Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Estes são os 5 melhores remédios antialérgicos naturais

antialérgicos naturais

As alergias podem ser tratadas – com sucesso e sem efeitos colaterais – com remédios antialérgicos naturais; selecionamos os cinco melhores para você.

A histamina é uma proteína que desencadeia sintomas de alergia, como espirros, coceira nos olhos e garganta arranhada.

Para acabar com a alergia, é preciso bloquear a ação da histamina no organismo.

É aí que entram os anti-histamínicos ou remédios antialérgicos.

Eles são substâncias que bloqueiam a atividade da histamina. 

O problema é que medicamentos anti-histamínicos vendidos sem receita médica são eficazes para o alívio dos sintomas, mas podem causar efeitos colaterais, como sonolência e náusea. 

Uma boa alternativa é tentar opções naturais de antialérgicos para acabar com a alergia. 

Vitamina C

A vitamina C é antioxidante e anti-inflamatória e estimula o sistema imunológico, agindo como um anti-histamínico natural.

Pesquisadores observaram que altas doses de vitamina C intravenosa reduziram os sintomas de alergia.

A recomendação, nos casos de alergia, é tomar dois gramas de vitamina C diariamente.

A vitamina C está presente em muitas frutas e legumes, incluindo: pimentões, brócolis, melão, couve-flor, limão, laranja, acerola, goiaba, kiwi, morango, tomate e abóbora.

Própolis

O própolis é reconhecidamente um dos melhores antibióticos da natureza.

Bastante eficaz, especialmente quando usado na prevenção e no início de infecções.

Ele também é um potente antialérgico.

Para que seu efeito seja ainda melhor, combine-o com suco de limão.

É simples: tome um copo de suco de limão fresco enriquecido com 20 ou 30 gotas de extrato de própolis.

Misture e beba imediatamente.

Faça isso duas vezes por dia, meia hora depois do café da manhã e meia hora depois do jantar.

Pode tomar todos os dias e por tempo indefinido.

Logo você verá sua imunidade muito mais forte, com grande redução de sua sensibidade alérgica.

Suco de abacaxi

A bromelaína é uma enzima encontrada no abacaxi e também está disponível como um suplemento.

O remédio natural popular é usado para tratar inchaço ou inflamação, especialmente dos seios da face e após lesão ou cirurgia.

Pesquisas em camundongos sugerem que a bromelaína pode reduzir a sensibilização alérgica e as doenças alérgicas das vias aéreas, graças às suas propriedades anti-inflamatórias e antialérgicas.

Em algumas pessoas, a suplementação oral de bromelina pode causar reações adversas, como: mudanças na menstruação, transtorno digestivo e aumento da frequência cardíaca.

Probióticos

Probióticos são microrganismos que oferecem benefícios para a saúde, ajudando o corpo a manter um equilíbrio saudável de bactérias intestinais.

Ele estimula o sistema imunológico, auxiliando no combate à alergia.

Alimentos fermentados (como kefir e iogurte) são boas fontes de probióticos.

Mas existem também suplementos com diversos tipos desses microrganismos do bem.

Quercetina

A quercetina é um flavonoide antioxidante encontrado em muitas plantas e alimentos.

Pesquisas sugerem que adicionar a quercetina à dieta pode ajudar a aliviar os sintomas da alergia.

A quercetina está naturalmente presente em muitos alimentos e ervas, incluindo: maçãs, frutas vermelhas, chá preto, brócolis, uva, ginkgo biloba, chá verde, pimentas, cebola roxa e vinho tinto.

É importante saber que tomar suplementos de quercetina funcionará melhor no tratamento de alergias do que ingerir alimentos que contêm a substância.

Isso porque os alimentos contêm níveis significativamente mais baixos desse flavonoide.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

DEIXE SEU COMENTÁRIO