Muitos a consideram uma erva-daninha, porém, é comestível. Aprenda a fazer beldroega em conserva

Imagem: Reprodução

A beldroega é uma planta versátil, porém, pouco reconhecida no Brasil, mas com muitos benefícios.

Esta planta não é uma erva daninha, embora seja considerada, e é altamente benéfica para a saúde, sendo uma excelente escolha para ter no seu quintal.

Estamos falando da beldroega.

A beldroega (Portulaca oleracea L.) é uma planta comestível comum em pomares e jardins.

Também valorizada como remédio fitoterápico devido à sua riqueza nutricional e propriedades medicinais.

Apesar de ser considerada por muitas pessoas uma erva daninha, ela foi inicialmente utilizada na Europa como planta medicinal.

Já na Índia, é cultivada desde a antiguidade para consumo, adaptando-se facilmente a ambientes urbanos, crescendo até em fendas de estradas e calçadas.

A seguir, exploraremos suas principais características e benefícios.

Melhora a saúde dos olhos

A beldroega é rica em vitamina A, um antioxidante que beneficia a saúde ocular. 

Em certas regiões do Mediterrâneo, a infusão das sementes é usada tradicionalmente para tratar conjuntivite.

Segundo um estudo da Universidade Putra Malásia, os antioxidantes presentes na planta podem oferecer proteção contra o câncer de pulmão e cavidade oral.

Faz bem para a pele e cabelos

A beldroega possui propriedades benéficas para a pele, sendo recomendada por Dioscórides para tratamento de erupções cutâneas e feridas.

Seu efeito calmante e cicatrizante pode ser atribuído à sinergia de substâncias como mucilagem e antioxidantes.

Resultados de ensaios clínicos recentes confirmaram os benefícios de um creme à base de Portulaca oleracea L. na cura de fissuras mamilares, sem efeitos colaterais. 

Na medicina popular, o uso tópico de folhas e caules frescos esmagados é comum para curar feridas, aliviar acne e outras irritações da pele.

Além disso, devido à sua alta concentração de nutrientes e efeitos antioxidantes, a beldroega contribui para a manutenção e fortalecimento da saúde capilar.

Previne problemas digestivos

A beldroega possui propriedades benéficas para o sistema digestivo devido à mucilagem, que favorece a digestão e previne a prisão de ventre.

Além de seu efeito ligeiramente laxante, os compostos ativos da planta, quando consumidos frescos, estimulam a produção de enzimas no fígado.

Dessa forma, contribui positivamente para o processo digestivo.

Favorece a saúde renal

A beldroega se destaca pela sua textura carnuda devido à alta quantidade de água e fibra solúvel, principalmente nas folhas e caules.

Essa característica, aliada aos minerais presentes, confere-lhe propriedades diuréticas.

Com isso, promove a eliminação de toxinas e contribui para o bom funcionamento dos rins.

Além de uma erva silvestre comestível, a beldroega oferece uma variedade de benefícios à saúde quando incorporada em saladas e outras receitas.

Ajuda a recuperar as forças

Este vegetal é um superalimento devido aos sais minerais e vitaminas encontrados em suas folhas e caules frescos, que possuem notáveis propriedades restauradoras.

Seu sabor levemente ácido e suave adiciona um toque refrescante, tornando-o ideal para saladas e acompanhamento de pratos proteicos.

Além disso, é indicado para estimular o apetite em situações de falta de vontade de comer.

Enriquece dietas e regimes alimentares veganos

A beldroega destaca-se como uma planta rica em vitamina A, além de conter vitaminas B e ácidos graxos incomuns em plantas terrestres.

Sua presença é valiosa em dietas veganas que buscam fontes alternativas de ômega-3 e vitamina B, normalmente presentes em carne e peixe.

Além disso, é uma opção em dietas de emagrecimento, proporcionando um concentrado de sais minerais e vitaminas com pouquíssimas calorias (cerca de 20 em 100 g).

Melhora o sistema circulatório

A beldroega se destaca no reino vegetal devido à presença incomum de ácidos graxos ômega-3 e alto teor antioxidante.

Essas características contribuem para a saúde sanguínea, tornando-a um potencial ingrediente na prevenção de doenças cardiocirculatórias.

Fortalece os ossos

Além das vitaminas, antioxidantes e ácidos graxos, a beldroega também é uma rica fonte de sais minerais e oligoelementos, com destaque para o cálcio, magnésio e ferro.

Estes elementos desempenham um papel crucial na manutenção de ossos saudáveis e na prevenção de problemas relacionados ao envelhecimento.

Benéfico para diabetes

O consumo de beldroegas foi associado à redução dos níveis de glicose no sangue.

Por isso, sugere-se um benefício potencial na regulação do estado glicêmico em pacientes com diabetes e na melhoria da resistência à insulina.

Ajuda contra a anemia

A beldroega, com seu rico conteúdo de vitaminas, minerais, beta-carotenos e aminoácidos, é considerada um possível superalimento.

Sua inclusão na dieta pode contribuir para a melhoria de estados de anemia e carência de nutrientes essenciais.

Antifúngico e antisséptico

A beldroega auxilia na prevenção do crescimento de bactérias, fortalecendo o sistema imunológico, e mostra utilidade contra fungos e parasitas.

Conserva de beldroega

Portanto, descubra o sabor irresistível das beldroegas em conserva com esta incrível receita que estamos prestes a compartilhar.

Essa receita proporciona uma maneira prática e saborosa de incorporar esse vegetal nutritivo em sua dieta.

Seja você um entusiasta culinário experiente ou alguém que está apenas começando a explorar os sabores da culinária.

Saiba que esta receita simples e eficaz garantirá que você desfrute ao máximo das beldroegas, aproveitando todos os seus benefícios para a saúde.

Prepare-se para uma jornada culinária repleta de sabores autênticos e benefícios nutricionais.

Vamos começar a transformar as beldroegas em conserva em uma adição irresistível à sua mesa!

Ingredientes:

  • Uma porção generosa de beldroega 
  • 3 dentes de alho
  • 10 grãos de pimenta-do-reino
  • Vinagre de maçã 

Modo de preparo:

Lave bem a beldroega, corte e coloque-a em um frasco com alho e pimenta.

Cubra com vinagre de maçã e feche o recipiente.

Guarde na geladeira por duas semanas.

A beldroega em conserva estará pronta para consumo.