Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Hidrocólon ou colonterapia



Como fazer o enema

Escolha um local tranquilo (uma cama, de preferência). 
Pendure o irrigador na parede ou em um lugar alto. Encha-o com água limpa, chá ou café bem fraquinho. Deite-se do lado esquerdo e introduza a cânula no ânus (passe um pouco de óleo vegetal para facilitar). Relaxe. Deixe o líquido cair completamente. Segure um pouco, pelo menos 15 minutos, para que as fezes se soltem e para que o chá ou café faça efeito. Vá ao banheiro e evacue.

Encha novamente o irrigador e repita o processo, desta vez deitando do lado direito.

Use de 500 ml a um litro de líquido de cada lado.

Faça isso duas vezes por semana, durante um ou dois meses ou pelo tempo que achar necessário.



Como fazer o enema

Escolha um local tranquilo (uma cama, de preferência). 
Pendure o irrigador na parede ou em um lugar alto. Encha-o com água limpa, chá ou café bem fraquinho. Deite-se do lado esquerdo e introduza a cânula no ânus (passe um pouco de óleo vegetal para facilitar). Relaxe. Deixe o líquido cair completamente. Segure um pouco, pelo menos 15 minutos, para que as fezes se soltem e para que o chá ou café faça efeito. Vá ao banheiro e evacue.

Encha novamente o irrigador e repita o processo, desta vez deitando do lado direito.

Use de 500 ml a um litro de líquido de cada lado.

Faça isso duas vezes por semana, durante um ou dois meses ou pelo tempo que achar necessário.

  • Você pode fazer a limpeza intestinal em casa. Basta comprar um irrigador (vende em lojas de material médico-hospitalar). Use café bem fraquinho (para limpar fígado e vesícula), água potável ou chá de camomila (para acalmar). O líquido deve estar de preferência morno. Mas lembre-se: o enema não substitui a colonterapia, pois esta faz uma limpeza completa.



Como fazer o enema

Escolha um local tranquilo (uma cama, de preferência). 
Pendure o irrigador na parede ou em um lugar alto. Encha-o com água limpa, chá ou café bem fraquinho. Deite-se do lado esquerdo e introduza a cânula no ânus (passe um pouco de óleo vegetal para facilitar). Relaxe. Deixe o líquido cair completamente. Segure um pouco, pelo menos 15 minutos, para que as fezes se soltem e para que o chá ou café faça efeito. Vá ao banheiro e evacue.

Encha novamente o irrigador e repita o processo, desta vez deitando do lado direito.

Use de 500 ml a um litro de líquido de cada lado.

Faça isso duas vezes por semana, durante um ou dois meses ou pelo tempo que achar necessário.


Observação

  • Você pode fazer a limpeza intestinal em casa. Basta comprar um irrigador (vende em lojas de material médico-hospitalar). Use café bem fraquinho (para limpar fígado e vesícula), água potável ou chá de camomila (para acalmar). O líquido deve estar de preferência morno. Mas lembre-se: o enema não substitui a colonterapia, pois esta faz uma limpeza completa.



Como fazer o enema

Escolha um local tranquilo (uma cama, de preferência). 
Pendure o irrigador na parede ou em um lugar alto. Encha-o com água limpa, chá ou café bem fraquinho. Deite-se do lado esquerdo e introduza a cânula no ânus (passe um pouco de óleo vegetal para facilitar). Relaxe. Deixe o líquido cair completamente. Segure um pouco, pelo menos 15 minutos, para que as fezes se soltem e para que o chá ou café faça efeito. Vá ao banheiro e evacue.

Encha novamente o irrigador e repita o processo, desta vez deitando do lado direito.

Use de 500 ml a um litro de líquido de cada lado.

Faça isso duas vezes por semana, durante um ou dois meses ou pelo tempo que achar necessário.



Hoje a técnica se modernizou e é feita em clínicas por pessoas especializadas, que realizam uma limpeza muito mais completa que a conseguida com o “rudimentar” irrigador.

Durante o tratamento podem ser utilizadas misturas com ervas, fitoterápicos e café para tratamento específico de fígado, vesícula, hipertensão, diabete, etc. O enema de café ajuda no esvaziamento da vesícula biliar, assim como na drenagem e purificação do fígado.

Indicações

  • Constipação; colites; diarréias; gases/flatulências; parasitoses; doenças de Crohn e auto-intoxicação por sangue – que traz como conseqüência cansaço, envelhecimento precoce da pele e perda de apetite sexual; perda da fertilidade; sinusite; rinite; edemas; osteoporose; transtornos linfáticos; celulite; acne; eczemas; alergias; depressão; asma; bronquite; artrose; lombalgia; afecções hepáticas e obesidade.
  • Tem ação diurética, favorecendo a excreção de toxinas; diminui ou até elimina a TPM e cólicas menstruais; recupera a digestão e a absorção de nutrientes; desintoxica em casos de má alimentação, alcoolismo e drogas; regulariza o colesterol, triglicérides, glicemia e ácido úrico; revitaliza o sistema imunológico e melhora a regeneração celular; ajuda na redução de peso; revitaliza a flora intestinal; livra de toxinas outros órgãos, como rins e pulmões; alivia dores e febre; combate o estresse, porque elimina sintomas secundários de intoxicação, como irritabilidade, cansaço e debilidade; é coadjuvante em tratamentos de estética, plásticas, prevenção e redução de celulite.

Contraindicações

  • Enfermidades cardíacas severas, hipertensão arterial não controlada, aneurisma, hemorragia ou perfuração do trato intestinal, hemorróidas severas, carcinoma de cólon, fístulas e fissuras no cólon, gravidez, insuficiência renal e cirurgia recente do cólon.

Texto adaptado do site http://www.susikelly.com.


Observação

  • Você pode fazer a limpeza intestinal em casa. Basta comprar um irrigador (vende em lojas de material médico-hospitalar). Use café bem fraquinho (para limpar fígado e vesícula), água potável ou chá de camomila (para acalmar). O líquido deve estar de preferência morno. Mas lembre-se: o enema não substitui a colonterapia, pois esta faz uma limpeza completa.



Como fazer o enema

Escolha um local tranquilo (uma cama, de preferência). 
Pendure o irrigador na parede ou em um lugar alto. Encha-o com água limpa, chá ou café bem fraquinho. Deite-se do lado esquerdo e introduza a cânula no ânus (passe um pouco de óleo vegetal para facilitar). Relaxe. Deixe o líquido cair completamente. Segure um pouco, pelo menos 15 minutos, para que as fezes se soltem e para que o chá ou café faça efeito. Vá ao banheiro e evacue.

Encha novamente o irrigador e repita o processo, desta vez deitando do lado direito.

Use de 500 ml a um litro de líquido de cada lado.

Faça isso duas vezes por semana, durante um ou dois meses ou pelo tempo que achar necessário.


A colonterapia é uma técnica muito conhecida e utilizada fora do Brasil há anos. Antigamente a limpeza intestinal era feita em casa, com irrigadores, para baixar a febre e livrar de possíveis problemas de saúde.



Hoje a técnica se modernizou e é feita em clínicas por pessoas especializadas, que realizam uma limpeza muito mais completa que a conseguida com o “rudimentar” irrigador.

Durante o tratamento podem ser utilizadas misturas com ervas, fitoterápicos e café para tratamento específico de fígado, vesícula, hipertensão, diabete, etc. O enema de café ajuda no esvaziamento da vesícula biliar, assim como na drenagem e purificação do fígado.

Indicações

  • Constipação; colites; diarréias; gases/flatulências; parasitoses; doenças de Crohn e auto-intoxicação por sangue – que traz como conseqüência cansaço, envelhecimento precoce da pele e perda de apetite sexual; perda da fertilidade; sinusite; rinite; edemas; osteoporose; transtornos linfáticos; celulite; acne; eczemas; alergias; depressão; asma; bronquite; artrose; lombalgia; afecções hepáticas e obesidade.
  • Tem ação diurética, favorecendo a excreção de toxinas; diminui ou até elimina a TPM e cólicas menstruais; recupera a digestão e a absorção de nutrientes; desintoxica em casos de má alimentação, alcoolismo e drogas; regulariza o colesterol, triglicérides, glicemia e ácido úrico; revitaliza o sistema imunológico e melhora a regeneração celular; ajuda na redução de peso; revitaliza a flora intestinal; livra de toxinas outros órgãos, como rins e pulmões; alivia dores e febre; combate o estresse, porque elimina sintomas secundários de intoxicação, como irritabilidade, cansaço e debilidade; é coadjuvante em tratamentos de estética, plásticas, prevenção e redução de celulite.

Contraindicações

  • Enfermidades cardíacas severas, hipertensão arterial não controlada, aneurisma, hemorragia ou perfuração do trato intestinal, hemorróidas severas, carcinoma de cólon, fístulas e fissuras no cólon, gravidez, insuficiência renal e cirurgia recente do cólon.

Texto adaptado do site http://www.susikelly.com.


Observação

  • Você pode fazer a limpeza intestinal em casa. Basta comprar um irrigador (vende em lojas de material médico-hospitalar). Use café bem fraquinho (para limpar fígado e vesícula), água potável ou chá de camomila (para acalmar). O líquido deve estar de preferência morno. Mas lembre-se: o enema não substitui a colonterapia, pois esta faz uma limpeza completa.



Como fazer o enema

Escolha um local tranquilo (uma cama, de preferência). 
Pendure o irrigador na parede ou em um lugar alto. Encha-o com água limpa, chá ou café bem fraquinho. Deite-se do lado esquerdo e introduza a cânula no ânus (passe um pouco de óleo vegetal para facilitar). Relaxe. Deixe o líquido cair completamente. Segure um pouco, pelo menos 15 minutos, para que as fezes se soltem e para que o chá ou café faça efeito. Vá ao banheiro e evacue.

Encha novamente o irrigador e repita o processo, desta vez deitando do lado direito.

Use de 500 ml a um litro de líquido de cada lado.

Faça isso duas vezes por semana, durante um ou dois meses ou pelo tempo que achar necessário.

Tratamento para o intestino, também conhecido como hidrocolonterapia, colônico e hidroterapia de cólon


A colonterapia é uma técnica muito conhecida e utilizada fora do Brasil há anos. Antigamente a limpeza intestinal era feita em casa, com irrigadores, para baixar a febre e livrar de possíveis problemas de saúde.



Hoje a técnica se modernizou e é feita em clínicas por pessoas especializadas, que realizam uma limpeza muito mais completa que a conseguida com o “rudimentar” irrigador.

Durante o tratamento podem ser utilizadas misturas com ervas, fitoterápicos e café para tratamento específico de fígado, vesícula, hipertensão, diabete, etc. O enema de café ajuda no esvaziamento da vesícula biliar, assim como na drenagem e purificação do fígado.

Indicações

  • Constipação; colites; diarréias; gases/flatulências; parasitoses; doenças de Crohn e auto-intoxicação por sangue – que traz como conseqüência cansaço, envelhecimento precoce da pele e perda de apetite sexual; perda da fertilidade; sinusite; rinite; edemas; osteoporose; transtornos linfáticos; celulite; acne; eczemas; alergias; depressão; asma; bronquite; artrose; lombalgia; afecções hepáticas e obesidade.
  • Tem ação diurética, favorecendo a excreção de toxinas; diminui ou até elimina a TPM e cólicas menstruais; recupera a digestão e a absorção de nutrientes; desintoxica em casos de má alimentação, alcoolismo e drogas; regulariza o colesterol, triglicérides, glicemia e ácido úrico; revitaliza o sistema imunológico e melhora a regeneração celular; ajuda na redução de peso; revitaliza a flora intestinal; livra de toxinas outros órgãos, como rins e pulmões; alivia dores e febre; combate o estresse, porque elimina sintomas secundários de intoxicação, como irritabilidade, cansaço e debilidade; é coadjuvante em tratamentos de estética, plásticas, prevenção e redução de celulite.

Contraindicações

  • Enfermidades cardíacas severas, hipertensão arterial não controlada, aneurisma, hemorragia ou perfuração do trato intestinal, hemorróidas severas, carcinoma de cólon, fístulas e fissuras no cólon, gravidez, insuficiência renal e cirurgia recente do cólon.

Texto adaptado do site http://www.susikelly.com.


Observação

  • Você pode fazer a limpeza intestinal em casa. Basta comprar um irrigador (vende em lojas de material médico-hospitalar). Use café bem fraquinho (para limpar fígado e vesícula), água potável ou chá de camomila (para acalmar). O líquido deve estar de preferência morno. Mas lembre-se: o enema não substitui a colonterapia, pois esta faz uma limpeza completa.



Como fazer o enema

Escolha um local tranquilo (uma cama, de preferência). 
Pendure o irrigador na parede ou em um lugar alto. Encha-o com água limpa, chá ou café bem fraquinho. Deite-se do lado esquerdo e introduza a cânula no ânus (passe um pouco de óleo vegetal para facilitar). Relaxe. Deixe o líquido cair completamente. Segure um pouco, pelo menos 15 minutos, para que as fezes se soltem e para que o chá ou café faça efeito. Vá ao banheiro e evacue.

Encha novamente o irrigador e repita o processo, desta vez deitando do lado direito.

Use de 500 ml a um litro de líquido de cada lado.

Faça isso duas vezes por semana, durante um ou dois meses ou pelo tempo que achar necessário.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM