Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

O caroço no rosto desta mulher era um verme vivo

Já imaginou se um verme fosse encontrado rastejando sobre seu rosto e, de repente, você se vê como a cobaia de um estudo de caso para uma revista médica?

Isso, apesar de ser terrível, não é um pesadelo.

Aconteceu de verdade.

Uma mulher russa, não identificada para manter a privacidade dela, foi alvo do verme Dirofilaria repens.

Os sintomas que ela sentia, enquanto o intruso se deslocava, eram  coceira e queimação.

A revista que cobriu o caso foi a New England Journal of Medicine.

Segundo a publicação, a vítima tinha 32 anos quando percebeu um caroço estranho se mexer dentro do rosto.

Primeiro apareceu abaixo do olho esquerdo, depois reapareceu na pálpebra superior esquerda cinco dias depois.

Após dez dias, moveu-se para o lábio superior, causando um inchaço seriamente intenso.

Os médicos tiraram foto de tudo.

Diagnosticaram o verme parasita Dirofilaria repens, que é longo e fino.

Quer saber como ele entra nos hospedeiros?

Através da picada de mosquito.

Na verdade, existem três tipos de Dirofilaria que podem afetar os humanos: D. immitis , D. repens (o que entrou no rosto da russa) e D. tenuis.

CURA PELA NATUREZA – LEIA AQUI AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Normalmente, esses vermes infectam apenas cães, raposas ou guaxinins, causando uma infecção chamada dirofilaríase.

Vladimir Kartashev, professor de medicina na Universidade Estatal de Rostov, que tratou a mulher neste estudo de caso, escreveu um artigo sobre dirofilaríase em 2015.

Sua pesquisa mostrou que, entre junho de 1997 e junho de 2013, quase 1.300 casos de dirofilariose foram encontrados na Rússia e na Bielorrússia.

As mulheres que frequentaram áreas rurais foram as mais contaminadas.

É possível evitar esse mal com o uso de repelentes.

Quanto à vítima citada nesta matéria, ela precisou fazer uma cirurgia para retirar o verme.

Graças a Deus, está totalmente curada.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM