Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Idoso com Alzheimer não reconhece a família: seu filho tem uma ideia que muda tudo

O mal de Alzheimer é uma doença mental progressiva que resulta da degeneração progressiva das células nervosas cerebrais e da diminuição da massa encefálica.

Isso gera perda de memória, desorientação e grave prejuízo na vida pessoal e intelectual.

Esta doença não afeta apenas aqueles que a contraem.

Ela também  gera uma deterioração na nível familiar, pelo simples fato da grande tristeza em ver um ente querido pouco a pouco perder suas lembranças de vida.

Ted McDermott foi detectado com esta terrível doença  e sua família começou uma provação lenta e dolorosa.

Não só sua memória desapareceu, mas seu humor mudou e piorou.

Seu filho, Mac, não queria ver o sofrimento do pai, a quem ele amava tanto.

Depois de pensar e refletir muito,  decidiu fazer algo  que surpreenderia a ambos.

Ted foi um grande cantor, e por muitos anos de sua vida percorreu o Reino Unido cantando  em bares e pubs.

Mas, quando a doença foi detectada, ele teve que se afastar dessa grande paixão que sentia, devido à sua progressiva perda de memória.

Da mesma forma, sua paixão era tão grande que, embora não pudesse mais fazer turnês ou percorrer bares para cantar,  nunca perdeu o ritmo, fixado em seu sangue e coração.

Em uma entrevista, o filho Mac disse:

“Papai foi um excelente cantor e sempre se dedicou a essa paixão. Era chamado de O Homem Songaminute, porque se lembrava de muitas melodias com grande memória. Mas depois do Alzheimer vez ele perdeu a memória, muitas vezes já não reconhece a família e tornou-se agressivo”.

Mas Mac estava sempre determinado a ajudá-lo e ao menos manter viva a paixão pela música de seu pai.

Foi assim, que um plano muito engenhoso surgiu: cantar junto com o pai as canções favoritas de Ted, forçando-o a exercitar a memória.

Este método tornou-se muito apropriado.

Hoje, diariamente, a cada passeio ele faz com o pai, tudo é gravado e enviado para as redes sociais,  onde todos podem ver o belo momento compartilhado por pai e filho, cantando as músicas que fazem Ted ter um pouco mais de conexão e amor neste lindo vínculo com seu filho.

Mac e Ted também já começaram a gravar um CD com essas canções, para que outras famílias que sofrem com a mesma situação tenham mais uma ferramenta para usar e ajudar os doentes de Alzheimer.

Eles pretendem doar 25% do arrecadado com o álbum para investigações científicas sobre a doença de Alzheimer.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM