Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

O que acontece no seu corpo quando você para de comer produtos com farinha de trigo!

Em algum momento da sua vida, você já  pensou o que aconteceria ao seu corpo se parasse de consumir farinha de trigo?

Vamos refletir sobre isso.

A farinha de trigo, que todo mundo sabe que possui glúten, é o principal ingrediente de alimentos como pizza, bolo, macarrão, empada, pastel, biscoito…

Ela é a farinha preferida na cozinha porque  é a única capaz de deixar os alimentos com uma consistência tão desejável.

O problema é que a farinha de trigo, refinada ou integral, não importa, está relacionada a doenças graves, como câncer.

Para você ter ideia, o consumo excessivo dessa farinha causa hipertensão, mucosidade (catarro) e diabetes.

Sabe aquela farinha de trigo bem branquinha?

Essa cor não é natural.

A farinha de trigo branca é geralmente alvejada com óxido de cloro.

O gás cloro é um agente oxidante usado no processo de branqueamento da farinha.

Ele é irritante, perigoso e letal se inalado.

Outros agentes utilizados no branqueamento incluem também óxidos de azoto, de nitrosilo, e peróxido de benzoíla misturado com vários sais químicos.

O gás cloro é submetido a uma reação de oxidação química com algumas das proteínas da farinha, produzindo aloxano como um subproduto não intencional.

A indústria diz que os agentes clareadores e oxidantes não deixam resíduos nocivos na farinha, mas vários estudos publicados confirmam que sim.

Portanto, em um simples pedaço de pão há oculto um veneno químico.

O aloxano, ou C4 H2O4N2, é um produto da decomposição do ácido úrico.

É um veneno usado para produzir diabetes em animais de laboratório saudáveis (principalmente ratos e ratinhos), para que os pesquisadores possam testar "tratamentos" para diabetes.

O aloxano causa diabetes porque ele destrói as células beta do pâncreas que produzem insulina.

Se o aloxano causa diabetes nos ratinhos, não causaria nos seres humanos consumidores de pães?

Reflita.

O fato é que, quando deixamos de consumir essa farinha, nosso corpo desfruta de uma série de vantagens:

1. Regula o peso e combate ansiedade

Talvez você não saiba, mas a gliadina, presente na farinha de trigo, emite sinais de fome para o cérebro.

Então, se você precisa perder peso, mantenha-se distante da farinha de trigo, pois ela estimula o apetite.

Outro problema de consumir alimentos com essa farinha tão saborosos é que eles são carregados de açúcar.

E todo mundo sabe que açúcar aumenta a ansiedade, não é mesmo?

2. Acelera o metabolismo

Todo mundo sabe que a farinha de trigo engorda.

Mas, para tirar todo tipo de dúvida, um estudo provou que a farinha de trigo realmente engorda.

Um grupo de animais que consumiu alimentos à base de glúten ficou bem mais gordo do que o grupo que não consumia alimentos com farinha de trigo.

Isso porque ela deixa o metabolismo mais lento e aumenta o nível de glicose presente no sangue.

3. Evita desordens intestinais

Este é outro benefício.

Quem deixa de comer farinha de trigo evita problemas intestinais.

É fácil de entender: a farinha de trigo inflama o revestimento do intestino.

Não só isso: o glúten é altamente inflamatório e causador de gases estomacais.

4. Diminui colesterol

Este é um benefício ímpar para quem tem problemas cardíacos.

O colesterol ruim se mantém em níveis baixos, enquanto o bom predomina.

5. Ajuda a equilibrar o pH

O pH ideal para nosso corpo é de 7,4, ou seja, ligeiramente alcalino.

Quanto mais alcalino o alimento, melhor para nosso corpo.

O problema é que alimentos com glúten são muito ácidos.

Quando consumimos farinha de trigo, o corpo acaba removendo o cálcio dos ossos para manter o equilíbrio do pH.

Isso degenera os ossos e pode resultar até em osteoporose.

Mas, quando paramos de consumir alimentos produzidos com farinha de trigo, damos uma forte contribuição para equilibrar o pH e descodificar o nosso organismo.

Resumindo, a farinha de trigo realmente deve desaparecer da nossa dieta.

Se você pensa que a integral é a saída, engana-se, pois contém mais glúten do que a refinada.

Portanto, procure investir numa dieta natural e diminua o consumo de alimentos à base de farinha de trigo.  

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM