junto com o seu bichano, qual é a ideal.

  • Sepiolita: é a areia mais comum e com preço acessível. É formada por um mineral poroso, que absorve as necessidades do gato. Além disso, é bastante econômica.
  • Areia de sílica: também um tipo comum de material para caixa de areia, é mais absorvente que a Sepiolita. Também elimina odores do ambiente.
  • Bentonita: tipo de argila granulada com alto poder absorvente. Esta areia gruda nas necessidades do gato, formando um aglomerado. Assim, torna-se mais fácil fazer a limpeza da caixa de areia.
  • Biodegradáveis: são areias formadas por material vegetal, por exemplo, palha, madeira e papel reciclado. Oferecem a vantagem de serem recicláveis e despejadas em vasos sanitários e 100% ecológicas. Por outro lado, não são absorventes e, por terem grânulos mais grossos, alguns gatos não se adaptam.

Dica

Se você quer melhorar a qualidade da areia da caixinha do seu gato e ainda manter o ambiente mais limpo, experimente passá-la primeiro por uma peneira.

Isso mesmo!

Dessa forma, todo o pó presente na areia é eliminado.

Assim, quando o gato for usar a caixa de areia, não levantará aquela poeira.

Mais Lidas