PUBLICIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Guia natural para acabar com gases intestinais, inchaço e arroto

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Estas dicas e remédios caseiros vão ajudar você a acabar com os gases, barriga inchada e desconfortos intestinais.

Todos nós soltamos gases, certo?

Afinal, é algo absolutamente normal em todos os seres humanos.

Porém, às vezes se tornam constrangedores, pois podem ser liberados de duas maneiras: via oral e anal.

Mas, como assim, eliminados via oral também?

Exatamente!

Em nosso organismo, são produzidos dois tipos de gases: intestinais e estomacais.

A eliminação dos gases acontece via oral (arroto) e via anal (gases intestinais ou flatos).

Os gases intestinais são produzidos no intestino, é lógico, após a metabolização de carboidratos, proteínas e alimentos gordurosos que não são digeridos corretamente.

Assim, eles são fermentados pelas bactérias da flora intestinal para serem liberados posteriormente .

Já no caso dos gases estomacais, estes ocorrem devido ao ar engolido durante as refeições ou quando se toma alguma bebida gaseificada.

No entanto, grande parte do ar engolido, posteriormente é liberado pela boca e o pouco que sobra passa pelo intestino e depois expelido como flatulência.

Portanto, quando eliminado pela boca, é em forma de eructação (arroto) e quando expelido pelo ânus, é o famoso pum.

Sintomas de gases intestinais

  • Sensação de estômago pesado
  • Arrotos frequentes
  • Perda de apetite
  • Azia
  • Falta de ar
  • Desconforto gástrico
  • Dor e inchaço abdominal
  • Barriga dura
  • Flatulência
  • Cólica intestinal
  • Prisão de ventre

Sintomas de gases estomacais

  • Eructação (arroto) constante
  • Perda frequente de apetite
  • Fisgada no peito e áreas adjacentes
  • Sensação de peso no estômago
  • Azia e desconforto gástrico

Alimentos que causam gases intestinais

  • Leite e queijo – principalmente aqueles com muita gordura
  • Carnes, mariscos e ovos
  • Grãos, principalmente quando mal cozidos, como feijão, milho, ervilha, lentilha e grão-de-bico
  • Brócolis, couve-flor, repolho, pepino, nabo, couve-de-bruxelas e cebola
  • Frutas como abacate, melão e melancia
  • Alimentos com glúten
  • Refrigerantes e outras bebidas com gás

Como acabar com os gases

Primeiro faça uma massagem abdominal na barriga, em sentido horário, para desobstruir o intestino, ajudando a eliminar o bolo fecal e os gases.

Depois, você pode inserir algum dos tratamentos naturais e caseiros que ensinaremos a seguir.

Consuma abacaxi

A carne, por exemplo, é um alimento “pesado” para o estômago e há uma explicação fisiológica para isso.

Além de proteína, ela é rica em gordura e fibras, componentes que o estômago tem dificuldades para digerir.

Portanto, ao consumir carne (de qualquer tipo) e sentir um desconforto estomacal, coma duas fatias de abacaxi.

Essa fruta é excelente para a digestão, pois é rica em bromelina, uma enzima proteolítica que possui propriedades anti-inflamatórias.

Essa enzima também ajuda a reduzir o refluxo ácido esofágico, limpa e desintoxica o fígado.

Além disso, o abacaxi é rico em fibras, contribuindo para a limpeza do intestino, mantendo-o livre das impurezas e toxinas.

Chá de camomila com erva-cidreira

A camomila possui propriedades que ajudam a  relaxar o sistema digestivo.

Com isso, promove os movimentos necessários para que o estômago e o intestino façam a digestão da maneira correta.

Além disso, tem ação diurética, auxiliando na eliminação de líquidos e prevenindo o inchaço abdominal.

Desse modo, reduz o desconforto, combate a indigestão e reduz as infecções no trato digestivo.

A camomila também tem atividade antiespasmódica, que reduz a contração involuntária dos músculos intestinais, reduzindo os gases e flatulências.

Já a erva-cidreira contém um óleo essencial chamado citral, que tem ação antiespasmódica e carminativa.

Assim, ajuda a inibir a produção de substâncias que aumentam a contração do intestino, combatendo os gases intestinais.

Chá de alecrim

O alecrim tem ação carminativa, que ajuda a reduzir o desconforto causado pelos gases intestinais, além de expeli-los.

Também auxilia na digestão, pois contém propriedades antiespasmódicas e carminativas.

Portanto, é bastante indicado para quem sofre com prisão de ventre, inchaço e indigestão.

Além de melhorar e prevenir problemas digestivos, o alecrim alivia possíveis inflamações intestinais.

Água com limão

Consumir água morna com limão espremido em jejum auxilia no processo de esvaziamento intestinal.

O limão é uma fruta ácida, além de possuir grandes quantidades de vitamina C e antioxidantes. 

Ele ajuda a relaxar os músculos do estômago, reduzindo o desconforto causado pela prisão de ventre e gases.

Além disso, o limão também estimula a produção de enzimas digestivas, tanto no estômago quanto no fígado.

Desse modo, contribui para a quebra de gorduras pelo organismo. 

Vinagre de maçã 

O vinagre de maçã é rico em ácidos, antioxidantes e propriedades anti-inflamatórias.

Quando consumido pela manhã, em jejum, age como um detox natural, eliminando as toxinas do organismo.

Além disso, também ajuda no tratamento do refluxo gastroesofágico, azia e sensação de peso no estômago.

O vinagre de maçã também é rico em fibras, auxiliando, portanto, na digestão dos alimentos e aliviando os sintomas da má digestão.

Dilua duas colheres (sopa) de vinagre de maçã, de preferência orgânico, em um copo de água e tome em jejum.

Kefir

Kefir é um leite fermentado produzido a partir de grãos próprios e contém vários microrganismos.

A bebida possui também  ácidos orgânicos e os peptídeos, que são compostos bioativos que ajudam a regular a flora intestinal e melhoram a digestão.

Exercícios físicos

Existem alguns exercícios físicos simples e fáceis para você fazer em casa e eliminar os gases intestinais.

Exercício 1

Deite de barriga para cima, puxe as duas pernas contra a barriga com os joelhos completamente flexionados.

Abrace-os e puxe as pernas contra o abdômen, fazendo em seguida, um movimento de balanço com as pernas abraçadas.

Exercício 2

Ajoelhe-se e tente sentar sobre o calcanhar, esticando-se para a frente e com os braços estendidos (retos).

Este exercício ajuda a alinhar o final do intestino com o esfincter anal, facilidando a saída dos gases. 

Exercício 3

Deite de barriga para cima, dobre e segure um joelho, pressionando-o em direção à barriga.

Faça este exercício de forma alternada, uma vez em cada perna, contando até 30 em cada vez. 

Para facilitar, veja as posições dos exercícios na imagem abaixo.

Além disso, faça caminhadas diariamente, cerca de 30 a 40 minutos, pois auxilia na boa digestão.

Mais Lidas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a nossa Política de Privacidade.