PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Lambedor de ervas: combate gripe, rinite e rouquidão na garganta

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Esse lambedor tem ação anti-inflamatória que ajuda a combater os sintomas de doenças respiratórias.

Crianças e adultos, por vezes, apresentam gripes, resfriados e/ou outros problemas respiratórios.

Junto com essas doenças, surgem sintomas como:

  • Tosse
  • Febre mais elevada
  • Dores musculares
  • Fadiga intensa
  • Congestão e secreção nasal
  • Espirros
  • Dores de garganta
  • Catarro com uma coloração amarelo-esverdeada

No entanto, se esses sintomas forem leves, não há necessidade de recorrer ao médico ou à farmácia em busca de medicamentos.

Afinal, existem receitas naturais que podem ser tão boas (ou até melhores) do que remédios químicos.

Isso porque as plantas medicinais possuem inúmeras propriedades benéficas para a saúde.

Além disso, a maioria dos medicamentos não tem um sabor agradável, o que pode causar rejeição por parte das pessoas, principalmente crianças.

Por isso, opte pelos remédios caseiros, como os lambedores de ervas, que são excelentes para aliviar a tosse, gripe e resfriados.

Para quem ainda não conhece, lambedores são um tipo de xarope caseiro produzido a partir de plantas com mel ou açúcar.

Eles ajudam a aliviar dores, inflamações, combater vírus, cansaço, auxiliar na remoção das secreções brônquicas e reduzir a tosse. 

Para a receita de lambedor de ervas que ensinaremos a seguir, você vai precisar dos seguintes ingredientes:

  • Mel
  • Gengibre
  • Alho
  • Eucalipto
  • Alecrim
  • Nabo

Cada ingrediente possui propriedades medicinais que são específicas para auxiliar no tratamento de doenças respiratórias.

Confira!

Benefícios do mel

O mel é rico nas vitaminas A e C, magnésio, potássio, possui ação antibacteriana, antiviral, anti-inflamatória e analgésica.

Todas essas propriedades ajudam a fortalecer o sistema imunológico, protegendo contra microrganismos causadores de doenças.

[SIGA O CANAL DO CURA PELA NATUREZA NO TELEGRAM]

De acordo com estudo da University of Oxford, no Reino Unido, o mel ajuda a retardar a disseminação da resistência antimicrobiana.

Desse modo, é bastante eficiente para o alívio sintomático de infecções no trato respiratório.

Além disso, o mel contém  aminoácidos essenciais que ajudam a eliminar o excesso de muco, congestão nasal e outros sintomas da gripe.

Inclusive, segundo o jornal britânico The Times, as novas diretrizes do Instituto Nacional de Excelência Clínica e de Saúde (NICE) recomendam que os médicos receitem mel aos pacientes com tosse em vez de mandá-los para a farmácia.

Importante: crianças menores de um ano não podem consumir mel, pois seu sistema imunológico ainda não as protege da bactéria Clostridium botulinum, que pode ser encontrada no mel.

Benefícios do gengibre

O gengibre contém propriedades expectorantes, anti-inflamatórias, antioxidantes e gingerol, um composto com efeitos antibióticos.

Assim, ajuda a eliminar os vírus e bactérias que atacam o sistema respiratório e também controla  a inflamação..

Além disso, é fonte de vitamina C, que auxilia na produção de anticorpos e fortalece o sistema imunológico.

Por isso, o gengibre é um excelente remédio natural para aliviar os sintomas da gripe, resfriados, tosse, inflamação da garganta, asma e bronquite.

Benefícios do alho

O alho possui componentes essenciais que o fazem um excelente antibiótico e antiviral, como destaca um estudo da Universidade de Edimburgo, no Reino Unido.

Além disso, contém sulfeto de dialil, substância que ajuda a aumentar a imunidade.

O alho ajuda a bloquear a produção de toxinas pelos germes, prevenindo assim as infecções.

Devido às propriedades expectorantes e antissépticas, o alho controla os sintomas da gripe, estimulando as funções respiratórias.

Ele também ajuda a reduzir e a eliminar o muco dos pulmões, sendo eficaz contra a  tosse e bronquite.

Benefícios do eucalipto

O eucalipto tem ação expectorante, anti-inflamatória, descongestionante, antisséptica, antimicrobiana e vermífuga.

Além disso, a planta possui propriedades broncodilatadoras, que ajudam a eliminar a secreção nasal e melhorar a respiração.

Também age como um forte antisséptico das vias respiratórias, combate tosse, gripe, resfriados, pneumonia e inflamações na garganta.

De acordo com estudo da Fundação Nacional de Saúde do Rio Grande do Norte (Funasa), o eucalipto foi eficaz no tratamento das infecções respiratórias agudas.

Além do mais, auxilia no tratamento de doenças como:

  • Febre
  • Rinite
  • Sinusite
  • Adenite
  • Amigdalite
  • Asma
  • Tuberculose
  • Gangrena pulmonar

Benefícios do alecrim

O alecrim é estimulante e, por isso, é indicado para auxiliar no controle da tosse, gripe e crises de asma.

A planta também tem ação expectorante, que ajuda a eliminar o catarro.

Além disso, contém vitaminas A e C, é anti-inflamatório, antifúngico, antibacteriano e antisséptico.

Benefícios do nabo

Devido à boa quantidade de vitamina C, o nabo é um excelente anti-inflamatório.

Por isso, ajuda a fortalecer o sistema imunológico e a combater infecções e problemas respiratórios.

Lambedor de ervas

Este lambedor tem ação anti-inflamatória que vai ajudar a combater os sinais e sintomas de doenças respiratórias.

Ingredientes:

  • 300 ml de mel
  • 1 pedacinho de gengibre (2 a 3 cm)
  • 1 dente de alho sem casca
  • 3 folhas de eucalipto
  • 1 colher (sobremesa) de alecrim
  • 1 pedacinho de nabo (2 a 3 cm)

Dica: certifique-se de que o mel que você comprou é verdadeiro (puro) ou foi adulterado.

Modo de preparo:

Lave bem as ervas (eucalipto e alecrim), o gengibre e o nabo.

Seque com um papel toalha (ou pano limpo) para remover todo o excesso de água.

Em seguida, coloque em uma panela, adicione o mel, leve ao fogo e deixe ferver por três minutos.

Tampe, deixe abafar até esfriar e depois coe.

Adultos devem tomar duas colheres (sopa) três vezes ao dia ou quando a tosse estiver bastante intensa.

Já as crianças, uma colher (sopa) duas vezes por dia.

Conserve na geladeira em um vidro esterilizado e com tampa.

Porém, retire uma hora antes de tomar para ficar na temperatura ambiente.

Crianças menores de seis meses não devem consumir este lambedor e nenhum outro xarope natural que contenha mel.

Portanto, em caso de gripes e resfriados em bebês, recomenda-se consultar um médico pediatra e seguir o tratamento indicado por ele.

Mais Lidas