Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram

Ingestão de cacau melhora função cardíaca

Um estudo comprovou que o consumo concentrado de cacau na forma sólida ou líquida tem efeitos benéficos para a função cardíaca de indivíduos saudáveis com sobrepeso. Os polifenóis do cacau, principalmente os flavonóides, são os responsáveis pela melhora da função endotelial, enquanto o açúcar atenua esses efeitos.




O experimento foi composto de duas partes. Na fase I, os participantes foram divididos ao acaso em dois grupos. Um grupo (estudo) recebeu uma barra de 74 gramas de chocolate amargo contendo 22 gramas de cacau e o outro (placebo) recebeu uma barra de mesmo peso, porém contendo zero grama de cacau. Na fase II, os mesmos participantes foram divididos em três grupos e cada um consumiu duas xícaras de chocolate quente. O primeiro grupo recebeu a bebida sem açúcar contendo 22 gramas de cacau; o segundo ingeriu a bebida com açúcar e a mesma quantidade de cacau e o terceiro (grupo placebo), uma bebida de aspecto similar, que não continha cacau. Houve um período de sete dias entre o término de uma fase e o início da outra. A função endotelial dos participantes foi medida após oito horas de jejum de um dia para o outro e duas horas após cada tratamento, assim como a pressão sanguínea.


O consumo de uma dose de chocolate sólido foi suficiente para aumentar a vasodilatação e diminuir a pressão sanguínea. O mesmo foi observado em relação ao chocolate líquido, porém a bebida sem açúcar trouxe os melhores resultados e o chocolate quente açucarado não causou mudanças na pressão sanguínea. “Como a concentração de cacau era a mesma nas duas bebidas (22 gramas de cacau contendo 3,282 miligramas de polifenóis), os melhores efeitos do chocolate quente podem ser atribuídos à ausência do açúcar”, explicam os autores. Segundo eles, a melhora da função endotelial observada após o consumo do cacau está relacionada à elevação da concentração de epicatecina no plasma, que aumenta a vasodilatação. Além disso, a procianidina (presente no cacau) aumenta a concentração de óxido nítrico no plasma, promovendo o relaxamento dos vasos.


Futuros experimentos são necessários para determinar a influência a longo prazo do cacau na função cardiovascular, a quantidade ideal para se obter os efeitos desejados e a variação desses resultados entre diferentes populações.


Fonte de pesquisa:
http://www.todafruta.com.br
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM