PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Maçã probiótica fermentada: melhora a saúde intestinal e aumenta a imunidade

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Esta maçã fermentada probiótica medicinal é rica em lactobacilos vivos e várias outras bactérias do bem.

A atual dieta adotada pela maioria das pessoas, com excesso de proteínas, gorduras e pobre em fibras, provoca vários efeitos negativos na saúde.

O distúrbio mais recorrente ocorre no sistema gastrointestinal, caracterizado por uma disfunção que altera a microbiota intestinal.

Nesse quadro, as bactérias patogênicas (aquelas que causam doenças no intestino) predominam sobre as bactérias benéficas.

Porém, o consumo de probióticos, que são microrganismos vivos, ajuda a diminuir a multiplicação dessas bactérias patogênicas.

Além disso, auxilia no tratamento e prevenção de problemas intestinais.

No entanto, grande parte dos alimentos probióticos existentes no mercado são de origem láctea.

Isso acaba limitando o consumo por pessoas que não podem (intolerantes à lactose) ou não apreciam consumir leite e derivados. 

Porém, devido ao potencial benefício dos probióticos à saúde, é fundamental diversificar a oferta de produtos.

Por isso, vamos ensinar a receita da maçã probiótica fermentada, que proporciona os seguintes benefícios:

  • Combate prisão de ventre;
  • Previne o intestino preso;
  • Melhora o intestino preguiçoso;
  • Combate a síndrome do cólon irritável;
  • Candidíase de recorrência;
  • Aftas recorrentes;
  • Fortalece o imunológico. 

Maçã probiótica fermentada

Essa maçã fermentada probiótica medicinal é rica em lactobacilos vivos e várias outras bactérias do bem.

Ingredientes:

  • 4 maçãs pequenas
  • 6 cardamomos (ou cravo, canela…)
  • 500 ml de água
  • ½ colher (sopa) + ¼ de colher (sopa) de sal marinho
  • 1 pote de vidro com tampa (pode ser aqueles de conserva)

Sugestão: o cardamomo serve para aromatizar e, por isso, você pode substituí-lo por outras especiarias, como cravo-da-índia ou canela em pau.

Além disso, o sal precisa ser marinho, pois o comum possui substâncias que podem matar as bactérias boas da maçã.

Também, dependendo o tamanho do vidro, você poderá precisar de mais maçãs.

Modo de preparo:

Primeiro faça uma solução salina diluindo o sal na água e reserve.

Descasque as maçãs, retire as sementes e corte em quatro partes.

Em seguida, coloque os pedaços das maçãs dentro do pote de vidro.

Nessa etapa é muito importante encaixar bem as fatias umas nas outras para que elas fiquem firmes e não boiem.

Descasque o cardamomo e coloque as sementes dentro do vidro, sobre as maçãs.

Encha o vidro com a salmoura, cuidando sempre para a maçã não boiar.

Tampe o frasco e deixe por sete dias dentro de um ambiente escuro.

Para isso, cubra o vidro com um pano de prato limpo e coloque dentro do armário.

Após uma semana, você irá perceber que dentro do frasco formaram-se algumas bolhas e isso significa que a maçã fermentou.

O sabor será diversificado:

  • Levemente gasoso devido ao gases formados durante a fermentação;
  • Levemente salgado por causa da solução salina;
  • Adocicado por causa do açúcar da maçã;
  • aromático por causa do cardamomo.

Consuma uma fatia dessa maçã fermentada por dia, sempre antes de uma das refeições para regular a flora intestinal.

Sugestões extras:

Mais Lidas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade.