Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Ginger ale: refrigerante caseiro de gengibre

O ginger ale, uma bebida tradicional nos Estados Unidos, é bastante refrescante. O ginger ale moderno tem dois antecessores: a cerveja de gengibre, fermentada e envazada em casa (uma bebida fermentada e borbulhante, algumas vezes alcoólica, mas na maioria das vezes não); e a água de gengibre, uma bebida não alcoólica preparada por fazendeiros ingleses durante os longos e quentes dias de poda nos campos de feno.          
Algumas pessoas adoçam com açúcar comum, mas a melhor opção serão sempre os adoçantes naturais, como mel ou rapadura. O gosto ligeiramente azedo é dado pela lactofermentação, o que torna esta bebida um excelente probiótico, perfeito para regularizar o intestino e fortalecer o sistema imunológico.
Esta bebida é extremamente refrescante, ideal para ser tomada em pequenas quantidades acompanhando refeições ou como um isotônico após atividades físicas. Para o verão, sirva bem gelado, puro ou diluído, com ou sem pedras de gelo e eventualmente usando folhas de hortelã fresca para enfeitar.
Ingredientes
Três quartos de xícara de gengibre fresco, descascado e ralado ou cortado em pedaços muito pequenos
Meia xícara de suco de limão fresco
Meia xícara de rapadura ralada (ou mel ou melado)
Duas colheres de chá de sal marinho
Um quarto de xícara de soro de iogurte fermentado
Dois litros de água filtrada e em temperatura ambiente
Modo de preparo
Coloque todos os ingredientes num pote alto com tampa e mexa muito bem. Tampe e deixe em temperatura ambiente por dois (quando os dias estiverem muito quentes) a três dias e depois transfira para a geladeira. Coe na hora de servir. Também pode ser servido diluído em água com gás.
Soro de iogurte fermentado
Um litro de iogurte natural integral
Forre uma peneira grande com um pano de algodão bem fino e limpo (pode ser uma fralda de pano branca). Coloque-a sobre um recipiente de vidro. Despeje o iogurte na peneira. Tampe e deixe repousando por várias horas, em temperatura ambiente (de um dia para o outro). O soro escorrerá para o recipiente, ao passo que a parte sólida permanecerá na peneira (futuro cream cheese).
Amarre, com um barbante, o pano de algodão onde se encontra a parte sólida, com cuidado para não espremer (se quiser um cream cheese mais molhadinho pule esta etapa). Amarre este saquinho com uma colher de pau no meio e pendure-a sobre uma jarra de vidro, de modo que mais soro possa continuar pingando.
Quando o saquinho parar de pingar, o queijo estará pronto. Armazene o soro em um frasco com tampa bem firme e o cream cheese em um recipiente apropriado e coberto. Mantenha ambos em geladeira. O cream cheese se conserva um mês em geladeira. O soro se conserva seis meses em geladeira. O cream cheese fica mais saboroso quando temperado com azeite extravirgem e um pouco de sal marinho.
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO

VEJA TAMBÉM