- PUBLICIDADE -

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

O perigo escondido dos produtos de beleza

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
As mulheres que utilizam diariamente produtos cosméticos chegam a absorver até dois quilos de químicos por ano. Alguns dos compostos presentes nos cosméticos estão ligados a efeitos secundários que vão da irritação cutânea até o câncer.

Uma das classes de químicos existentes nos cosméticos e que são prejudiciais são os parabenos. Traços de parabenos têm sido encontrados em amostras de tumores de câncer da mama.

Nove em dez mulheres utilizam também batom e rímel fora do prazo, que proporcionam terreno propício para a proliferação de bactérias nocivas. Muitas mulheres utilizam mais de 20 produtos de beleza por dia. Os efeitos destas múltiplas combinações de químicos são ainda desconhecidos.

Colocar químicos sobre a pele é na verdade muito pior do que ingeri-los, uma vez que quando se ingere uma determinada substância as enzimas existentes na saliva e no estômago ajudam a decompor e a eliminá-la do organismo. Contrariamente, quando se aplicam químicos sobre a pele, estes são absorvidos diretamente para a corrente sanguínea sem qualquer tipo de filtração, indo se instalar nos órgãos mais delicados, podendo causar num futuro até o câncer. Os parabenos, que aparecem no rótulo como metilparabeno, etilparabeno, propilparabeno, butilparabeno, isobutilparabeno ou E216, têm demonstrado ligações preocupantes com vários tipos de câncer.

Estudos realizados pelo “National Institute of Occupational Safety and Health”, nos EUA, indicam que cerca de 900 dos químicos utilizados em cosméticos são tóxicos.

Felizmente, as mulheres começam a tornar-se mais conscientes deste problema e existem atualmente mais produtos cosméticos naturais do que antes. Mas lembre-se de que nos rótulos nem sempre contam a verdade toda. Não existem certificações governamentais ou diretrizes oficiais para os produtos de beleza, por isso qualquer empresa pode afirmar que os seus produtos são naturais ou orgânicos. Alguns cosméticos ditos “orgânicos” poderão conter apenas quantidades muito reduzidas de ingredientes orgânicos.

Texto adaptado de:
http://www.manz.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=293&Itemid=80

Mais Lidas