PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Incenso caseiro fácil e econômico: descubra como fazer

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Acabe de vez com problemas alérgicos que alguns tipos de incenso industrializados causam. Faça o seu próprio incenso em casa, gastando muito pouco.

Muita gente acaba desistindo de usar incensos devido a alguns efeitos alérgicos e respiratórios que os produtos industrializados causam.

Por exemplo: rinite, espirros, coceira e até inflamações e infecções respiratórias (dependendo da qualidade do incenso comprado)

No entanto, há a possibilidade de fazer incenso caseiro apenas com produtos naturais, sabia?

Exatamente. Assim, fique por aqui e aprenda passo a passo como fazer os seus próprios incensos para perfumar o ambiente sem riscos e ainda dar uma força para a sua saúde.

Fazer incenso caseiro em apenas 5 passos

1º passo

Providencie ervas frescas ou secas.

No entanto, priorize as frescas, que podem ser encontradas em feiras livres, supermercados, lojas de produtos naturais ou plantadas em casa mesmo.

Exemplos de ervas para incenso: camomila, erva-cidreira, sálvia, alfazema, alecrim, hortelã, eucalipto e flores em geral (explicaremos melhor no item ).

2º passo

Para usar a erva, descarte a raiz.

Então, providencia um fio de algodão (podendo ser sintético) e enrole a erva nesse fio.

Dica: quanto mais firme estiver essa amarração, melhor, pois o incenso caseiro levará mais tempo para queimar.

Além disso, descarte partes da erva escolhida que estejam doentes ou danificadas.

3º passo

Faça nós na amarração bem apertados com o próprio fio, em especial, nas extremidades.

Isso é importante para a erva ficar firme e não se espalhar.

Além disso, providencie mais fio se a erva não estiver bem compactada.

Por exemplo, a erva deve ficar enrolada pelo fio.

No entanto, não coberta, certo?

4º passo

Pronto!

O seu incenso está finalizado.

Para aproveitar de seus benefícios, basta colocar em pontos estratégicos do ambiente.

Por outro lado, é preciso aguardar até que a erva esteja seca.

Assim, vá acompanhado para poder começar a queimar o incenso.

5º passo

Para queimar o incenso caseiro, vá até a extremidade em que começamos a enrolar o fio.

Dessa forma, use um fósforo ou uma vela e espere começar a queimar.

Dica: coloque um prato de porcelana ou de alguma material não inflamável embaixo do incenso.

Não use pratos de plásticos, pois você pode causar um incêndio!

Alem disso, sempre que quiser apagar, use água.

Não bata com a mão, por exemplo, pois isso danifica o incenso caseiro.

Ervas e aromas para incenso caseiro

A seguir, para ter perfumar o ambiente, alegrar a sua alma e a sua vida e até prezar pela sua saúde, confira dicas de ervas e aromas!

  • Babosa (aloe vera): tem propriedades calmantes e perfuma suavemente o ambiente. O incenso caseiro de babosa pode inclusive ser colocado em ambientes com crianças.
  • Alecrim: uma erva excelente para tratar problemas respiratórios.
  • Arruda: erva conhecida popularmente pelos seus poderes de proteção e contra o “olho-gordo”. Mas a arruda em forma de incenso caseiro também estimula a calma, contribuindo para baixar a ansiedade. Além disso, seu cheiro marcante elimina maus odores.
  • Camomila: erva que tem efeito calmante e também contra a ansiedade. Além disso, deixa um aroma adocicado no ambiente.
  • Erva-cidreira: tem efeito calmante. Assim como a camomila, pode ser usada como erva-base para incenso caseiro com adição de óleos.
  • Canela: incenso de canela deixa um aroma marcante no ambiente. Estimula a energia e é afrodisíaca.
  • Cravo-da-índia: também tem propriedades estimulantes. Já o aroma é mais ameno que o da canela, porém bem agradável. Além disso, contribui para a eliminação de insetos, como formigas.

Mais dicas de ervas e óleos para fazer incenso caseiro:

  • Patchouli: um aroma para lá de afrodisíaco. Também deixa um aroma martavilhoso no ambiente. Para incenso caseiro de patchouli, o mais recomendado é usar óleo essencial. Experimente usar um erva delicada, como a camomila, e adicionar gotas de patchouli.
  • Rosas: traz serenidade. Além disso, é um incenso caseiro muito cheiroso e que agrada a todos os olfatos.
  • Laranja: ótimo óleo essencial (ou, então, flores de laranjeira) para estimular a memória. Também possui um odor cítrico super-refrescante e ajuda na redução de sintomas de problemas respiratórios.
  • Hortelã: excelente para aliviar problemas respiratórios. Seu aroma também tem efeito estimulante.
  • Manjericão: estimula o bom funcionamento digestivo, mesmo em forma de incenso caseiro. Deixa um odor característico no ambiente, muito agradável.
  • Sálvia: é excelente para deixar um aroma leve no ambiente e pode ser usada como base para outros incensos.
  • Essências amadeiradas: em forma de óleos são muito usadas em incenso caseiro para equilibrar as emoções. Ideal, por exemplo, para momentos de trabalho ou estudo.

Para fazer incenso caseiro, use também:

  • Jasmim: esta flor é sensacional para deixar um aroma leve e muito agradável.  
  • Noz-moscada: adicionada ao incenso, estimula o controle emocional. Ou seja, reduz a ansiedade, mas não ao ponto de nos deixarmos “para baixo”.
  • Flor de lótus: muito bom para se concentrar. Por exemplo, pode ser usada para momentos de meditação.

Dica

De acordo com as ervas e aromas mostrados para fazer o incenso caseiro, vale ressaltar que, no caso de óleos essenciais, faça os incensos com ervas suaves.

Por exemplo:

  • Camomila
  • Erva-cidreira
  • Sálvia

Pingueum desses óleos na erva e no fio.

Mais Lidas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade.