Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

As melhores receitas para você eliminar os agrotóxicos dos vegetais que você compra na feira!

Vamos começar dizendo que você vai ler agora o maior e mais completo artigo com receitas caseiras que retiram os agrotóxicos dos vegetais.
 
É uma reunião de receitas populares, ou seja, usadas tradicionalmente por muitas pessoas.

Mas também há receita ensinada por um biólogo especialista no assunto.
 
Mas antes queremos responder à seguinte pergunta:
 
– É possível eliminar o agrotóxico em frutas e verduras?
 
Esse é um tema muito polêmico.
 
Alguns dizem que sim, outros dizem que não.
 
Já lemos muito sobre o assunto e ouvimos os dois lados.
 
E no nosso entendimento o ideal é consumir produtos orgânicos (de fonte confiável, pois há muito produto sendo vendido como orgânico sem ser).
 
Mas infelizmente nem sempre temos produtos orgânicos à nossa disposição.
 
Então, neste caso, o que fazer para pelo menos minimizar a presença de agrotóxicos no alimento?
 
Veja algumas dicas:
 
1. Lavar bem frutas e vegetais com água corrente não é completamente eficaz, mas remover os resíduos de pesticidas e elimina certas substâncias tóxicas.
 
2. Limpe com escova, esfregando suavemente para remover sujeira e resíduos tóxicos.
 
3. Não lave frutas e legumes antes de armazenar, pois isso faz com que se estraguem mais rápido, já que a umidade favorece os microrganismos e bactérias.
 
4. Limpe os vegetais somente perto de consumi-los, de preferência com água levemente morna.
 
Receitas para eliminar agrotóxicos

1. Limão e vinagre branco
 
Em uma garrafa de spray, adicione o suco de 1 limão 2 colheres de sopa de vinagre branco e termine de preencher com água.
 
Agitar a garrafa e aplicar sobre frutas e legumes antes de servir.


 
2. Vinagre e sal

Coloque água em uma tigela e adicione meia xícara de vinagre de maçã e 3 colheres de sopa de sal, diluindo bem.
 
Deixe frutas e legumes por 20 minutos nesta mistura e depois enxágue.
 
3. Bicarbonato de sódio
 
Primeiro lave frutas e legumes em uma bacia com água
 
Em seguida, dilua 1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio em 1 litro de água.
 
Depois, ergulhe as frutas e legumes por alguns minutos nesta solução, esfregando-os bem para remover bactérias e resíduos químicos.
 
4. Dica de biólogo
 
A dica que ensinaremos adiante foi ensinada na televisão por um biólogo, o professor Mauro Velho, no programa Globo Repórter.
 
É um processo em quatro etapas:
 
1ª Coloque os vegetais em uma bacia com água limpa e deixe-os nessa água por cinco minutos (esta é a primeira lavagem).
 
2ª Depois, transfira os vegetais para uma bacia com água bicarbonato de sódio – 1 colher (sopa) para cada litro de água.
 
Deixe-os 40 minutos nesta bacia com água e bicarbonato.
 
Esta é etapa mais importante, pois, segundo o professor, o bicarbonato remove até 90% dos agrotóxicos.
 
3ª Coloque os vegetais de novo numa bacia com água durante cinco minutos.
 
Isto é necessário porque, se o bicarbonato entrar em contato com vinagre, haverá uma reação e perderá o efeito.
 
O professor Mauro foi muito claro neste ponto: “Não pode misturar bicarbonato com vinagre, porque reage e perde o efeito”.
 
4ª Ponha os vegetais numa bacia com água e vinagre – 1 colher (sopa) para cada litro de água.
 
São necessários 40 minutos nesta última etapa para, de acordo com o professor, haver a remoção dos agrotóxicos não eliminados pelo bicarbonato.
 
E assim está finalizada a desintoxicação dos vegetais.
 
Conclusão
 
Como dissemos no início, prefira sempre os alimentos orgânicos para que, além dos benefícios à sua saúde, haja o estímulo a esse tipo de agricultura, que não agride o meio ambiente e é bem familiar.
 
Só use estes métodos quando não houver mesmo a oferta de frutas, verduras e legumes orgânicos.

Este é um site de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM