Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

8 hábitos que podem deteriorar a saúde dos seus rins

Estes oito hábitos são muito nocivos aos rins, especialmente se você pratica algum deles com frequência.

Através da urina, os rins são capazes de eliminar as toxinas provenientes de alimentos, de medicamentos e do ar poluído.

Esse órgão também auxilia na liberação de alguns hormônios, ajuda a controlar a pressão arterial e equilibra os níveis de eletrólitos.

Porém, assim como em outros órgãos do nosso corpo, muitas funções dos rins podem ser reduzidas devido a algumas doenças.

Algumas vezes descuidamos em relação a alguns costumes, e isso acaba por deteriorar a saúde dos rins.

Descubra quais são os hábitos que prejudicam a saúde renal, especialmente se você pratica algum deles com frequência.

Beber pouca água

Para que os rins funcionem perfeitamente, é necessário um processo de desintoxicação.

Por isso, garantir o consumo adequado de água e líquidos saudáveis é essencial para essa tarefa.

Estes fluidos mantêm o organismo hidratado e colaboram para canalizar os resíduos metabólicos, que na sequência serão eliminados pela urina.

A falta de hidratação favorece o surgimento de pedras nos rins, infecções e doenças inflamatórias no sistema urinário.

Consumir líquidos inadequados

O consumo de refrigerantes, bebidas energéticas e outras bebidas pode ser o estímulo para o desenvolvimento de diversas doenças ligadas à deterioração renal.

A quantidade de açúcar e de compostos presentes nesses líquidos dificulta o metabolismo e afeta consideravelmente a saúde dos rins.

Consumir essas bebidas diariamente acelera o aparecimento de pedra nos rins, inflamações no sistema urinário e doença renal crônica.

Reter a urina

Muitas pessoas evitam ir no banheiro todas as vezes que o corpo pede.

Embora isso não pareça prejudicial, pode comprometer a saúde dos rins.

O hábito de segurar a urina por muito tempo pode aumentar o nível de inflamação no trato urinário e contribuir para o aparecimento de doença renal.

Além disso, reter a urina aumenta a pressão na bexiga e dificulta na eliminação correta dos resíduos.

Ingerir muito sódio

Além do sal que usamos costumeiramente no preparo de nossas refeições, o sódio também está presente em diversos alimentos industrializados.

Quando consumido em excesso, essa substância se acumula no organismo e aumenta a retenção de líquidos e os problemas renais.

Além disso, seu consumo descontrolado prejudica a pressão arterial e causa o desequilíbrio dos eletrólitos.

Comer muita proteína

As proteínas desempenham uma função importante na formação de massa muscular.

Mas, apesar de serem essenciais e muito recomendadas em dietas, o consumo em excesso, principalmente se forem de origem animal, pode dificultar o trabalho dos rins, causando doenças crônicas.

Fumar

Todas as pessoas que fumam estão cientes dos riscos que esse hábito causa para a saúde.

As toxinas presentes no cigarro percorrem o sangue e afetam os rins, pulmões e até mesmo o coração.

Quando acumuldadas no organismo, essas toxinas dificultam o processo de desintoxicação renal e aumenta os riscos de infecções.

Tomar medicamentos sem receita médica

Os medicamentos de “venda livre”, ou seja, sem a necessidade de receita médica, são comuns para aliviar algumas dores e problemas de saúde comum.

Porém, eles podem causar alguns efeitos colaterais e prejudicar a saúde renal.

Os principais medicamentos que estão associados aos danos renais são a aspirina, o paracetamol e o ibuprofeno.

Estar sedentário

As pessoas que mantêm um estilo de vida sedentário tendem a ter uma má nutrição, e isso dificulta as funções renais.

A falta de exercícios físicos afeta a circulação sanguínea, dificultando a eliminação dos líquidos.

Além disso, aumenta o risco de hipertensão arterial e, dessa forma, aumenta o risco de doenças como infarto e AVC.

Você está preocupado com a saúde dos seus rins?

Costuma praticar algum dos hábitos descritos?

Tente corrigi-los agora mesmo e evite consequências negativas.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO