Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Menino ou menina: como definir o sexo do seu bebê de forma totalmente natural

E se a gente pudesse escolher o sexo do nosso bebê usando um método totalmente natural?

O dr. Landrum Shettles diz que é possível – ele é nada mais, nada menos do que um dos maiores especialistas em fertilidade do mundo e autor do livro "Como escolher o sexo do seu bebê".
 
Tudo é feito de maneira bem natural e a chance de dar certo é de 75% – apesar de não haver muitas pesquisas oficiais, o que dificulta a comprovação desse resultado.
 
O médico se baseia nas diferenças dos cromossomos do esperma: x (menina) e y (menino).
 
Segundo ele, o cromossomo "y" é menor e mais rápido do que o "x" – porém, mais frágil também.
 
O cromossomo "x", como já dissemos, é maior, mais lento e mais resistente para percorrer caminhos mais longos.
 
Se você souber cronometrar o período certo de fazer a relação sexual para reproduzir, provavelmente vai conseguir ter bebê do sexo desejado.
 
Veja:
 
Para ter um bebê do sexo masculino, siga os seguintes passos:
 
 
1. É importante que o homem fique sem relações sexuais por 4 ou 5 dias antes da ovulação, pois isso vai ajudar a acumular esperma – lembre-se de que quem determina o sexo do bebê é o pai, pois a mãe só tem cromossomos "x".
 
2. A relação sexual deve ser feita o mais próximo possível da ovulação, que ocorre 14 dias antes da menstruação.
 
Este é o momento em que o muco fica mais alcalino, dando mais chances aos espermatozoides "y" atingirem o óvulo, já que são mais rápidos.
 
3. A mulher deve colocar um travesseiro abaixo das nádegas durante a relação e permanecer com ele por uma hora, assim estará facilitando a entrada do espermatozoide no óvulo.
 
Qualquer outra posição em que a penetração seja profunda também favorece a entrada do espermatozoide "y" no óvulo.
 
4. Aconselha-se que o orgasmos feminino venha antes ou ao mesmo tempo que o masculino, pois a alcalinidade do orgasmo feminino é maior.
 
Para ter um bebê do sexo feminino, siga os passos a seguir:
 
1. Desta vez, você não vai ter relação sexual no momento mais próximo da ovulação, mas um ou dois dias antes – já que o muco vaginal não estará tão alcalino, fazendo com que os cromossomos "y" cheguem mais rápido, porém, mortos. Isso favorece os espermatozoides "x".
 
2. O orgasmo feminino aumenta a alcalinidade da vagina, o que é ruim para o esperma X – ou a mulher abre mão desse momento, ou goza após o homem.
 
3. Posições sexuais com penetração menos profundas, como "papai e mamãe", favorecem a chegada do cromossomos "x".
 
Fatores externos também podem influenciar o sexo do seu filho, como a poluição ambiental, pois ela deixa o corpo mais ácido, prejudicando as chances de ter um menino.
 
No entanto, o consumo de uma colher (chá) de bicarbonato de sódio em um copo de água (200 mL) mais o suco de um limão, diariamente, durante o período fértil, torna o corpo mais alcalino, facilitando a chegada de um bebê do sexo masculino.
 
É bom, porém, você ficar ciente de que o método do dr. Shettles não é totalmente garantido.
 
Como dissemos no início, ele afirma que a chance de dar certo é de 75%.
 
Logo, em 100 mulheres, o método não funciona em 25.
 
Talvez o melhor mesmo seja a dúvida: é menino ou menina?
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO