Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Kit completo de primeiros socorros para cães e gatos

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Estar preparado para socorrer de imediato seu cão ou gato é um ato de amor.

Já pensou em montar um kit primeiros socorros para seu pet?

Se não, está mais do que na hora de começar a pensar.

Mas não só pensar, fazer!

Lembre-se de que, assim como nós humanos, nossos animais de estimação podem adoecer ou sofrer algum tipo de acidente a qualquer momento.

E, caso aconteça alguma emergência, você poderá socorrê-lo de imediato.

Isso fará com que ele tenha mais chances de sobreviver até chegar ao veterinário, caso seja um problema mais sério.

Daremos aqui uma lista e algumas instruções de como montar um kit completo, baseado nas dicas de veterinários como doutor Edgar Gomes e a doutora Patrícia de Barros.

Kit completo de primeiros socorros para cães e gatos

  • 1 caixa com luvas descartáveis
  • Gases simples e estéreis
  • Esparadrapo
  • Cotonetes para usar em locais de difícil acesso
  • Algodão
  • Álcool 70
  • Solução de iodo povidine. Não deve ser usado puro e não deve ser usado em gatos
  • Seringas sem agulhas para dar medicações
  • Clorexidina, um antisséptico que alivia coceira e ajuda a cicatrizar feridas mais rápido; ou líquido de Dakin, que também é um excelente antisséptico
  • Soro fisiológico estéril para lavar feridas
  • Detergente líquido neutro para lavar machucados
  • Termômetro digital de plástico. Nunca use de vidro!
  • 1 almofada, caso precise colocá-lo na maca ou fazer respiração boca a boca
  • 1 madeira do tamanho do seu animal para que possa servir de maca
  • 1 fita adesiva resistente, caso precise colocá-lo na maca. Lembrando que você deve primeiro cobrir o animal com um lençol e passar a fita por cima do lençol/toalha
  • 1 cobertor e 1 lençol. Em alguns casos o animal precisa ser aquecido e em outros resfriado
  • 1 colar elizabetano
  • 1 rolo de plástico-filme para feridas
  • Talas para imobilização
  • 1 pote com mel para casos de hipoglicemia. Algo doce fará com que o animal acorde. Basta pingar duas gotinhas na boca dele
  • Bolsa térmica para compressa
  • 1 funcinheira ou uma gravata para servir de mordaça. Lembre-se de que, por mais manso que seja seu pet, se estiver sentindo dor e você for desinfetar uma ferida, por exemplo, o animal poderá ficar violento e morder
  • 1 tosador elétrico para tirar pelos e ter acesso às feridas
  • Rolos de ataduras de tamanhos variados
  • 1 lanterna pequena
  • 1 pinça para retirar farpas, cacos de vidro, espinhos, etc.
  • 1 alicate de ponta fina para retirar objetos de dentro da boca do animal, caso seja possível
  • 1 tesoura de ponta arredondada
  • 1 cortador de comprimidos
  • 1 conta-gotas
  • Unguento para cães e gatos. É importante, pois funciona como um repelente e não deixa juntar moscas nas feridas e criar bicheiras
  • 1 rolo de filme PVC. É muito útil para ser utilizado em alguns casos de ferimentos
  • Analgégico, antibióticos, anti-inflamatórios e antialérgicos: medicamentos que seu pet já tenha tomado antes e que tenham sido prescritos pelo veterinário
  • Probióticos para casos de diarreia simples
  • Sachês de carvão vegetal ativado para casos de envenenamento
  • Pó hemostático pet para estancar sangramentosPomada antibiótica e anti-inflamatória

Muitos itens não é?

Mas lembre-se que se trata de um kit completo!

Você pode montar aos poucos.

Não precisa entrar em desespero e querer fazer isso do dia para noite.

Mas, sem dúvida, deve ser uma de suas prioridades.

Consulte, de preferência, seu médico veterinário de confiança para montar um kit mais personalizado.

Mas, enquanto não monta o kit completo, tenha ao menos um básico à mão.

Em um kit básico, não podem faltar itens como:

  • Algodão
  • Gases
  • Seringas
  • Tesoura sem pontas para cortar pelos ao redor de um corte ou ferida
  • Soro fisiológico
  • Líquido de Dakin
  • Luvas
  • Esparadrapo
  • Ataduras
  • Talas para imobilização
  • 1 lanterna pequena
  • Sabão em barra amarelo/neutro
  • Álcool 70
  • Pomada cicatrizante pet
  • Sachês de carvão vegetal ativado

Tenha também todos os dados do seu animal de estimação organizados em uma pasta contendo informações como:

  • Nome do animal
  • Cartão de vacinação
  • Telefone do veterinário e clínicas 24 horas
  • Medicações de uso contínuo e/ou que esteja tomando no momento com as devidas posologias
  • Nome das substâncias a que ele seja alérgico
  • O número do lugar em sua cidade para onde você deve ligar em casos de intoxicação (veja no site da Anvisa ou pergunte ao veterinário)

É imprescindível que essa pasta faça parte tanto do kit completo quanto do básico.

Dicas importantes:

Tenha ainda fácil o número dos bombeiros e resgate de animais de sua cidade.

Como sabemos eles podem ser muito curiosos e acabar se metendo em alguma situação perigosa, como subir numa árvore muito alta e não conseguir descer, ou até mesmo cair em algum buraco profundo.

O iodo deve ser diluído em um pote com água até ficar na coloração de um chá fraco.

Há locais que já o vendem diluído, o que facilita bastante.

Guarde o kit em uma maleta e deixe em um lugar fresco, seguro e de fácil acesso para os humanos adultos da casa.

Você pode usar uma tábua de passar roupas como maca e uma garrafa pet como bolsa térmica, em último caso.

Veja também como improvisar uma focinheira usando uma gravata e um colar elizabetano.

Saiba ainda como usar o plástico-filme para proteger o local afetado por corte até chegar ao veterinário.

Também é possível usar plástico bolha para imobilização (na falta de uma tala).

Nunca se esqueça de sempre olhar a validade dos produtos.

Se for viajar com seu pet, monte alguns dias antes um pequeno kit de viagem com os itens mais indispensáveis.

DEIXE SEU COMENTÁRIO