domingo, 28 novembro 2021
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Garrafada caseira para ajudar no tratamento de reumatismo

Esta garrafada contém plantas e sementes que ajudam a aliviar as dores e inflamações causadas pela doença reumática.

Reumatismo, segundo o Hospital Sírio Libanês, é um termo que caracteriza mais de 100 doenças que afetam as articulações, músculos, tendões e ligamentos.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), as doenças reumáticas acometem 15 milhões de brasileiros.

Como consequência, além de causar limitações e aposentadorias precoces, impactam diretamente o sistema de saúde do país.

Entre as mais comuns estão a artrose, osteoporose, artrite reumatóide, gota, lúpus, tendinites, bursites e fibromialgia.

Essas doenças geralmente afetam as pessoas mais idosas e, na maioria das vezes estão relacionadas a fatores genéticos. 

Nesse caso, recomenda-se consultar um médico e fazer um monitoramento para detectar possíveis complicações.

Porém, há outros fatores que podem ocasionar o reumatismo, como, por exemplo, movimentos repetitivos ou esforços em excesso, estresse e ansiedade.

Os sintomas são claros e podem ser notados pelos pacientes, como, por exemplo:

  • Dores nas articulações por mais de seis semanas; 
  • Vermelhidão, calor e inchaço nas articulações; 
  • Dificuldade de movimentos e rigidez ao acordar; 
  • Dores ao esticar os braços e ao elevar os ombros.

O tratamento geralmente varia de acordo com o estágio de evolução da doença e inclui medicamentos anti-inflamatórios, cortisona e moduladores da inflamação.

No entanto, a medicina natural está presente e pode auxiliar como um tratamento complementar.

Um exemplo é a garrafada, bebida feita a partir da combinação de plantas medicinais com uma bebida alcoólica, sendo que o vinho geralmente é o mais usado.

Garrafada para reumatismo

Essa garrafada contém plantas e sementes que ajudam a aliviar as dores e inflamações causadas pela doença reumática.

Ingredientes:

  • 1 colher (sopa) de canela-de-velho
  • 1 colher (sopa) de unha-de-gato
  • 3 sementes de sucupira
  • 1 colher (sopa) de ipê-roxo
  • 1 colher (sopa) de bardana
  • 3 sementes de jucá 
  • 1 colher (sopa) de taiuiá
  • 1 litro de vinho branco seco

Sugestão: caso não possa consumir bebida alcoólica, substitua o vinho por suco de uva integral. 

Importante

Compre as plantas e sementes em lojas de produtos naturais, farmácia ou drogaria, para garantir que estará usando a planta certa.

Além disso, caso não encontre alguma planta, pode fazer a garrafada igual, com as demais.

Modo de preparo e consumo:

O primeiro passo é esterilizar uma garrafa de vidro de 1,5 litros, pois precisa estar bem limpa – veja aqui como fazer a esterilização.

Em seguida, coloque todas as ervas e sementes dentro – as sementes devem ser quebradas em pedaços menores.

Complete com o vinho branco e feche bem a garrafa, de modo que não entre ar.

Guarde em um local seguro, escuro, protegido da umidade, porém, arejado. 

Deixe ali por um período mínimo de dez dias e máximo de dois meses.

Tome três tampinhas por dia (use a tampa da garrafa como medida) – uma pela manhã, uma à tarde e uma à noite.

O tempo de tratamento irá variar de acordo com a condição do paciente, por isso, após um mês consulte um médico para fazer uma avaliação.

Se achar necessário continuar o tratamento com a garrafada, faça uma pausa de 15 dias e comece a tomar novamente.

Porém, esteja ciente que esse remédio não irá curar 100% seu problema e, sim, é um aliado ao tratamento médico.

Também pratique atividades físicas leves, recomendadas por um profissional e mantenha uma alimentação saudável.

Cuidados e contraindicações

Antes de tudo lembre-se que nada substitui a consulta, avaliação e tratamento indicado pelo médico.

Gestantes e lactantes não devem tomar essa garrafada, devido a ação de  alguns ingredientes e por causa do vinho.

Pessoas com gastrite, problemas hepáticos (fígado) e alcoólatras também devem evitar o consumo.

Além do mais, cada organismo reage de um jeito e, por isso, se tiver alguma alteração, suspende o consumo da bebida imediatamente e consulte um médico se achar necessário.

Benefícios das plantas e sementes

As plantas e sementes utilizadas nessa garrafada possuem excelentes propriedades medicinais que ajudam a aliviar as dores reumáticas.

Saiba mais sobre cada uma delas!

Canela-de-velho

A canela-de-velho é uma planta medicinal que age como um analgésico natural, ajudando a combater diversas dores pelo corpo.

Devido às suas propriedades anti-inflamatórias auxilia no tratamento de doenças reumáticas, artrose, artrite, tendinite, torções, torcicolo e bursite.

Ela ajuda a reduzir a inflamação entre os ossos e também estimula a regeneração da cartilagem. 

  • Bursite: é uma inflamação das bolsas cheias de líquido que protegem as articulações.

Unha-de-gato

A unha-de-gato possui ação analgésica e anti-inflamatória, auxiliando no tratamento de doenças articulares.

Segundo estudo publicado no Journal of Rheumatology, a unha de gato  pode ajudar a reduzir o inchaço e dor nas articulações em mais de 50%.

Por isso, pode ser usada no tratamento de dores nas articulações decorrentes de doenças reumáticas, como gota, artrite, osteoartrite, artrite reumatóide e bursite.

Sucupira

A sucupira tem efeito anti-inflamatório e analgésico, por isso, contribui com o tratamento de inflamação muscular.

De acordo com estudo da Universidade Estadual de Maringá, no Paraná, esta semente pode ser utilizada no tratamento de , artrite, gota e outras doenças que afetam os músculos.

Ipê-roxo

O ipê-roxo possui ação analgésica, anti-inflamatória e antibiótica, por isso, pode ser usado para tratar:

  • Dores musculares;
  • Artrites;
  • Artroses;
  • Fibromialgia;
  • Inflamações osteoarticulares.

Bardana

A bardana possui propriedades anti-inflamatórias e cálcio, mineral essencial para a saúde óssea.

Por isso, é uma planta que ajuda no tratamento de doenças reumáticas, como, por exemplo, artrite, torções e dores musculares.

Jucá 

O jucá, também conhecido como pau-ferro, contém propriedades anti-inflamatórias e, por isso, ajuda no tratamento de dores reumáticas.

Taiuiá

A taiuiá age naturalmente como um analgésico e, por isso,  pode beneficiar pacientes com reumatismo.

- PUBLICIDADE -

Veja Também

Redes Sociais

3,436,539FãsCurtir
159,642SeguidoresSeguir
571,857SeguidoresSeguir
522SeguidoresSeguir
3,865SeguidoresSeguir
564,000InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -