PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Leucemia: 10 sinais da doença que não devem ser ignorados

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

No mundo, a leucemia atinge milhões de pessoas todos os anos, por isso é muito importanto conhecer seus principais sintomas.

A leucemia, ou câncer no sangue, é uma gravíssima doença que acomete milhões de pessoas ao redor do mundo anualmente.

Cerca de 10% dos casos de câncer no mundo são diagnosticados como leucemia.

Entre os mais afetados por essa enfermidade, estão crianças e adolescentes de 5 a 18 anos de idade.

A doença se dá por uma falha na produção de glóbulos brancos, as células de defesa do nosso organismo.

A medula óssea, que é o órgão responsável pela criação de glóbulos brancos e vermelhos, começa a produzir glóbulos brancos defeituosos, que acabam danificando o sistema imunológico da pessoa acometida pela doença.

Além de tudo isso, a desordem na produção de células sanguíneas brancas também afeta os glóbulos vermelhos.

Os tipos de leucemia

A leucemia se divide basicamente em 4 tipos:

  • Leucemia mieloide aguda (LMA)
  • Leucemia linfocítica Aguda (LLA)
  • Leucemia linfocítica crônica (LLC)
  • Leucemia mieloide crônica (LMC).

Em todas as suas versões, o câncer no sangue apresenta o mesmo “roteiro”, o que vai diferir são as faixas etárias que são acometidas por elas e a sua progressão.

No caso das fases agudas da leucemia, a doença é mais violenta e afeta pessoas mais jovens.

Nos casos de câncer de sangue crônico, a doença é cruelmente silenciosa e pode se desenvolver por anos, só aparecendo em pacientes mais velhos, de 50 anos acima.

Mas, como dissemos, a área de atuação desta enfermidade, não importa o tipo, é sempre a medula óssea e a produção de sangue, por assim dizer.

10 sinais de leucemia que você não pode ignorar:

Facilidade em ter sangramentos e hematomas

Sangramentos constantes, ou difíceis de serem controlados, e hematomas são um importante sinal de alerta.

A pessoa que ganha um “roxão” com qualquer pancada leve ou vive com o nariz ou a gengiva sangrando, por exemplo, deve procurar ajuda médica.

Acontece que esses sintomas podem indicar que o corpo desse indivíduo tem dificuldade na coagulação sanguínea, por isso é importante investigar para descartar doenças, inclusive leucemia.

Fadiga constante ou prolongada

Quem não fica cansado(a), não é mesmo?

Mas há de se convir que estar sempre indisposto não é normal.

No caso de suspeitas de leucemia, a fadiga pode indicar que a pessoa está com anemia, que é um dos sintomas e praticamente uma pré-condição da leucemia.

Portanto, quem está sempre indisposto deve ir em busca de ajuda para determinar o fator de tal condição.

Infecções constantes

O indivíduo que está sempre apresentando infecções no corpo, deve prestar atenção.

A consequência mais visível da leucemia é o enfraquecimento do sistema imunológico, e quem está acometido por ela obviamente estará com a sua capacidade de defesa contra infecções reduzida, vindo a apresentar mais infecções que o normal.

Nódulos linfáticos inchados

Os nódulos linfáticos fazem parte do sistema linfáticos e são responsáveis pelo combate a infecções.

É comum que eles fiquem inchados quando alguma infecção mais severa está sendo combatida.

Mas se os nódulos linfáticos, sobretudo os do pescoço e axilas, estiverem inchados, é um sinal de alerta.

Falta de apetite e perda de peso

Sinais clássicos de doença, a falta de apetite e perda de peso são indicativos de que algo não vai bem.

Quem tem esses sintomas deve consultar um médico para determinar a causa.

Palidez inexplicada

A palidez é um comum indicativo de que algo não vai bem com o sangue.

E é também um sintoma de anemia, que é uma pré-condição para a leucemia.

Palidez associada à fadiga e à perda de apetite é um sintoma preocupante e, por isso, merece investigação.

Dor sob as costelas inferiores do lado esquerdo

O baço é um importante órgão do corpo humano e está localizado no lado esquerdo do corpo, logo abaixo das costelas.

Dor no local pode indicar que o órgão está inflamado e inchado, o que é um indicativo de leucemia.

Suor noturno

A sudorese noturna é um quadro comum de pacientes que têm algum tipo de infecção.

Neste caso, o corpo fica febril durante a noite, e o suor é expelido para esfriar a temperatura.

Por ser um sinal de infecção, o suor noturno deve ser levado em consideração numa consulta.

Zumbido no ouvido

Poucos sabem, mas o zumbido no ouvido pode ser um sinal de que a contagem de glóbulos brancos do seu corpo pode estar elevada.

Pessoas que têm esse sintoma, principalmente quando associado com outros desta lista, devem ir a um médico.

Erupções cutâneas constantes

Erupções cutâneas severas, como acne ou “sapinho” na boca, são indicativos de infecções.

Quando associadas a outros sintomas desta lista, inspiram cuidados.

Prevenção e cuidados

A leucemia é uma doença difícil de ser prevenida diretamente.

Mas, como qualquer câncer, tem seus fatores de risco ligados ao estilo de vida.

Alimentação saudável, exercícios físicos e o afastamento de hábitos nocivos como o de fumar são, com certeza, importantes aliados para prevenir esse mal.

Fique atento(a) a todos os sintomas que apresentamos aqui e, se houver necessidade, procure um médico e faça exames.

Cuide-se!

Mais Lidas